Análise das Causas do Atraso na Remuneração dos Profissionais de Educação no Município de Ouricuri-PE

Edson Gomes da Silva, Fabiana Mendes da Costa, Jakleide Fernandes Falcão, Sheila Mikaella Alves Rezende, Luzia Coelho Rodrigues

Resumo


O presente estudo pretende contribuir com as discussões a respeito da necessidade de valorização dos profissionais de educação, principalmente sobre a remuneração dos contratados, especificamente do Município de Ouricuri Pernambuco. O mesmo traz como objetivo identificar os fatores responsáveis pela ocorrência do atraso na remuneração dos profissionais contratados, no âmbito da Secretaria de Educação do referido município. Com a finalidade de alcançar os objetivos propostos foi realizado entrevistas com os gestores onde constatou - se vários motivos que influenciam na gestão financeira causando irregularidade no pagamento de professores contratados. De acordo com a pesquisa, conclui - se que uma das causas do atraso das folhas de pagamento esta relacionado aos repasses do governo federal, pois o município não dispõe de recurso suficiente e depende da complementação da verba federal. Outro motivo e  a não realização de concurso público que provoca uma demanda de contratos temporários e consequentimente influencia no atraso do pagamento. Como solução para o problema foi apontada a realização do concurso público que segundo a opinião dos entrevistados sendo os profissionais concursados o repasse do governo federal fica assegurado para complementar à folha de pagamento dos servidores.

 



Palavras-chave


Gestão financeira, controle e remuneração do servidor

Texto completo:

PDF

Referências


AMORIM, Paulo, et al. Ambiente Econômico e Aprendizagem. Editora Autografia, Rio de Janeiro, 2016.

ALMEIDA, Marcus Garcia de; FREITAS, Maria do Carmo Duarte (org.). Desafios permanentes: Projeto Político Pedagógico, Gestão escolar, métricas no contexto das TICs. Rio de Janeiro, BRASPORT, 2015, 4 v. disponível em: . Acesso em: 25 jun.2016.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2006.

BARUSELLI, Franco. A vida é bela e la nave vá. São Paulo - SP. Baraúna. 2015.

BONAT, Débora. Metodologia da Pesquisa. 3ª. ed. Curitiba - PR. IESDE BRASIL S.A, 2009.

BRASIL. Artigo 205 Constituição Federal Texto promulgado em 05 de outubro de 1988. Dispões sobre Educação, da Cultura e do Desporto. Disponível em: https://www.senado.gov.br/atividade/const/con1988/CON1988_05.10.1988/art_205_.asp. Acesso em 25 de novembro de 2016.

COLARES, Maria Lília Imbiriba Sousa; PACÍFICO, Juracy Machado; ESTRELA, George Queiroga (org.). Gestão escolar: enfrentando os desafios cotidianos em escolas públicas. Curitiba, CRV, 2009.

DIB, Caio. Caindo no Brasil: Uma viagem pela diversidade da educação. Câmara Brasileira do Livro, SP. Brasil: Editora do Autor, 2015.

FERNANDES, P.T.B. A gestão democrática em uma escola pública: o perfil de participação dos pais e suas percepções sobre a mesma. 2016, 177 f. Dissertação (mestrado). UNESP, 2016.

GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo. Métodos de Pesquisa. Porto Alegre. Editora UFRGS, 2009.

LIBÂNEO, J. C.; OLIVEIRA, J. F.; TOSCHI, M. S. Educação escolar: políticas, estrutura e organização. São Paulo: Cortez, 2012

PINTO, José Marcelino Rezende. Revista Retratos da Escola. Remuneração adequada do professor: Desafio à educação brasileira. Brasília - DF. 2009. Disponível em: http://retratosdaescola.emnuvens.com.br/rde/article/view/101/290. Acesso dia 30 de junho 2017.

REIS, Marília Freitas de Campos Tozoni. Metodologia da Pesquisa. 2ª Ed. Curitiba: IESDE Brasil S/A, 2009.

ROITMAN, Isaac; RAMOS, Mozart Neves. A Urgência da Educação. São Paulo: Moderna. 2011.

VIEIRA, Sofia Lerche. Política(s) e Gestão da Educação Básica: revisitando conceitos simples. RBPAE, v.23, n.1, p. 53-69, jan./abr. 2007.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v11i36.794

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: