Professor e Coordenador: Parceiros no Trabalho Pedagógico

Maria Irisdene Batista Barreto, Sayonara Abrantes de Oliveira Uchoa, Symara Abrantes Albuquerque de Oliveira Cabral, Hermes Melo Teixeira Batista

Resumo


Apresenta as reflexões acerca da construção do conceito de trabalho docente, situação que, nos últimos anos, tem levado em conta uma abordagem discursiva e, vários elementos constitutivos da atividade educacional. Partimos então do pressuposto de que a prática docente realizada de forma satisfatória deve ser construída com base na investigação. Assim, objetiva analisar as representações que uma professora e uma coordenadora têm acerca das prescrições que são determinadas para orientar o agir de ambas. Os dados que compõem o corpus foram coletados a partir de uma entrevista semiestruturada com uma professora recém-formada que leciona língua portuguesa em uma escola do estado da cidade de Cajazeiras e outra que é psicopedagoga e atua como coordenadora pedagógica no IFPB, na cidade de Princesa Isabel no estado da Paraíba. Sob a ótica da linha teórica do Interacionismo Sociodiscursivo (ISD) (BRONCKART, 2008) e, em especial, à luz dos conceitos oriundos das Ciências do trabalho (SAUJAT 2004; BUENO, 2009) estabelecemos a ponte entre linguagem e trabalho educacional a fim de compreender a atividade docente,  ancora-se, ainda, em Bronckart e Machado (2004), Saujat (2004), Bueno (2009), Machado (2009), entre outros. Contribui, pois, para a reflexão sobre parcerias necessárias ao ensino.

 

 


Palavras-chave


Ensino. Pedagogia. Relações de ensino

Texto completo:

PDF

Referências


AMIGUES, René. Trabalho do professor e trabalho de ensino. In: MACHADO, Anna Rachel (Org). O ensino como trabalho: uma abordagem discursiva. São Paulo: EDUEL, 2004, p. 39-41-42.

BRONCKART, Jean-Paul. Atividades de linguagem, texto e discurso: por um interacionismo sócio-discursivo. São Paulo: EDUC, 1999.

__________. Atividade de linguagem, Discurso e desenvolvimento Humano. São Paulo: Mercado de Letras, 2006, p. 208.

__________. MACHADO, Anna Rachel. Procedimentos de análise de textos sobre o trabalho educacional. In.: MACHADO, Anna Rachel (Org.). O ensino como trabalho: uma abordagem discursiva. São Paulo: Eduel, 2004.

___________.O trabalho como agir e a formação pela análise do trabalho. In.; BRONCKART, Jean-Paul. O Agir nos discursos: das concepções teóricas às concepções dos trabalhadores. São Paulo: Mercado das Letras, 2008.

CLOT, Yves. A função psicológica do trabalho. São Paulo: Editora Vozes, 2006.

MACHADO, Anna Rachel e BRONCKART, Jean-Paul. (re)configurações do trabalho do professor construídas nos e pelos textos: a perspectiva metodológica do grupo ALTER-LAEL. In: MACHADO, A. R. e colaboradores; CRISTÓVÃO, V. L. L., ABREU-TARDELLI, L. S. (Orgs.) Linguagem e educação: o trabalho do professor em uma nova perspectiva. Campinas-SP: Mercado de Letras, 2009.

MEDRADO, Betânia Passos. Leituras do Agir Docente: a atividade educacional à luz da perspectiva interacionista sociodiscursiva.v. 12, campinas, SP: Pontes Editores, 2011, p.22, 27.

________. A entrevista como espaço de construção de identidade. In. Anais do IV Simpósio Internacional de estudos de Gêneros textuais, tubarão, santa catarina, 2007, v. 01, p. 733755. http://74.125.155.132/scholar?q=cache: 7F WLdVIL8iwJ:scholar google.com/&hl=pt-Br&as_sdt=2000. Acessoem 25 jan, 2010.

PIMENTA, Selma Garrido. O Pedagogo na Escola Pública. 3. Ed. São Paulo. Edições Loyola, 1995.

SAUJAT, Frédéric. O trabalho do professor nas pesquisas em educação: um panorama. In.: MACHADO< Anna Rachel (Org.).O ensino como como trabalho: uma abordagem discursiva. Londrina: EDUEL, 2004.

TOGNATO, Maria Izabel Rodrigues. A (re)construção do trabalho do professor de inglês pela linguagem (Tese de doutorado em Linguística Aplicada e estudos da Linguagem). São Paulo: PUC, 2009.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v12i41.1256

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: