A Influência da Reforma Gerencial sobre a Cultura Organizacional no Âmbito da Gestão Escolar

Clarície Novaes Valgueiro Barros, Jocimara Santos de Moura, Niuvania Layze Muniz Brandão, Lucimara Araújo Campos Alexandre

Resumo


A reforma gerencial tentou introduzir na Administração Pública brasileira, até então marcada pelas disfunções dos modelos anteriores, princípios já aplicados pela gestão empresarial, sobretudo o foco no resultado e a busca pela excelência. O presente trabalho tem como objetivo, através da pesquisa bibliográfica, analisar a influência da reforma gerencial sobre a cultura organizacional na gestão escolar, identificando as ações implementadas para promover a mudança cultural bem como os principais entraves a essa implementação. Percebe-se que a implementação dos princípios da Administração Gerencial no âmbito escolar vem se desenvolvendo de forma lenta, visto a complexidade da cultura organizacional em um ambiente tradicionalista como a escola, o que ratificou a importância do incentivo a iniciativas como a participação democrática na gestão escolar e a descentralização da gestão como auxiliares na assimilação das práticas gerenciais na cultura organizacional escolar com o fim de aumentar os resultados e a melhoria da educação no Brasil.


Palavras-chave


Administração Pública; Reforma Gerencial; Cultura Organizacional; Gestão Escolar

Texto completo:

PDF

Referências


BENNIS, W. A Formação do Líder. São Paulo: Atlas, 162 p, 1996.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabe¬lece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF, 1996.

BRESSER-PEREIRA, L. C. Da Administração Pública Burocrática à Gerencial. In: BRESSER PEREIRA, L. C.; SPINK, P. Reforma do Estado e Administração Pública Gerencial. 5. ed. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2003.

CAPOBIANGO, R. P. et al. Reformas Administrativas no Brasil: uma abordagem teórica e crítica. In: ENCONTRO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E GOVERNANÇA, 2010, Vitória-ES. Artigo... Vitória: ANPAD, 2010. Disponível em Acesso em: 10 set. 2016.

CASTRO, A. M. D. A. Administração Gerencial: a nova configuração da gestão da educação na América Latina. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, v.24, n.3, p. 389-406, set./dez. 2008. Disponível em . Acesso em 31 mar. 2017.

CASTRO, A. M. D. A. Gerencialismo e Educação: estratégias de controle e regulação da gestão escolar. In, CABRAL NETO, A. et al(orgs.). Pontos e contrapontos da política educacional: uma leitura contextualizada de iniciativas governamentais. Brasília:DF, Líber Livro Editora, 2007. p.131

CHIAVENATO, I. Administração Geral e Pública. 2.ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

COELHO, D. M. Elementos Essenciais ao Conceito de Administração Gerencial.Revista de Informação Legislativa. Brasília, ano 37, n. 147, jul./set., 2000. Disponível em . Acesso em 20 abr. 2017.

COSTA, F. L. História das Reformas Administrativas no Brasil: narrativas, teorizações e representações. Revista do Serviço Público, Brasília, v. 59, n. 3, p. 271-288, 2008.

DANDRIDGE, T., MITROFF, I.; JOYCE, W. Organizational Symbolism: a topic to expand organizational analysis. Academyof Management Review, Vol. 5, pp. 248-56, 1980.

FARO, V. H. Gestão Escolar, Democracia e Qualidade do Ensino. São Paulo: Ática, 2007.

FLEURY, M.T. L. O desvendar a cultura de uma organização: uma discussão metodológica. In: FLEURY, M. T. L.; FISCHER, R.M. Cultura e poder nas organizações. São Paulo: Atlas, 1990.

FUNDO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A INFÂNCIA. Indicadores da Qualidade na Educação. UNICEF, PNUD, Inep-MEC (coordenadores). São Paulo: Ação Educativa, 2004.

GIL, A. C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

KÖCHE, J. C. Fundamentos de Metodologia Científica: teoria da ciência e prática da pesquisa. 14. ed. rev. amp. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

LUCK, H. Dimensões da Gestão Escolar e suas Competências. Curitiba: Editora Positivo, 2009.

NETO, A. C.; CASTRO, A. M. D. Araújo. Gestão Escolar em Instituições de Ensino Médio: entre a gestão democrática e a gerencial. Educ. Soc., Campinas , v. 32, n. 116, p. 745-770, Sept. 2011 . Disponível em . Acesso em 07 ago. 2017.

PARO, V. H. Administração escolar: introdução crítica. 2. ed. São Paulo: Cortez; Autores Associados, 1987.

PETTIGREW, A.M. On Studying Organizational Cultures. Administrative Science Quarterly, v. 24, p. 570-81, 1979.

PIMENTA, C. C. A Reforma Gerencial do Estado Brasileiro no Contexto das Grandes Tendências Mundiais. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, 32(5), p. 173-199, set./out., 1998. Disponível em . Acesso em 20 abr. 2017.

PONTES, R. N. (coord.); CRUZ, C. R. R; MELO, S. M. Relações Sociais e Violências nas Escolas. Belém: UNAMA, 2007.

PUCCINI, L. R. S. et al. Comparativo entre as Bases de Dados PubMed, SciELO e Google Acadêmico com o Foco na Temática Educação Médica. Cadernos Unifoa, Volta Redonda, ed. 28, p. 75-82, ago. 2015. Disponível em . Acesso em 24 jul. 2017.

REZENDE, F. da C. O dilema do Controle e a falha sequencial nas reformas gerenciais. Revista do Serviço Público, v. 53, n.3, 2002.

______. Por que falham as reformas administrativas. Rio de Janeiro: FGV, 2004.

RIBEIRO, L. M. de P.; PEREIRA, J. R.; BENEDICT, G. C. As Reformas da Administração Pública Brasileira: Uma Contextualização do seu Cenário, dos Entraves e das Novas Perspectivas. In: ENCONTRO DA ANPAD, 37., 2013, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ANPAD, 2013. p. 1 – 15.

ROSA, C. Gestão Estratégica Escolar. Petrópolis: Vozes, 2004.

SANTOS FILHO, H. Cultura Organizacional: uma análise crítica. Salvador: Memorial das Letras, 1999.

SILVA, A. do C. Evolução da Administração Pública no Brasil e Tendências de Novos Modelos Organizacionais. Cuiabá: ICE, 2013. Disponível em < www.ice.edu.br/TNX/storage/webdisco/.../27b4d512efbac7d37520bc37aa78cac1.pdf>. Acesso em 08 set. 2016.

SILVA, G. R. da. Tendências Actuais na Formação em Administração Educacional. Rev. Port. de Educação, v. 20 n.1 Braga jan. 2007, p. 221-245.

SOUZA, L. D. M.; RIBEIRO, M. S. de S. O Perfil do Gestor Escolar Contemporâneo: das permanências às incorporações para exercício da função. Espaço do Currículo, v.10, n.1, p. 106-122, Janeiro a Abril de 2017. Disponível em . Acesso em 28 jun. 2017.

VASCONCELOS, T. A Importância da Educação na Construção da Cidadania. Revista Saber (e) Educar, n. 12. Porto/Portugal: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti, 2007. Disponível em . Acesso em 09 set. 2016.

ZANELLA, L. C. H. Metodologia de Estudo e de Pesquisa em Administração. 2. ed. Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração/UFSC, 2012. 164p.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v11i37.809

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: