A Ancestralidade Africana ao som dos atabaques: As Manifestações Religiosas nos Corpos Umbandistas / African ancestry and the sound of atabaques: Religious Manifestations in Umbanda Bodies

Marcelo Máximo Purificação

Resumo


Resumo:Este texto surge das discussões decorrentes da disciplina do Seminário Avançado IV, desenvolvida no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Luterana do Brasil - ULBRA. A diversidade religiosa é hoje um dos temas mais discutidos no contexto social. Por isso, divulgar o discurso sobre as religiões africanas, em particular a Umbanda, é, sem dúvida, um passo importante para a contenção de hábitos e práticas preconceituosas. O objetivo deste texto é apresentar a Umbanda como uma religião genuinamente brasileira, enfatizando a importância dos corpos e seus movimentos ao som dos atabaques no processo análogo de culto para os adeptos da fé. Os resultados evidenciam que o desconhecimento do movimento religioso de Umbanda, seus objetos/ símbolos sagrados e seus cultos/ ritos é o fator impulsionador que se alavanca tanto da intolerância religiosa quanto do preconceito e exclusão religiosa de seus integrantes e participantes. Concluindo, destacamos a necessidade urgente de estratégias capazes de promover o respeito à diversidade religiosa e o combate à intolerância; afinal, a Umbanda é uma religião originariamente brasileira que expressa aspectos de nossa cultura, de nosso povo e sua trajetória sócio histórica contribui para a materialização de atos e expressões enraizados em nosso imaginário, podendo assim contribuir com o social, cultural e individual, bem como minimizar o preconceito e a intolerância religiosa.

Palavras-chave: Umbanda; diversidade religiosa; cultura espiritual.

Abstract: This text arises from discussions arising from the discipline of Advanced Seminar IV, developed within the scope of the Graduate Program in Education at the Lutheran University of Brazil - ULBRA. Religious diversity is today one of the most discussed topics in the social context. Therefore, disseminating the discourse on African religions, in particular Umbanda, is undoubtedly an important step towards containing prejudiced habits and practices. The objective of this text is to present Umbanda as a genuinely Brazilian religion, emphasizing the importance of bodies and their movements to the sound of atabaques in the analogous process of worship for the followers of the faith. The results show that the lack of knowledge of the Umbanda religious movement, its sacred objects/symbols and its cults/rites is the driving factor that leverages both religious intolerance and the prejudice and religious exclusion of its members and participants. In conclusion, we highlight the urgent need for strategies capable of promoting respect for religious diversity and the fight against intolerance; after all, Umbanda is an originally Brazilian religion that expresses aspects of our culture, our people and its socio-historical trajectory contributes to the materialization of acts and expressions rooted in our imagination, thus being able to contribute to the social, cultural and individual, as well as minimize prejudice and religious intolerance.

 Keywords: Umbanda, religious diversity, spiritual culture.

 

Palavras-chave


Umbanda; diversidade religiosa; cultura espiritual.

Texto completo:

PDF

Referências


CENTRO DE REFERÊNCIA EM DIREITOS HUMANOS DO DISTRITO FEDERAL. Diversidade religiosa e direitos humanos. 3. ed. Brasília: União Planetária, 2013.

CONDURU, Roberto. Pérolas da liberdade: joalheria afro-brasileira. In: Textos Escolhidos de Cultura e Arte Populares. (Uerj), v. 10. n. 1, maio, 2013.

DE JESUS, Tiago Souza; CUNHA JUNIOR, Henrique Antunes. Bairros Negros: Patrimônio Cultural Negro em Fortaleza-CE. Id on Line Rev.Mult.Psic., Julho/2020, vol.14, n.51, p. 1045-1059. ISSN:

-1179.

JARDIM, Tatiane. Umbanda: história, cultura e resistência. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social) – Rio de Janeiro: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, 2017.

NEGRÃO, Luzias Nogueira. Umbanda, entre a cruz e a encruzilhada. Revista social USP. São Paulo. 1993.

OLIVEIRA PINTO, T. de. Som e música. Questões de uma antropologia sonora. In: Revista de Antropologia, v.44, n. 1. São Paulo: USP, 2001.

ORTIZ, Renato. A morte branca do feiticeiro negro: umbanda e sociedade brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1999.

SANCHIS, Pierre. Pra não dizer que não falei de sincretismo. In: Comunicações do ISER, Rio de Janeiro, n. 45, p. 5-11, 1994.

SILVA, Eliane Moura da. Religião, Diversidade e Valores Culturais: conceitos teóricos e a educação para a Cidadania. In: Revista de Estudos da Religião, n. 2. São Paulo: PUC, 2004. p. 1-14.

VELHO, Gilberto (org.). Arte e sociedade: ensaios de sociologia da arte. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1977.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v16i59.3377

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2022 Marcelo Máximo Purificação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A ID on line. Revista de psicologia (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: