As Dificuldades dos Alunos do Ensino Médio na Aprendizagem da Língua Portuguesa: Um Estudo de Caso na Escola Estadual São João Batista – Araripina – Pernambuco, Brasil

Dijalva Ferreira Lima Alves, Maria Jucilene Lopes Leite

Resumo


O ensino da Língua Portuguesa, tornou-se um dos grandes gargalos da educação, não apenas de pesquisas acadêmicas, mas também de debates, cursos, seminários e demais eventos científicos, nos quais se discutem problemas relacionados ao processo de ensino-aprendizagem formal da Língua Portuguesa e alternativa para a resolução do problema. Esta pesquisa que tem como objetivo “conhecer as dificuldades dos alunos do ensino médio em relação à aprendizagem da Língua Portuguesa” sente a necessidade de maior reflexão sobre as bases desse processo e, consequentemente, sobre o redimensionamento das atividades de sala de aula, devido ao fato de grande parte dos alunos da educação básica, em particular do ensino médio da escola Estadual São João Batista, não conseguem produzir textos linguisticamente relevantes e adequados aos diferentes propósitos a que um texto pode servir. Acredita-se que, para o professor de Língua Portuguesa, a principal tarefa a ser realizada é a de tornar os alunos leitores críticos e competentes produtores de textos, bem como, poder contar com o apoio dos demais professores dos outros componentes curriculares para que possam  contribuir no ensino Língua Portuguesa, resolvendo se não total, ao menos parcial a problemática em estudo.

 



Palavras-chave


Ensino da Língua Portuguesa; Professor e Aluno; Educação Básica

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL, MEC. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Língua Portuguesa. Vol.2 Brasília, DF: MEC/SEF, 1997.

CECCANTINI, João Luís. Leitores iniciantes e comportamento perene de leitura. In: 1 ed. São Paulo: Global, 2009.

CORACINI, Maria José R. Faria. Concepções de leitura na (pós-modernidade). In: São João da Boa Vista, SP: Unifeob, 2005.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

_____________. A importância do ato de ler. In: ABREU, Márcia (org.). Leituras no Brasil: antologia comemorativa pelo 10º Cole. Campinas, SP: Mercado de Letras, 1995.

GIESTA, N. C. Cotidiano escolar e formação reflexiva do professor: moda ou valorização do saber docente? 2. ed. Araraquara: Junqueira & Marin editores, 2005.

KLEIMAN, A. B. e MORAES, S. E. Leitura e interdisciplinaridade. Campinas, SP: Mercado de Letras, 1999.

LA TAILLE, Y. de. Escola e professores sob o olhar do aluno. Revista Pátio. Porto Alegre: Artmed, ano X, n. 40, nov. 2006/jan. 2007.

PEREIRA, Leda Tessari Castello. Leitura de estudo: ler para aprender a estudar e

SILVA, H. C. da (orgs.). Linguagens, leituras e ensino da ciência. Campinas, SP: Mercado de Letras e Associação de Leitura do Brasil, 1998.

SILVA, Rovilson José da et al. Formar leitores na escola. In: Fazeres cotidianos na Biblioteca escolar. São Paulo: Polis 2006.

SIMÔES, Luciene Juliano. Texto e interação na aula de língua materna. In: SZEWCZYK, Sonia et al (orgs.). Ler e escrever: compromisso no Ensino Médio. Porto Alegre: Editora da UFRGS e NIUE/UFRGS, 2008.

SOARES, M. B. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 1998.

SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v12i41.1279

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: