Comunicação efetiva da equipe multiprofissional na promoção da segurança do paciente em ambiente hospitalar

Tatiane de Oliveira Santos, Maria Adriely Cunha Lima, Victória Santos Alves, Maria Caroline Andrade Ribeiro, Raquel Santos Alves, Mércia Rocha Souza, Fernanda Vasconcelos Prado Correia, Ana Carolina Amorim Oliveira, Larissa Ferreira Sales, Halley Ferraro Oliveira

Resumo


Demonstrar a importância de uma boa comunicação efetiva entre a equipe multiprofissional para a segurança do paciente. Trata-se de uma revisão integrativa de artigos encontrados através de descritores das bases de dados BVS e SciELO, em que foi encontrado 15 artigos após a seleção baseada nos critérios de inclusão e de exclusão. Observou-se, que os artigos descrevem resultados similares, visto que explicam a necessidade e a relevância da comunicação efetiva não só na qualidade do atendimento, mas também na segurança do paciente durante a assistência multiprofissional. É valido mencionar, que a comunicação efetiva não somente interfere no desfecho clínico do paciente, mas também promove bem-estar dos profissionais, dado que há redução do estresse entre os membros, por exemplo. A efetiva comunicação da equipe gera benefícios mútuos, através da melhora na assistência e na segurança, e para os profissionais, uma vez que melhora a qualidade do ambiente no trabalho.


Palavras-chave


Comunicação. Equipe de assistência ao paciente. Segurança do paciente.

Texto completo:

PDF

Referências


BIASIBETTI, C. et al. Comunicação para a segurança do paciente em internações pediátricas. Revista Gaúcha de Enfermagem, v. 40, p.1-9, 2019.

BOHRER, C.D. et al. Comunicação e Cultura de Segurança do Paciente no Ambiente Hospitalar: Visão da Equipe Multiprofissional. Revista de Enfermagem da UFSM, v. 6, n.1, p.50-60, 2016.

BRASIL. Ministério de Saúde. Portaria nº 2.095, 24 de setembro de 2013. Aprova Protocolos Básicos de Segurança, 2013.

CHILDRESS, S.B. Team Communication: It's About Patient Safety. J Oncol Pract. v. 11, n.1, p.23-25, 2015.

CORPOLATO, R.C. et al. Padronização da passagem de plantão em Unidade de Terapia Intensiva Geral Adulto. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 72, n.1, p.95-102, 2019.

DINIUS, J. et al. Piloting and evaluating feasibility of a training program to improve patient safety for inter-professional inpatient care teams – study protocolo of a cluster randomized controlled trial. Trials, v. 20, p.1-11, 2019.

FASSARELLA, C.S. et al. Profissionais Mediadores da Qualidade e Segurança do Paciente como Estratégia para o Cuidado Seguro. Revista Mineira de Enfermagem, v. 21, p.1-7, 2017.

FREIRE, E.M.R. et al. A comunicação como estratégia para manutenção da acreditação hospitalar. Escola Anna Nery, v. 23, n.1, p.1-9, 2019.

GUZINSKI, C. et al. Boas práticas para comunicação efetiva: A experiência do round interdisciplinar em cirurgia ortopédica. Rev. Gaúcha Enferm., v.40, p.1-5, 2019.

HEMESATH, M.P. et al. Comunicação eficaz nas transferências temporárias do cuidado de pacientes hospitalizados. Revista Gaúcha de Enfermagem, v. 40, p.1-6, 2019.

Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente. Comunicação ineficaz está entre as causas-raízes de mais de 70% dos erros na atenção à saúde. IBSP, 2017.

LEMOS, D.M.P. et al. Comunicação efetiva para o cuidado seguro ao paciente com implante de dispositivo de assistência ventricular. Revista Gaúcha de Enfermagem, v.40, p.1-5, 2019.

MOREIRA, F. T. L. S. et al. Estratégias de comunicação efetiva no gerenciamento de comportamentos destrutivos e promoção da segurança do paciente. Rev. Gaúcha Enferm, v. 40, p.1-9, 2019.

NOGUEIRA, J. W. S. N., RODRIGUES, M.C.S. Comunicação Efetiva no Trabalho em Equipe em Saúde: Desafio para a Segurança do Paciente. Cogitare Enfermagem, v. 20, n.3, p.636-640, 2015.

OLINO, L. et al. Comunicação efetiva para a segurança do paciente: nota de transferência e Modified Early Warning Score. Rev Gaúcha Enferm, n.40, p.1-9, 2019.

PEREIRA, F.G.F. et al. SEGURANÇA DO PACIENTE E PROMOÇÃO DA SAÚDE: uma reflexão emergente. Revista Baiana de Enfermagem, v. 23, n.1, p.1-9, 29(3):271-278, 2015.

SANTOS, D. et al. Segurança do paciente: uma abordagem acerca da atuação da equipe de enfermagem na unidade hospitalar. Revista Temas em Saúde, v. 17, n.2, p.213-225, 2017.

SANTOS, G.R.S. et al. Comunicação no handoff na terapia intensiva: nexos com a segurança do paciente. Escola Anna Nery, v. 22, n.2, p.1-12, 2018.

SIMAN, A.G. et al. A prática de notificação de eventos adversos em um hospital de ensino. Rev Esc Enferm USP, 51e03243, 2017.

TARTAGLIA, A. et al. Communication, destructive behaviors and patient safety. Rev. Sobecc, v. 23, n.4, p.226-230, 2018.

WAMI, S.D. et al. Patient Safety Culture And Associated Factors: A Quantitative And Qualitative Study Of Healthcare workers’ View In Jimma Zone Hospitals, Southwest Ethiopia. BMC Health Services Research, v.16, p. 495-505, 2016.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v15i55.3030

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Tatiane de Oliveira Santos, Maria Adriely Cunha Lima, Victória Santos Alves, Maria Caroline Andrade Ribeiro, Raquel Santos Alves, Mércia Rocha Souza, Fernanda Vasconcelos Prado Correia, Ana Carolina Amorim Oliveira, Larissa Ferreira Sales, Halley Ferraro Oliveira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: