Educação Especial: Reflexões acerca da temática

Maria Zuleide de Lima Nogueira, Lireida Maria Albuquerque Bezerra

Resumo


Este artigo discute aspectos históricos da educação inclusiva. Conhecer contexto histórico da educação inclusiva ajuda na maneira de conviver com essa parcela da população. Este estudo se propões a realizar uma breve pesquisa bibliográfica sobre a história da Educação Especial no Brasil.  Propõe, ainda, destacar a importância da comunidade escolar na vida da pessoa especial inclusa. O objetivo é, através de um resgate histórico, conhecer como se sucedeu a educação  inclusiva e, como a pessoas com necessidades educativas especiais convivem hoje no espaço da sala de aula. Enfatizando a contribuição da família, da escola e dos professores como fundamentais para que a inclusão aconteça na prática.  Conclui que a inclusão deve ter a participação de toda a sociedade, provocando mudanças não só físicas, mas também estrutural e curricular para que a pessoa inclusa tenha acesso a mesma educação daqueles que não tem necessidades especiais.


Palavras-chave


Inclusão, Necessidades educativas especiais, Educação inclusiva

Texto completo:

PDF

Referências


ARANHA, Maria Salete Fábio. Inclusão Social e Municipalização. In: Eduardo José Manzini (Org.). Educação Especial: temas atuais. 1ª Edição. Marília: Unesp Marília Publicações, p. 1- 10, 2000.

ARANHA, Salete Fábio (org.). Educação inclusiva : v. 4 : a família / coordenação geral SEESP/MEC ;. – Brasília : Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, 2004. 17 p. Disponível em : Acesso em 14 de abril de 2016.

BATISTA, Cristina A. Mota. Educação inclusiva: atendimento educacional especializado para a deficiência mental. Brasília: MEC, SEESP, 2006.

BUENO, José Geraldo Silveira. Crianças com necessidades educativas especiais, política educacional e a formação de professores: generalistas ou especialistas? In: Revista Brasileira de Educação Especial,Piracicaba. Editora UNIMEP, v 3 nº 5, p 7 – 25, 1999.

CARVALHO, Rosita Elder. O Direito de Ter Direito. In: Salto para o futuro. Educação Especial: Tendências atuais/ Secretaria de Educação a Distância. Brasília: Ministério da Educação, SEEP, 1999.

DECLARAÇÃO DE SALAMANCA: sobre Princípios, Política e Práticas em Educação Especial. Espanha, 1994.

GLAT, R.; FERNANDES, E. M. Da educação segregada à educação inclusiva: uma breve reflexão sobre os paradigmas educacionais no contexto da educação especial brasileira. Inclusão - Revista da Educação Especial, Brasília, n.1, p. 35-39, out. 2005. Disponível em: . Acesso: 7 de abril de 2016.

GLAT, R.; FONTES, R. S.; PLETSCH, M. D. Uma breve reflexão sobre o papel da Educação Especial frente ao processo de inclusão de pessoas com necessidades educacionais especiais em rede regular de ensino. Cadernos de Educação 6: Inclusão Social Desafios de uma Educação Cidadã. UNIGRANRIO Editora, Rio de Janeiro, p. 13-30, nov., 2006. Disponível em: Acesso em 10 de abril de 2016.

JANUZZI, Gilberta de Martinho. A educação do deficiente no Brasil: dos primórdios ao início do século XXI. Campinas. Autores Associados, 2004. Coleção Educação Contemporânea.

LITWINCZUK, Lilian. Educação especial inclusiva no Brasil – trajetória histórica. Disponível em: Acesso em 14 de abril de 2016.

MANTOAN, M. T. E. et al. A interação de pessoas com deficiências. São Paulo: Menmon Editora, 1997.

MANTOAN, Maria Tereza Eglér. A Educação especial no Brasil – Da Exclusão à Inclusão Escolar. Disponível em: Acesso em: 14 de abril de 2016.

MAZZOTTA, Marcos J. S. Educação Especial no Brasil: história e políticas públicas. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

MENDES, E. G. Perspectivas para a construção da escola inclusiva no Brasil. In:

PALHARES. 2002

MENDES, Enicéia Gonçalves. Breve histórico da educação especial no Brasil. Disponível em: Acesso em 14 de abril de 2016.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência da Educação. Diretrizes Curriculares da Educação Especial para a Construção de Currículos Inclusivos. Curitiba, 2006.

ROGALSKI, Solange Menin. Histórico do surgimento da educação especial. Revista de Educação do IDEAU, v. 5, n.° 12, jul-dez 2010. Disponível em: Acesso em: 15 de abril de 2016.

ROMANELLI, Otaiza de Oliveira. História da educação no Brasil. 28 ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

ROMERO, Rosana Aparecida Silva. Educação Inclusiva: alugns marcos históricos que produziram educação atual. Disponível em: Acesso em : 14 de abril de 2016.

SASSAKI, Romeu Kazumi. Inclusão: construindo uma sociedade para todos. 4 ed. Rio de Janeiro: WVA, 2002.

TELES, Margarida Maria. Declaração de Salamanca e Educação Inclusiva/2012. Disponível em: Acesso em 14 de abril de 2016.

UNESCO (1994), UNESCO. Declaração de Salamanca e Linha de ação sobre necessidades educativas especiais.[Adotada pela Conferencia Mundial sobre Educação para Necessidades Especiais].Acesso e Qualidade, realizada em Salamanca, Espanha, entre 7 e 10 de junho de 1994.Genebra, UNESCO 1994.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v10i33.622

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: