Uso de Geotecnologias no Estudo do Assoreamento do Açude de Vaca Brava – PB

Breno Tavares da Silva, Guttemberg da Silva Silvino, Aramis de Albuquerque Farias

Resumo


Atualmente, parece que os políticos e a população esqueceram o que é mata ciliar e sua importância, pois ao lado dos rios, reservatórios e lagos urbanos, em geral, não encontramos mais florestas conservadas. No meio rural o avanço da agricultura contribuiu para a redução da vegetação nas margens dos corpos d’água, criando um ambiente de insegurança hídrica. O reflexo dessas atividades, desenvolvidas nas bacias hidrográficas, é sentido diretamente nos rios e reservatórios. Com o solo descoberto ou com pouca vegetação, ocorre o transporte de sedimentos pela ação das chuvas, ocasionando o assoreamento e eutrofização dos corpos d’água. Este trabalho teve como principal objetivo mostrar os resultados obtidos no levantamento batimétrico automatizado do açude de Vaca Brava. A metodologia consistiu na utilização de técnicas de posicionamento por satélites (GPS) para a realização da batimetria, bem como de topografia convencional, além de recursos do sensoriamento remoto para a confecção de cartas digitais da microbacia. Os resultados da batimetria comparados com os dados do projeto inicial nos mostrou que houve uma diminuição no volume do reservatório de 10,50%, em 75 anos de funcionamento, correspondendo a uma taxa de 0,14% ao ano (abaixo da média nacional que é de 0,5%). Este baixo valor na taxa de assoreamento nos faz concluir o quanto é importante a conservação e preservação da mata ciliar no entorno e principalmente a montante dos reservatórios.

 

 


Palavras-chave


Cobertura vegetal. Bacia hidrográfica. Geoprocessamento

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério da Agricultura. Escritório de Pesquisa e Experimentação. Equipe de Pedologia e Fertilidade do Solo. Estado da Paraíba. I. Interpretação para uso agrícola dos solos do Estado da Paraíba. Rio de Janeiro, 1972 (Boletim Técnico, 15; SUDENE. Série Pedologia, - ).

CARVALHO, N. O.; JÚNIOR, N. P. F.; SANTOS, P. M. C. e LIMA, J. E. F. W., Guia de Avaliação de Assoreamento de Reservatórios, Brasília, DF, ANEEL – 2000.

CORRÊA FILHO, C.R.R.; ALBERTIN, L.L.; MAUAD, F.F. Determinação dos polinômios cota x área x volume utilizando a sonda acoustic doppler profiler (adp) no reservatório de barra bonita – SP. Revista Minerva: Pesquisa e Tecnologia. v. 2, n. 1, jan/jun 2005.

DREW, David. Processos interativos homem-meio ambiente. 4ª ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998, pp 92-94, 158;

PARAÍBA. Secretaria da Educação. Universidade Federal da Paraíba. Atlas Geográfico da Paraíba. João Pessoa: GRAFSET, 1985.

SIRIGATE, Priscila. Gestão da qualidade ambiental da água de mananciais de abastecimento público como estratégia de redução de custos. In: ENCONTRO NAC. DE ENG. DE PRODUÇÃO, 25., 2005, Porto Alegre. ENEGEP 2005. Porto Alegre: Abepro, 2005. p. 5288 - 5294. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2011.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v11i37.857

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: