Estresse Ocupacional na Docência: Revisão da Literatura

Ivanildes da Silva Rocha, Thércia Lucena Grangeiro Maranhão, Marianna Leite Barroso, Hermes Melo Teixeira Batista

Resumo


As atividades laborais em toda sua diversidade e importância geram, sobre a sociedade, o autor das mesmas e sobre a instituição a qual se integra, reflexos de sua expressão social e pessoal. No entanto, em se tratando da atividade docente, vale lançar um olhar sobre as condições exaustivas do cotidiano da prática da docência e suas consequências à saúde psicosociofisiológica do docente. A pesquisa tem como objetivo verificar os inúmeros fatores estressores que fazem do trabalho do docente uma profissão predisposta ao desenvolvimento de estresse ocupacional. Podendo inclusive desencadear um quadro de síndrome de burnout. Tendo seu desempenho comprometido pela situação de constante exaustão emocional e desumanização a que ele é submetido nas unidades escolares, de modo que os resultados refletem não só no professor, mas, também, na escola e no processo de ensino aprendizagem. Este trabalho é de cunho bibliográfico, descritivo e qualitativo. Foram feitos estudos preliminares para selecionar livros e artigos nas bases de dados “scielo” e portal do Ministério da Educação e Cultura – MEC, produzidos no período de 1994 a 2014, que mencionassem as palavras “estresse ocupacional” “professores” e “psicologia”. Entende-se que a atividade do psicólogo nesse contexto, através da análise e da compreensão de como interagem as múltiplas dimensões que caracterizam a vida das pessoas, pode contribuir para promover e/ou restabelecer a qualidade de vida dos docentes no desempenho de suas atividades laborais.

 


Palavras-chave


Trabalho. Estresse ocupacional. Docente. Aprendizagem. Psicologia

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, Klayne Leite de et al. Estresse ocupacional e Síndrome de Burnout no exercício profissional da psicologia. Psicol. Cienc. prof. [online]. 2002, vol.22, n.2, pp. 22-29. ISSN 1414-9893. http://dx.doi.org/10.1590/S1414-98932002000200004. Acesso em: 07/04/2015.

BLEGER, J. Temas de psicologia: entrevistas e grupos. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei número 9.394, 20 de dezembro de 1996. Disponível em Acesso em: 25/08/2014 e 27/02/2015.

BRASIL. Seja Um Professor. Disponível em Acesso em: 19/09/2014.

CANOVA, Karla Rejane and PORTO, Juliana Barreiros. O impacto dos valores organizacionais no estresse ocupacional: um estudo com professores de ensino médio. RAM, Rev. Adm. Mackenzie (Online) [online]. 2010, vol.11, n.5, pp. 4-31. ISSN 1678-6971. http://dx.doi.org/10. 1590/S1678-69712010000500002. Acessado em 05/09/2014.

CODO, W, & Vasques-Menezes, I. (1999). O que é burnout? Em W. Codo (Org.), Educação: Carinho e trabalho. Rio de Janeiro: Vozes.

CODO, W. O trabalho enlouquece? Um encontro entre a clínica e o trabalho. Petrópolis: Vozes, 2004.

CODO, W; SORATO, L. & VASQUES-Menezes (2004). Saúde mental e trabalho In: J. C.Zanelli, J. E. Borges-Andrade & A. V. B. Bastos, (Org.),

CORRÊA, Maria da Graça. Abordagens teórico- metodológicas em saúde/ doença mental e trabalho. Uniabeu, Rio Grande do Sul,v.15, n.1, jan/junho.2013.

DEJOURS, C. A Loucura do Trabalho: Estudo de Psicopatologia do Trabalho. São Paulo: Cortez. 1992.

DEJOURS, C., ABDOUCHELLI, E.; JAYET, C. Psicodinâmica do Trabalho – contribuições da escola Dejouriana à análise de prazer, sofrimento e trabalho. São Paulo: Atlas, 1994.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1998.

FREUD, Sigmund. O mal-estar na civilização e outros textos. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

GASPARINI, Sandra Maria; BARRETO, Sandhi Maria and ASSUNCAO, Ada Ávila. O professor, as condições de trabalho e os efeitos sobre sua saúde. Educ. Pesqui.[online]. 2005, vol.31, n.2, pp. 189-199. ISSN 1517-9702. http://dx.doi.org/10. 1590/S1517-97022005000200003. Acesso em: 01/03/2015.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GONÇALVES, M. A. Formação da Cidadania: proposta educacional. São Paulo. Paulos. 1994.

LAKATOS, Eva Maria. MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica/ 6ª Ed. – 7. reimp. - São Paulo: Atlas 2009.

LIBÂNIO, J. C. Organização e gestão da escola: teoria e prática. Goiânia: Alternativa, 2001.

MORGAN, Gareth. Imagens da organização. São Paulo: Atlas, 2007.

NORONHA, M. M .B.; ASSUNÇÃO, A. A.; OLIVEIRA, D. A. O sofrimento no trabalho docente: o caso das professoras da rede pública de Montes Claros, MG. Trabalho, Educação & Saúde, Rio de Janeiro, v. 6, n. 1, p. 65-86, 2008.

DEMO, Pedro. Metodologia do conhecimento científico. São Paulo: Atlas, 2000.

ROSSI, Ana Maria. QUICK, James Campbell. PERREWÉ, Pamela L. org. - Stress e qualidade de vida no trabalho: o positivo e o negativo. – São Paulo: Atlas, 2009.

RUSSO, Giuseppe Maria. Diagnóstico da cultura organizacional: o impacto dos valores organizacionais no desenvolvimento das terceirizadas. Rio de Janeiro: Elsevier: São Paulo: Dedix, 2010. 2ª reimpressão

SAVIANI, Demerval. Escola e Democracia. 34. ed. rev. Campinas, Autores Associados, 2001.

SPECTOR, Paul E. Psicologia nas organizações. – São Paulo: Saraiva, 2005.

SEVERO, Márcia Casella. Estratégias em Psicologia Institucional. Ed. Loyola - São Paulo, 1993.

STRAUB, Richard O. Psicologia da Saúde. – Porto Alegre: Artmed, 2005.

TEIXEIRA, Lucia Helena G. Cultura Organizacional da escola: uma perspectiva de análise e conhecimento da unidade escolar. Campinas, SP: Autores Associados, 2000.

TOLFO, Suzana da Rosa and PICCININI, Valmíria. Sentidos e significados do rabalho: explorando conceitos, variáveis e estudos empíricos brasileiros. Psicol. Soc. [online].2007, vol.19, n.spe, pp. 38-46.ISSN

ZANELLI, Jairo Eduardo. BORGES-Andrade e Antonio Virgílio Bittencourt Bastos, -

Psicologia, organizações e trabalhos no Brasil/org. - Porto Alegra: Artmed, 2004.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v10i30.471

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Ivanildes da Silva Rocha, Thércia Lucena Grangeiro Maranhão, Marianna Leite Barroso, Hermes Melo Teixeira Batista

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: