A Educação no Campo e as Práticas Metodológicas /

Giselle Pupim Jorge Back, Maria Ilmalucia Teixeira

Resumo


O presente artigo proporciona uma discussão acerca da produção e correção textual em atividades propiciadas por meio do desenvolvimento de um plano de ação aplicado no V Seminário do Campo realizado pelas escolas do campo do polo/sede de Alta Floresta no Estado de Mato Grosso, cujo objetivo foi garantir oportunidades para o diálogo, a troca de experiências e o aprofundamento da teoria, favorecendo a consolidação dos conhecimentos e integração do grupo para professores que atuam no Ensino Fundamental na educação do campo. A pesquisa foi realizada com dezessete professores que atuam nas turmas de primeiro ao nono ano. Como referencial teórico foi utilizado livros, revistas e internet com autores como Bakthin (1997), Geraldi (2004), Jolibert (1994), Machado (2007), Marcuschi (2001), Matencio (2001), Miller (1998), dentre outros. A pesquisa de caráter qualitativo utilizou como coleta de dados  dois questionários respondidos em períodos diferentes com o mesmo público. Através da pesquisa percebeu-se que a formação ofertada apresentou resultado positivo contribuindo significativamente para a prática em sala de aula.

Palavras-chave


Formação; Prática docente; Reflexão

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, M. Estética de criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Parâmetros Curriculares Nacionais –Língua Portuguesa-3° e 4° ciclos.Brasília:MEC,1998.

GERALDI, João Wanderlei. Da redação à produção de textos. In: CHIAPPINI, L. (Coord.). Aprender e ensinar com textos de alunos. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2004. v. 1.

GERALDI, João Wanderley. O texto na sala de aula. Edição 4. São Paulo: Ática, 2006. p. 136.

JOLIBERT, J. (Coord.) Formando crianças produtoras de textos. Porto Alegre: Artmed, 1994, v. II.

KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça; ELIAS, Vanda Maria. Ler e escrever: estratégias de produção textual. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2010.

KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça; ELIAS, Vanda Maria. 1.Leitura, texto e sentido; 2.Leitura, Sistemas de conhecimento e Processamento Textual; 3. Texto e Contexto; 4. Texto e Intertextualidade; 5. Gêneros Textuais. In: Ler e Compreender os sentidos do texto. 3. ed. São Paulo: Contexto, 2009.

KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. A inter-ação pela linguagem. 11. ed. São Paulo: Contexto, 2012. 134p.

MACHADO, A. R.; ABREU-TARDELLI, L. S.; LOUSADA, E. Trabalhos de pesquisa: diários de leitura para a revisão bibliográfica. São Paulo: Parábola. Editorial, 2007.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Da fala para a escrita: atividade de retextualização. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Gêneros textuais: definição e funcionalidade. In: DIONÍSIO, Ângela Paiva; MACHADO, Anna Rachel; BEZERRA, Maria Auxiliadora (Orgs.). Gêneros Textuais e Ensino. RJ: Lucerna, 2002.

Marcuschi, Luiz Antonio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Paráabola Editorial, 2008.

MATENCIO, Maria de Lourdes Meirelles. Estudo da língua falada e aula de língua materna: uma abordagem processual da interação professor/alunos. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2001.

MATENCIO, Maria de Lourdes Meirelles. Atividades de (Re) textualização em práticas acadêmicas: Um estudo do resumo. Scripta, Belo Horizonte, v.6, n.11, p.109-122, 2º sem. 2002.

MATENCIO, Maria de Lourdes Meirelles. Referenciação e retextualização de textos acadêmicos: um estudo do resumo e da resenha. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DA ABRALIN, 3. Anais... Rio de Janeiro, 2003.

MATENCIO, Maria de Lourdes Meirelles; SILVA, Jane Quintiliano Guimarães. Retextualização: movimentos de aprendizagem. In: ENCONTRO INTERNACIONAL: UM ESTUDO SOBRE A CORREÇÃO DE TEXTOS: DIÁRIO DE LEITURA. Anais... v. 4, n.1. ano IV, dez. 2011.

MILLER, S. O epilinguístico: uma ponte entre o linguístico e o metalinguístico. 1998. 185f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 1998.

MOITA LOPES, L. P. Oficina de lingüística aplicada. Campinas, SP: Mercado de Letras, 1996.

MOSCOVICI, Serge. Representações sociais: investigação em psicologia social. Tradução de Pedrinho A. Guareschi. Petrópolis, RJ: Vozes, 2003.

ROJO, R. H. R. A prática de linguagem em sala de aula: praticando os PCNs. Campinas: EDUC/Mercado de Letras, 2000.

RUIZ, Eliana Maria Severino Donaio. Como se corrige redação na escola. – Campinas, SP: Mercado de Letras, 2001.

SCHNEUWLY, B. E DOLZ, J. (Org.). Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: mercado de Letras, 2004.

SOARES, M. Aprender a escrever, ensinar a escrever. In: ZACCUR, E. A magia da linguagem. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.

VERA, A. A. Metodologia da pesquisa científica. 5. ed. Tradução de Maria Helena GuedesCrespo e Beatriz Marques Magalhães. Porto Alegre: Globo, 1979.

MEC/SEF- Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos de ensino fundamental: língua portuguesa.Brasília, 1997, volumes 1 e 2.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v14i49.2372

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Giselle Pupim Jorge Back, Maria Ilmalucia Teixeira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A ID on line. Revista de psicologia (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: