Violência Escolar e Paz numa perspectiva Subjetiva: um estudo a partir da vivência e religiosidade de alunos do último ano do Ensino Fundamental

Marcelo Maximo Purificação, Elisângela Maura Catarino, Eduardo Gusmão de Quadros

Resumo


Este estudo integrado na problemática geral da violência escolar e a necessidade de cultura de paz, faz parte da pesquisa desenvolvida no Programa de Doutorado em Ciências da Religião realizado na PUC-Goiás (2010-2014), cujo objetivo foi compreender as relações estabelecidas no ambiente escolar, o conceito e os tipos de violência e propagar a ideia da possibilidade de uma cultura de paz, a partir da representatividade do Sagrado construída na concepção de alunos do último ano do Ensino Fundamental de uma escola estadual em Luziânia - Goiás. Os procedimentos metodológicos perpassam por uma perspectiva histórico social multidisciplinar, embasados em pesquisa de cunho qualitativa e quantitativa. O diálogo teórico materializa em discussões com autores da Ciências da Religião, Educação, História, Filosofia, Sociologia e Teologia. À guisa de conclusão, entende-se, que as relações violentas são construídas nos contextos sociais e quando ocorridas na educação, promove o desinteresse e a insegurança no ambiente escolar. A representação do Sagrado materializado na voz dos sujeitos na PAZ pressupõe na escola toda forma de exclusão e a política de uma vivência harmoniosa.


Palavras-chave


Violência Escolar. Cultura de Paz. Experiência Religiosa. Subjetividade

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMOVAY, Miriam (Coord.). Escolas de paz. Brasília: UNESCO; Governo do Estado do Rio de Janeiro/SEE/UFRG, 2001.

______. Enfrentando a violência nas escolas: um informe do Brasil. In: FILMUS, Daniel et al. Violência na escola: América Latina e Caribe. Brasília: UNESCO, 2003.

______.Cotidiano das escolas: entre violências. Brasília: UNESCO no Brasil, 2005. Disponível em: Acesso em: fev. 2014.

ABRAMOVAY, Miriam; CASTRO, Mary Garcia. Caleidoscópio das violências nas escolas. Brasília: Missão Criança, 2006.

ABRAMOVAY, Miriam et al. Gangues, galeras, chegadas e rappers: juventude, violência e cidadania nas cidades da periferia de Brasília. Rio de Janeiro: Garamond,1999.

BERGER, P. O dossel sagrado: elementos para uma teoria sociológica da religião. São Paulo: Paulus, 2003.

BEYER, Peter. A privatização e influência pública da religião na sociedade global. In: ______. Cultura global: nacionalismo, globalização e modernidade. Petrópolis, vozes, 1998. p. 395-419.

BOURDIEU, Pierre. O campo científico. In: ORTIZ, R. Pierre Bourdieu. São Paulo: Ática, 1994. (Coleção Cientistas Sociais

BOURDIEU, Pierre et al. A miséria no mundo. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

CORRÊA, Rosa L. Teixeira. Cultura, cultura brasileira e religiosidade. Curitiba, PR: Ibpex, 2008

CORRÊA, Rosângela Azevedo. Cultura, educação para, sobre e na paz. In: MILANI, Feizi M.; JESUS, Cássia Dias P. de (Org.). Cultura de paz: estratégias, mapas e bússolas. Salvador: INPAZ, 2003.

DEBORD, Guy. A sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

FORACCI, Marialice M.; SOUZA MARTINS, José. Sociologia e sociedade: leituras de introdução à sociologia. Rio de Janeiro; São Paulo: Livros Técnicos e Científicos, 1980.

GALIMBERTI, Umberto. Rastros do sagrado: o cristianismo e a dessacralização do sagrado. São Paulo: Paulus, 2003.

GUIMARÃES, Marcelo Rezende. Cidadãos do presente: crianças e jovens na luta pela paz. São Paulo: Saraiva, 2002.

______. Um mundo novo é possível: dez boas razões para educar para a paz, praticar a tolerância, ser solidário, promover os direitos humanos. São Leopoldo: Sinodal, 2004.

KANT, Emmanuel. A paz perpétua. Porto Alegre: L&PM Editores, 1989.

______. (Org.). A paz perpétua: um projeto para hoje. São Paulo: Perspectiva, 2004.

OTTO, Rudolf. O Sagrado. Lisboa: Edições 70, 2005.

RIZZUTO, Ana Maria. O nascimento do Deus vivo: um estudo psicanalítico. São Leopoldo: Sinodal/EST, 2006.

SETTON, Maria da Graça Jacintho. As religiões como agentes da socialização. Cadernos CERU, São Paulo: USP, v. 19, p. 15-25, 2008.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v11i36.795

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: