Alterações Fisiológicas relacionadasà Síndrome da Tensão Pré-Menstrual na vida da mulher

Natalia Alves Mendes, Anderson Pereira de Souza

Resumo


Introdução: A Síndrome Pré-Menstrual (SPM) é caracterizada por mais de cem sinais e sintomas físicos e psicológicos diferentes, o que torna difícil defini-la cientificamente. Objetivo: identificar as possíveis consequências da síndrome da tensão pré-menstrual na vida das mulheres, especificamente, em mulheres estudantes do nível superior. Metodologia: A presente pesquisa se classifica como revisão não sistemática da literatura. A amostra foi constituída por artigos, teses e dissertações indexados nas bases de dados MEDline, Scielo, National Center for Biotechnology Information e Asian Nursing Research. Inicialmente surgiram cerca de 7.200 resultados, contudo foram selecionados apenas 38 e após leitura dos resumos dos mesmos, foram excluídas 9 publicações. Resultados e Discussões: Após análise do conteúdo dos artigos foram criadas duas categorias de discussão: Sintomas da SPTM e consequências no cotidiano das universitárias e Alternativas para controle dos sintomas. Considerações Finais: A SPM pode acarretar graves prejuízos no contexto social (família/trabalho/estudo) e contexto pessoal. 


Palavras-chave


Síndrome Pré-menstrual; consequências; universidade

Texto completo:

PDF

Referências


Silveira A da, Vieira E, Leão DM, Nicorena BPB, Rodrigues FR, Sandoval Longoria, E. Síndrome da tensão pré-menstrual observada em usuárias do ambulatório municipal de saúde da mulher. Enfermeria Global. 2014; 35:74-84

Dutra C. Repercussões da síndrome pré-menstrual na vida da mulher. Monografia (Enfermagem). Porto Alegre/RS, 2015.

Berek J. et al. Tratado de Ginecologia. 14ª Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2012.

Santos L. et al. Estado nutricional e consumo alimentar de mulheres jovens na fase lútea e folicular do ciclo menstrual. Rev. nutr. 2011; 24(2): 323-331.

Maia M, de Aguiar MIF, Chaves ES, Rolim ILTP. Qualidade de vida de mulheres com tensão pré-menstrual a partir da escala WHOQOL-BREF. Cienc Cuid Saude. 2014; 13(2):236-244.

Diniz MS da, Lima ACS, Pereira H, Ferreira G. Prevalência da Síndrome Pré-menstrual e seus principais sintomas observados em acadêmicas do Curso de Medicina de uma faculdade do sul de Minas Gerais. Revista Ciências em Saúde. 2013; 3(2):17p.

Gil AC. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

Bardin L. L’analyse de contenu, 1ª edição. Lisboa. Presses Universitária France; 1977.

Kues JN, Janda C, Kleinstauber M, Weise C. Internet-based cognitive behavioural self-help for pré-menstrual syndrome: study protocol for a randomised controlled trial. Trials Journal Online. 2014; 15(1):9p

Luz JM, Osório SMB, Santos IMS de, Piauilino YML, de Barros VL, Nicola AIO. Consequências da Síndrome Pré-menstrual em acadêmicas de enfermagem. RETEP - Rev. Tendên. da Enferm. Profis. 2015; 7(2): 1537-1541

Oliveira TJ. Oliveira C. Influência do método MAT Pilates no tratamento da síndrome da tensão pré-menstrual. 15° Congresso Nacional de Iniciação Científica. São Paulo, 2011.

Sousa LWS, Damasceno AKC, Lopes EM, Aquino PS de. Fatores relacionados à síndrome pré-menstrual em acadêmicas de enfermagem. remE – Rev. Min. Enferm. 2010;14(4): 548-553.

Câmara RA, Síndrome Pré-Menstrual Estudo de prevalência em alunas da Universidade da Beira Interior. Dissertação apresentada a Faculdade de Ciências da Saúde – Universidade da Beira Interior. Corvilhã – Portugal. 2011

Tolossa FW, Bekele ML. Prevalence, impact and medical managenements of premenstrual syndrome among female students: cross-sectional study in college of health sciences, Mekelle University, Mekelle, Northen Ethiopia. Women's Health 2014, 14:52 http://www.biomedcentral.com/1472-6874/14/52

Ducasse D, Jaussent I, Olié E, Guillaume S, Lopez-Castroman J, Courtet P Personality Traits of Suicidality Are Associated with Premenstrual Syndrome and Premenstrual Dysphoric Disorder in a Suicidal Women Sample. PLoS ONE. 2016; 11(2): e0148653. doi:10.1371/journal.pone.0148653

Marzouk TMF, El-Nemer AMR, Baraka HN. The Effect of Aromatherapy Abdominal Massage on Alleviating Menstrual Pain in Nursing Students: A Prospective Randomized Cross-Over Study. 2013, Article ID 742421, 6 pages.

Lara JE, Barbosa AAR, Pinto MR. Mulheres, tensão pré-menstrual e compras: Freud explica? Pretexto. 2015; 16(3): 58-76.

Almeida CGF. Associação entre Síndrome Disfórica pré-menstrual, atenção, memória e aprendizagem de estudantes de medicina. Universidade Federal do Ceará. Dissertação de Mestrado, Fortaleza; 2014.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v10i33.593

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: