O contrato de urgência sob o Regime Especial de Direito Administrativo (REDA) e seus efeitos para a Gestão de Pessoas no Funcionalismo Público / The urgency contract under the Special Regime of Administrative Law (SRAL) and its effects for the Management of People in Public Functioning

Cecília Luísa Rodrigues, Evandro Vilas Boas Filho

Resumo


Em todas as organizações da sociedade há a necessidade de recrutar e selecionar pessoas para ocuparem os cargos e funções, sejam elas públicas ou privadas. O presente trabalho tem por objetivo analisar os efeitos da contratação de pessoal através do Regime Especial de Direito Administrativo (REDA) em detrimento da realização de concurso público efetivo. Como objetivos específicos tem-se: caracterizar os principais conceitos relativos ao processo de captação e desenvolvimento de pessoas (recrutamento, seleção, treinamento e desenvolvimento de pessoas); apresentar a forma de admissão temporária por REDA no serviço público; refletir os impactos da utilização da contratação temporária para admissão de pessoal no funcionalismo público para o processo de gestão de pessoas. Para tanto, utilizou-se como metodologia a pesquisa bibliográfica e documental. Como resultado, percebe-se que o contrato temporário de caráter urgente no setor público traz consequências negativas do ponto de vista da gestão de pessoas, decorrente principalmente da contradição entre a necessidade de se possuir um quadro pessoal constantemente treinado e capacitado e da peculiaridade da não retenção desses profissionais sob esse regime.

Palavras-chave


Gestão de Pessoas. Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. Regime Especial de Direito Administrativo (REDA)

Texto completo:

PDF

Referências


BOHLANDER, George Bohlander, SNELL, Scott Snell. Administração de Recursos Humanos. –Tradução as 14ª edição norte-americana. São Paulo: Cengage Learning, 2010.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/ConstituicaoCompilado.htm. Acesso em 16 abr. 2019.

BRASIL. Lei 8.429 de 02 de junho de 1992. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8429.htm. Acesso em 18 abr. 2019.

BRASIL. Lei 8.745 de 09 de dezembro de 1993. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L8745compilada.htm. Acesso em 18 abr. 2019.

CARVALHO FILHO, José dos Santos. Manual de direito administrativo. 4. ed. Rio de Janeiro: Lúmen Júris, 1999.

CARVALHO, Antônio Vieira; NASCIMENTO, Luiz Paulo. Administração de Recursos Humanos. vol. 1. São Paulo: Pioneira, 1993.

CHIAVENATO, Idalberto. Desempenho humano nas empresas: como desenhar cargos e avaliar o desempenho para alcançar resultados. 6. ed. Barueri: Manole, 2005.

CHIAVENATO, Idalberto. Planejamento, recrutamento e seleção de pessoal: como agregar talentos à empresa. São Paulo: Manoele, 2009.

DA SILVA, José Afonso. Curso de Direito Constitucional Positivo. 27. ed. rev. e atua. São Paulo: Editora Malheiros, 2006.

FRANÇA, Ana Cristina Limongi; ARELLANO, Eliete Bernal. Os processos de recrutamento e seleção. In: FLEURY, Maria Tereza Leme (Coord.). As pessoas na organização. 11. ed. São Paulo: Gente, 2002.

FRANÇA, Ana Cristina Limongi. Prática de Recursos Humanos – PRH: conceitos, ferramentas e procedimentos. São Paulo: Atlas, 2009.

GIL, Antônio Carlos. Gestão de Pessoas. São Paulo: Atlas, 2001.

MEIRELLES, Hely Lopes. Direito Administrativo Brasileiro. 27. ed. São Paulo: Editora Malheiros, 2006.

MARRAS, Jean Pierre. Administração de Recursos Humanos. 13. ed. São Paulo: Saraiva, 2009.

Id on Line Rev. Mult. Psic. V.13, N. 45, p. 734-749, 2019 - ISSN 1981-1179 Edição eletrônica em http://idonline.emnuvens-.com.br/id

MARRAS, Jean Pierre. Administração de Recursos Humanos: do operacional ao estratégico. 3ª ed. São Paulo: Futura, 2007.

MILKOVICH, George T.; BOUDREAU, Jonh W. Administração de Recursos Humanos. São Paulo: Atlas, 2009.

OLIVEIRA, Luciana Sarkis de. Gestão de Pessoal: Métodos e Processos de Recrutamento e Seleção. Trabalho de conclusão de curso (Monografia). Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas – FASA. Brasília, 2015.

PAROLIN, S. R. H. Características organizacionais e espaço para a criatividade em organizações inovativas. Tese (Doutorado em Administração). Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo. São Paulo, 2008.

ROBBINS, Stephen P. Administração: Mudanças e Perspectivas. São Paulo: Editora Saraiva, 2002.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v13i45.1779

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: