A Didática da Leitura nas primeiras séries do Ensino Fundamental I: Uma Reflexão Pedagógica

Maria das Dores de Matos, Penha Sebastião da Silva Rodrigues

Resumo


Sabe-se que muitas vezes o processo de leitura apresenta-se de forma fragmentada e descontextualizada da realidade social, sendo encarada, muitas vezes, como algo meramente artificial. Devido a isso, os professores encontram dificuldades em alcançar bons resultados nos seus trabalhos. Partindo então do pressuposto, o estímulo à leitura tem sido objeto de preocupação no âmbito escolar, pois na atualidade o maior desafio do professor é fazer com que a criança ou jovem realmente queira aprender. È inegável que o ato de ler é fundamental na formação do aluno e que considerável parcela ou toda a responsabilidade no desenvolvimento das habilidades de leitura recai sobre a escola.  Nesse sentido, considera-se a leitura como algo essencial a qualquer ser humano, ainda mais percebendo sua importância no contexto atual, visto que, é através da mesma que tomamos conhecimentos dos nossos direitos e deveres enquanto cidadãos, para a existência e a possibilidade de uma vida humana participativa, na qual os indivíduos sejam capazes de expressar seus diversos pontos de vista, sua liberdade de usufruir de valores e bens de um determinado contexto partilhando deveres e poderes que pressupõe a existência de uma vida melhor em sociedade. É importante que se destaque a importância da interpretação de textos como agentes de transformação de jovens leitores e até mesmo da própria sociedade. Ler e compreender são uma forma de satisfazer muitas necessidades, ampliando e enriquecendo experiências através da riqueza de vocabulários da mudança de pontos de vista e da aquisição de novos valores. Este artigo objetiva investigar na literatura as práticas da leitura como fator social e transformador.

 


Palavras-chave


Leitura. Cultura. Aprendizagem

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, E. B. C. Mudanças didáticas e pedagógicas do ensino da língua portuguesa: apropriações de professores. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

______________, E. B. C; MORAIS, A. G; FERREIRA, A. T. B. As práticas cotidianas de alfabetização: O que fazem os professores? Revista Brasileira de Educação, v.13, p. 252-264, 2008.

BATISTA, A. A G. Aula de português: discurso e saberes escolares. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

BRASIL, Ministério da Educação. Guia de livros didáticos PNLD 2008: apresentação / Ministério da Educação. ¬– Brasília: MEC, 2007.

BRASIL. ECA – Estatuto da criança e do Adolescente. Lei federal nº 8.069, de 13 de junho de 1990. Disponível em :http://www.dominiopublico.gov.br/dawload/sf0009a.pdf.acesso em: 30 de novembro . 2017

BRASIL. LDB – Leis de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei Federal nº 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivo/pdf/ldb.pdf.acesso em: 28 novembro. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Parâmetros Curriculares Nacionais – Brasília, 2007.

COLOMER, T. O ensino e a aprendizagem da compreensão em leitura. In: LOMAS, Carlos. (org.) O valor das palavras: falar, ler e escrever nas aulas. 1ª Ed. Lisboa – 2003.

FREIRE, P. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. 26 ed. São Paulo: Cortez, 1991.

_____________. À sombra desta mangueira. 2. ed. São Paulo: Olho d'Água, 1995. 120 p.

_____________. Educação como prática da liberdade. 25. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2001. 158 p.

_____________. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 30. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2004. 148 p. (Coleção leitura).

SOARES, M. Letramento e escolarização. In: RIBEIRO, Vera Masagão. Letramento no Brasil. São Paulo: Global, 2004. P. 27.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v12i39.990

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Maria das Dores de Matos, Penha Sebastião da Silva Rodrigues

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A ID on line. Revista de psicologia (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: