Sustentabilidade e Branding no Processo de Consolidar a Marca / Sustainability and Branding in the Brand Consolidation Process

Elexandro Silva Batista, Maria Erilucia Cruz Macêdo 

Resumo


O estudo teve como objetivo geral verificar o impacto da aplicação de estratégias sustentáveis para o fortalecimento da empresa quanto a sua marca. E como objetivos específicos, conceituar branding, apresentar as definições de sustentabilidade e suas ações, confrontar as ações sustentáveis com a consolidação de uma marca. A pesquisa trata-se de uma revisão bibliográfica, com procedimento qualitativo. Com o levantamento bibliográfico notou-se que as empresas que usa ações de sustentabilidade para consolidar sua marca, os seus resultados alcançados, podem ser financeiramente viáveis e altamente lucrativos, mas observa-se que a importância dos aspectos sociais e ambientais pela a empresa estão mais evidenciados, em contrapartida, sua marca se torna mais fortalecida na visão dos consumidores. Foi possível observar que os consumidores estão visivelmente mais exigentes como os produtos e serviços ofertados, e preocupados com desperdícios dos recursos naturais visando o destino das gerações futuras. No âmbito empresa, a mesma encontra-se em um nicho de mercado altamente competitivo, porém, sua marcar está fortalecida na visão dos consumidores, por englobar na sua cultura organizacional os pilares da sustentabilidade.


Texto completo:

PDF

Referências


BRITO, C.M. Marca e sua potencial de conquistar consumidores. 2017. Disponível em: http://imagensdemarca.sapo.pt/opinioes/detalhes.php?id=1028> Acesso em: 22 de mai. de 2017.

COSTA, S.D. Gestão em Recursos Humanos. Pessoas como foco central. São Paulo,

DIAS, R. Gestão Ambiental: Responsabilidade Social e sustentabilidade - 1. Ed. – 4 reimpr. – São Paulo: Atlas, 2009.

DONNICI, Maíra. Quando o produto torna-se um detalhe. Disponível em: http://www.albertoclaro.pro.br . Acesso em: 21 nov. de 2018.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002.

GUIMALHÃES, R. Branding: Uma nova filosofia de gestão: Revista ESPM, São Paulo: V. 10, ano 9, p. 86 – 103, março/ abril 2013.

GUIMARÃES, R. P.; FEICHAS, S. Q. Desafios na construção de indicadores de sustentabilidade: Ambiente & Sociedade, v.12, n.2, p.307-323, 2009.

KOTLER, P. Administração de Marketing, São Paulo: Pearson, 2006.

LAVER, F. F. Da Administração De Recursos Humanos à Gestão de Pessoas:setor gestão de pessoas. São Paulo, 2012.

LIMA, Castro.Clima organizacional: Fator de satisfação no trabalho e resultados eficazes na organização. Disponível em https://www.aedbes.br/segetrdt/arquivos/artigos12/37116504.pdf.IX SEG e T 2010.acesso 14 nov. 2018.

MACHADO, L. A. F.: Analise e levantamento da sustentabilidade no Brasil, São Paulo: Atlas, 2006.

MARTINS, J. R. Branding: o manual para você criar, gerenciar e avaliar marcas. São Paulo: Copyright, 2006.

MARTINS, M. F.; CÂNDIDO, G. A. Índice de desenvolvimento sustentável para municípios (IDSM): metodologia de cálculo e análise do IDSM e a classificação dos níveis de sustentabilidade para espaços geográficos. João Pessoa: Sebrae, 2008.

MILHÕES, N. H. Gestão de Pessoas por Competências: Uma ferramenta Estratégica. Rio de Janeiro, 2009.

NUNES, G. Gestão Estratégica da Marca. Revista FAEBUSINESS, nº 7, Nov. 2005

OLIVEIRA, A. R. Branding ao Ponto. Revista ADG, Janeiro 2002. PAVITT

PAIXÃO, R. B. Estratégias gerencias para fortalecimento da marca. 4. Ed., São Paulo: Pearson, 2009.

PHILIPPI, L. S. A Construção do Desenvolvimento Sustentável.

Questões Ambientais – Conceitos, História, Problemas e Alternativa. 2. ed, v. 5. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2001.

RODRIGUES, D. Um Breve Panorama do Branding. Anais do Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento e Design. P&D, Paraná, 2006.

SACHS, I. Rumo à Ecossocioeconomia: teoria e prática do desenvolvimento. São Paulo: Cortez Editora, 2007.

SANTOS, A.A. Empresas Modernas: Cultura Organizacional nos tempos modernos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2000.

SARMENTO, P. A marca na estratégia de marketing. Lisboa, 2006. Disponível em: Acesso em: 03 de nov. 2018

SILVA, A. Introdução à metodologia da ciência. São Paulo: Atlas, 2000.

VIEIRA, T. F. Evolução da Gestão de Recursos Humanos:Estratégias do setor de gestão de pessoas, 2015.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v15i54.2972

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Elexandro Silva Batista, Maria Erilucia Cruz Macêdo 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: