Trabalho: Uma abordagem Social, Ontológica e Educacional

Maria Lucineide Caetana Barbosa Sampaio

Resumo


O presente artigo faz uma análise sobre o trabalho na nossa sociedade capitalista em sua concepção histórica, social, ontológica, político e econômico. Será analisado o conceito de trabalho como uma forma de desenvolvimento humano, ressaltando a sua importância para a existência da sociedade. Faz-se necessário discursar sobre o trabalho na sociedade capitalista, as relações da educação com o trabalho e formação profissional,  principalmente sobre como pensar em educação como um caminho para a libertação alienatória do trabalho, instigando a população a pensar em educação como algo essencial para autonomia e desenvolvimento psicossocial e cultural, e não como uma solução direta para todos os problemas humanos, principalmente econômicos. Por fim, o discurso produzido neste artigo faz com que se compreenda o trabalho não apenas como algo mecânico, mas como  um conjunto de esforços que se realiza para a construção de uma sociedade melhor e como um meio de realização pessoal, uma necessidade que deve ser mantida em toda e qualquer forma de sociedade.


Palavras-chave


Trabalho; Educação; Ontologia

Texto completo:

PDF

Referências


BARROCO, Maria Lucia S. Ética e Serviço Social: fundamentos sócio-históricos. São Paulo:

Cortez, 2008.

____________, Maria Lucia Silva. Ética e Serviço social: fundamentos Ontológicos/ Maria Lucia Silva Barroco – 3ª- ed. – São Paulo, Cortez, 2005.

FÉLIX, Maria de Fátima Costa. Administração escolar: um problema educativo ou empresarial? São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1989.

JIMENEZ, Susana; MENDES SEGUNDO, Maria das Dores; RABELO, Jackline. Universalização da educação básica e reprodução do capital: ensaio crítico sobre as diretrizes da política de Educação para Todos. Cadernos de Educação. UFPel. Pelotas- RS. 2008

LESSA, Sergio. O processo de produção/reprodução social: trabalho e sociabilidade. Brasília:

CEAD, 1999, p. 20-33.

MARX. Karl O capital. Livro I, v. 1. SP: Editora Nova Cultura, 1996

________. Karl. O Capital: crítica da economia política. Livro I, Vol. I. 24ª ed. Trad. Reginaldo Sant’Anna. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006.

________. Karl. Manuscritos econômico-filosóficos de 1844. Disponível em: Acesso em: 11mar. 2008.

NETTO, José Paulo; BRAZ, Marcelo. Economia Política: uma introdução crítica. São Paulo: Cortez,2006.

OLIVEIRA, G. F.. UMA CONTRIBUIÇÃO AO CONHECIMENTO CONSTITUÍDO. Cadernos de Cultura e Ciência (URCA), v. 14, p. 4-6, 2016.

SANTOS. Graduação Tecnológica no Brasil: crítica à expansão do ensino superior não universitário. 1. ed. – Curitiba, PR: CRV, 2012.

TONET, I. Educação, cidadania e emancipação humana. Rio Grande do Sul: Ed. Unijuí, 2005.

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2015/06/07/internas_economia,485744/cresce-o-numero-de-desempregados-com-diploma-de-curso-superior-no-bras.shtml. Acesso em 06 de maio de 2016.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v11i34.682

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: