Análise de clima organizacional e ações de endomarketing em uma empresa do campo: um estudo de caso na empresa GrandValle

Hesler Piedade Caffé Filho, Ludimilla Macedo de Andrade, Paula Nely Vasconcelos Theotonio

Resumo


Este estudo tem como objetivo identificar as percepções dos colaboradores de campo em relação às ações de endomarketing realizadas pela fazenda GrandValle Agrícola, de Casa Nova (BA). A escolha da fazenda em questão se deu pela importância do negócio para a região e pela massiva contratação de trabalhadores rurais por ela e em todo o Vale do São Francisco. Para tanto, partimos de um pesquisa exploratória com estudo de caso de abordagem qualitativa. No intuito de avaliar o clima organizacional, foi aplicado um questionário estruturado, com amostra aleatória simples, a 20 trabalhadores do setor de manga e 46 colaboradores atuantes do segmento de uva. As dimensões contempladas foram: condições de trabalho, segurança, comunicação, liderança, relacionamento interpessoal, compensação e reconhecimento. Após identificar problemas como absenteísmo e falhas na comunicação entre trabalhadores e gestores, são sugeridas três ações que podem vir a sanar os problemas encontrados, bem como possíveis desdobramentos deste artigo científico.

 

 


Palavras-chave


Endomarketing; Qualidade de Vida no Trabalho; Pesquisa de Clima Organizacional; Agronegócio.

Texto completo:

PDF

Referências


BEKIN, Saul F. Conversando Sobre Endomarketing. São Paulo: Makron Books, 1995;

BEKIN, Saul Faingaus. Endomarketing: como praticá-lo com sucesso. São Paulo, SP: Prentice Hall, 2004;

BRUM, Analisa de Medeiros. Endomarketing como estratégia de gestão: encante seu cliente interno. Porto Alegre: Editora L&PM, 1998;

CERQUEIRA, Wilson. Endomarketing: educação e cultura para a qualidade. Rio de Janeiro, RJ: Qualitymark, 1994;

CHIAVENATO, Idalberto. Recursos humanos: O capital humano das organizações. 8. ed., 3. reimpr.- São Paulo: Atlas, 2006;

CLIMA ORGANIZACIONAL NA EMPRESA RURAL – UM ESTUDO DE CASO (PDF Download Available). Available from: https://www.researchgate.net/publication/286456165_Clima_Organizacional_na_empresa_rural_-_um_estudo_de_caso [accessed Oct 15 2017];

DAVIS, J. H.; GOLDBERG, R. A. A concept of agribusiness. Boston: Harvard University,1957;

GRANDVALLE. Disponível em . Acesso em 17/10/2017;

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2008;

GRÖNROOS, Christian. Marketing: gerenciamento e serviços. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003;

GUIMARÃES, M. C. Clima organizacional em empresa rural - um estudo de caso. Caderno de Pesquisas em Administração, São Paulo, v. 11, nº 3, p.11-27. 2004;

Hackman, R. & Oldham, G.R. (1975). Development of the Job Diagnostic Survey. Journal of Applied Psychology, 60(2),159-170;

KOYS, D.; DECOTIIS, T. Inductive measures of psychological climate. Human Relations, 44 (3), p. 265-285, 1991;

KOLB, D. A. et al. Psicologia Organizacional:Uma Abordagem Vivencial. São Paulo,Atlas, 1986;

LIMONGI-FRANÇA, A.C. (2003). Qualidade de Vida no trabalho - QVT: Conceitos e práticas nas empresas da sociedade pós-industrial. São Paulo: Atlas;

LITWIN, G. H.; STRINGER, R. A. Motivation and organizational climate. Cambridge: Harvard University Press, 1968;

MINAYO, M. C. S. (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2001;

PONCE, F. A. U. Marketing interno: um estudo de caso no setor de franqueado do ramo de perfumaria e cosméticos nas cidades de São Paulo e Osasco. São Paulo. 1995. Tese Doutorado em Administração) - Departamento de Administração da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo;

PUENTE-PALACIOS, Kátia; FREITAS, Isa Aparecida de. Clima organizacional: uma análise de sua definição e de seus componentes. Organ. Soc., Salvador , v. 13, n. 38, p. 45-57, Sept. 2006 . Available from . access on 17 Oct. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S1984-92302006000300003;

QUICK, T. C.; LAPERTOSA, J. B. Análise do absentismo em usina siderúrgica. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, 1982;

RESENDE, E.; TAKESHIMA, M. L. RH em tempo real: conceitos e ferramentas modernas para gestão de recursos humanos. Rio de Janeiro: Qualitymark Ed., 2000;

SBRAGIA, R. Um estudo empírico sobre clima organizacional em instituições de pesquisa. Revista de Administração, v. 18, n. 2, p. 30-39, 1983;

SCHIRRMEISTER, Renata; LIMONGI-FRANÇA, Ana Cristina. A qualidade de vida no trabalho: relações com o comprometimento organizacional nas equipes multicontratuais. Rev. Psicol., Organ. Trab., Florianópolis , v. 12, n. 3, p. 283-298, dez. 2012. Disponível em . acessos em 14 out. 2017;

TAMAYO, A. Valores e clima organizacional. In: PAZ, M. G. T.; TAMAYO, A. (Orgs.). Escola, saúde e trabalho: estudos psicológicos. Brasília: UnB, 1999. p. 241-269;

WALTON, R.E. (1973). Quality of Working Life: What is it? Sloan Management Review, 15(1),11-21;

WEIRICH, Claci Fátima; MUNARI, Denize Bouttelet; BEZERRA, Ana Lúcia Queiroz. Endomarketing: ensaio sobre possibilidades de inovação na gestão em enfermagem. Rev. bras. enferm., Brasília , v. 57, n. 6, p. 754-757, dez. 2004 . Disponível em . acessos em 01 nov. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672004000600026;

WESTLEY, W.A. (1979). Problems and Solutions in the Quality of Working Life. Human Relations, 32(2),113-123;

ZIBORDI, M. S.; CARDOSO, J.L; ROCHA, J.V. et al. Estrutura do capital e volume dos negócios em um grupo de pequenas empresas rurais. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ADMINISTRAÇÃO RURAL, 2, 1997. Uberaba. Anais... Uberaba: ABAR, 1997. p. 96-105.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v12i39.995

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: