Prevalência e Fatores Associados com o Consumo de Benzodiazepínicos por Acadêmicos de Enfermagem e Farmácia de uma Faculdade Particular do Sudoeste da Bahia

Bruno Silva Ribeiro, Rafael Luiz de Araújo Rodrigues, Stênio Fernando Pimentel Duarte

Resumo


Com o objetivo de estimar a frequência de uso de benzodiazepínicos e seus determinantes entre acadêmicos de enfermagem e farmácia de uma instituição privada do sudoeste da Bahia, realizou-se um estudo transversal com 135 e 249 estudantes dos respectivos cursos, que responderam um questionário semiestruturado analisado através da estatística descritiva. A prevalência da frequência de uso foi maior para o Clonazepam e o Diazepam, sendo que os usuários evidenciaram ter feito uso ao menos uma vez na vida motivados pela ansiedade e falta de sono, em contrapartida pode-se constatar que a sonolência excessiva foi o efeito colateral mais prevalente. Conclui-se que o consumo de benzodiazepínicos entre os universitários é problema que deve ser enfrentado através da implantação de ações preventivas, ampliando a discussão dessa temática de forma interdisciplinar visando o uso racional a fim de reduzir danos a saúde que essa prática ocasional.

 


Palavras-chave


Estudantes. Psicotrópico. Uso indiscriminado

Texto completo:

PDF

Referências


BOTTI, N C L; LIMA, A F D & SIMÕES, W M B. Uso de substâncias psicoativas entre acadêmicos de enfermagem da Universidade Católica de Minas Gerais. SMAD, Rev Eletrônica Saúde Mental Álcool Drog. (Ed. port.) [online]. 2010, vol.6, n.1, p. 1-16.

BRASIL. Boletim de Farmacoepidemiologia do SNGPC. Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados – ANVISA, vol. 2, ano 1, p. 01-09, 2011, www.anvisa.gov Organização Mundial da Saúde. Classificação estatística internacional de doenças e problemas relacionados à saúde, 10a revisão.

BRASIL. Secretaria de Vigilância Sanitária. Aprova o Regulamento Técnico sobre Substâncias e Medicamentos Sujeitos a Controle Especial. Portaria n. 344, de 12 de maio de 1998.

DEHGHAN-NAYERI, N et al. Effects of progressive relaxation on anxiety and quality of life in female students: A non-randomized controlled trial. Complementary Therapies in Medicine, Vol. 19, Issue 4, 194 – 200, 2011.

GARCIA, J O; MACEDO, K M P; GARCIA, F A O; NEVES, S A. Uso indevido de benzodiazepínicos. Faculdade de Ciências Aplicadas Dr. Leão Sampaio; Juazeiro do Norte, 2008.

HOLLINGWORTH, S. A., & SISKIND, D. J. Anxiolytic, hypnotic and sedative medication use in Australia. Pharmacoepidemiology Drug Saf. 2010 mar; 19(3): 280–88.

MELINCAVAGE, S M. Student nurses' experiences of anxiety in the clinical setting. Nurse Educ Today 2011;31:785-789.

MENDES, C M M. Estudo farmacoepidemiológico de uso e prescrição de benzodiazepínicos em Teresina. 2015. 151f. Tese (Doutorado em Farmacologia) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.

MERRELL, K. W. Helping Students overcome depression and anxiety: a pratical guide.2ª Edição; Nova Iorque: Guilford press; 2008.

PICOLOTTO, E; LIBARDONI, L F C; MIGOTT, A M B & GEIB, L T C. Prevalence and factor associated with psychoactives substances consumption for academics of Nursing of the University of Passo Fundo. Ciên saúde colet 2010;15(3):645-654.

RANG, H. P., & DALE, M. M. Rang and Dale's Pharmacology. 7th ed. Edinburgh: Elsevier Churchill Livingstone, 2012.

SANTOS, C. A. G. Descontinuação do uso indiscriminado de benzodiazepínicos entre os usuários da UBS Rasa em Ponte Nova - MG. 28f. Monografia (Especialização em Estratégia Saúde da Família) - Universidade Federal de Minas Gerais. Faculdade de Medicina. Núcleo de Educação em Saúde Coletiva. Ponte Nova, 2014.

SILVA, M.L. et al. Use of psychoactive substances in students at a public university. ABCS Health Sci, Marília-SP, 2014. 160-166.

SOUZA, A R L; OPALEYE, E S & NOTO, A R. Contextos e padrões do uso indevido de benzodiazepínicos entre mulheres. Ciênc. saúde coletiva, vol.18, n.4, p.1131-1140, 2013.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v11i38.887

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: