Análise da Qualidade da Mão de Obra na Sistemática de Trabalho nas Indústrias de Panelas Metálicas na Região do Cariri

Gleidson Leite de Abreu, Alyne Leite de Oliveira, Hudson Josino Viana, Antonio Raniel Silva Lima, Maria Patrícia de Alencar

Resumo


Visto que toda a sistemática de trabalho de produção de panelas metálicas é muito parecida, percebe-se que a qualidade de produtos, serviços e processos nos dias atuais deixou de ser um diferencial competitivo e transformou-se num critério qualificador, passando a ser uma ferramenta importante e praticamente obrigatória à sobrevivência organizacional, a qual as empresas necessariamente têm de desenvolver para manterem-se perenes. Desse modo, essa pesquisa teve como objetivo analisar a qualidade da mão de obra na Sistemática de Trabalho do setor produtivo da Indústria Metal-Mecânica na Região do Cariri. Caracterizou-se como de campo, do tipo exploratório com abordagem qualiquantitativa, cujo cenário foram 14 indústrias metal-mecânicas da Região do Cariri, com amostra intencional, partindo do critério de acessibilidade. Não houve abordagem com colaboradores, visto que optou-se pela observação da sistemática de trabalho, favorecendo a comparação dos dados obtidos com as entrevistas com os gestores. Os dados obtidos foram interpretados a partir da análise do discurso do sujeito coletivo para a apreensão da realidade investigada (Lefèvre; Lefèvre, 2000). A pesquisa respeitou os preceitos éticos da resolução 466/12. Obteve-se como resultado que a falta de mão de obra qualificada, a falta de conhecimento do processo e a falta do uso regular do EPI – Equipamentos de Proteção Individual, podem interferir na qualidade do produto, onde poderá ter efeito negativo diretamente na aceitação do produto no mercado, sendo que, dependendo dos custos de qualidade, o preço pode aumentar e afetar na aceitação deste, que, segundo os entrevistados, sua aceitação é ligada diretamente a preço e qualidade.

 



Palavras-chave


Sistemática de Trabalho. Qualidade. Industria Metal Mecânica. Panelas Metálicas

Texto completo:

PDF

Referências


AILDEFONSO, E. C. Gestão da qualidade. 2006. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2015.

BURNIER, José Roberto. GONÇALVES, Antonio. Dificuldade de encontrar mão de obra qualificada afeta economia brasileira. G1. Jornal Nacional. Disponível em: . Acesso em: 29 out. 2015.

Conselho Nacional de Saúde (Brasil). Resolução n o 466, de 12 de dezembro de 2012. Brasília, 2012 [citado 2014 Mar 11]. Disponível em:

. Acesso em: 17 out. 2015.

COSTA, Everton Francisco; NASCIMENTO, Renato Nunes do; PEREIRA, Fernando da Silva. Gestão da Qualidade: A Qualidade como fator de Competitividade e Satisfação do Cliente. Disponível em: . Acesso em: 08 nov. 2015.

DALFOVO, Michael Samir; LANA, Rogério Adilson; SILVEIRA, Amélia. Métodos Quantitativos e Qualitativos: Um resgate teórico. Revista interdisciplinar Científica Aplicada, Blumenau, v.2, n.4, p.01-13, Sem II. 2008. ISSN1980-7031. Disponível em:

. Acesso em: 10 nov. 2015.

ESPINOZA, Francine da Silveira; HIRANO, Adriana Shizue. As Dimensões de Avaliação dos Atributos Importantes na Compra de Condicionadores de Ar: um Estudo Aplicado. 2003. Revista de Administração Contemporânea/RAC. Disponível em:

. Acesso em: 10 nov. 2015.

GAITHER, Norman; FRAZIER, Greg. Administração da Produção e Operações. 8ª ed. Cengage Learning, 2002.

LEFÈVRE, F.; LEFÈVRE, A. M. C; TEIXEIRA, J. J. V. O discurso do sujeito coletivo: uma nova abordagem metodológica em pesquisa qualitativa. Caxias do Sul: EDUCS, 2000.

LÜDKE. M; ANDRÉ. M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagem qualitativa. 2ª ed. Rio de Janeiro: E.P.U, 2013.

MARCONI, M. de A. & LAKATOS, E. V. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisas, elaboração, análise e interpretação de dados. 4ª ed amp. e rev. São Paulo: Atlas, 1999.

MARTINS, R. A.; COSTA NETO, P.L.O. Indicadores de Desempenho para a Gestão pela Qualidade Total: Uma Proposta de Sistematização. Gestão & Produção v.5, n.3, p. 298-311, dez. 1998. Disponível em: . Acesso em: 10 nov. 2015.

MARTINS, Petrônio G.; LAUGENI, Fernando Piero. Administração da Produção. 2ª ed.rev.,aum. e atual – São Paulo: Saraiva, 2005.

MINAYO, M. C. de S.; SANCHES, O. Quantitativo-Qualitativo: Oposição ou Complementaridade? Caderno de Saúde Pública. Rio de Janeiro, 9 (3): 239-262, jul/set, 1993.

NUNES; NÓBREGA-THERRIEN; FARIAS (Org.). Pesquisa científica para iniciantes: caminhando no labirinto. Fortaleza: EdUECE, 2011.

OLIVEIRA, Otávio J. Curso Básico de Gestão da Qualidade. – São Paulo: Cengage Learning, 2014.

PALADINI, Edson Pacheco; CARVALHO, Marly Monteiro de. Gestão da Qualidade – Teoria e Casos. 2ª ed. – Rio de Janeiro: Elsevier: ABEPRO,2012.

PORTAL DA LEGISLAÇÃO. Código de Defesa do Consumidor. Disponível em: . Acesso em: 09 nov. 2015.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa Social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 3ª ed. rev. e ampl., 1999.

SEBRAE. A Importância da mão de Obra Qualificada. Disponível em: . Acesso em: 08 nov. 2015.

SILVA, Luan Carlos Santos; KOVALESKI, João Luiz; GAIS, Silvia. Gestão da qualidade do produto no processo de produção industrial: um estudo de caso em uma indústria de bebidas. Revista de Engenharia e Tecnologia. Disponível em: . Acesso em: 08 nov. 2015.

SILVA, Sónia; SARAIVA, Margarida. Gestão da Qualidade como diferencial competitivo na Satisfação e Fidelização de clientes. Disponível em: . Acesso em: 08 nov. 2015.

SOUZA, Beatriz. Os efeitos para a indústria da pouca mão de obra qualificada. 2013. Revista Exame.com. Disponível em: . Acesso em: 10 nov. 2015.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v12i41.1221

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: