A Percepção dos Enfermeiros sobre a Participação Familiar na Reabilitação de Idosos com Acidente Cerebrovascular

Lívia de Sousa Rodrigues, Kenya Waléria de Siqueira Coelho Lisboa, Gylmara Bezerra de Menezes Silveira

Resumo


No Brasil os modos de assistir à saúde da população vêm sendo modificados progressivamente ao longo dos anos, resultando no atual modelo de atenção à saúde dos cuidados básicos, com atuação da atenção básica no âmbito da reabilitação implicando na relevância da Equipe de Saúde da Família junto aos núcleos familiares onde o AVC causou uma condição incapacitante de um de seus membros. O presente estudo é do tipo qualitativo exploratório e visou descrever a percepção de enfermeiros da Estratégia Saúde da Família sobre a contribuição de cuidadores/familiares para a reabilitação de idosos com Acidente Vascular Cerebral no município de Várzea Alegre – CE, com a aplicação de questionários a esses profissionais. Os sujeitos desse estudo são enfermeiros com idade superior a 26 anos e atuam na mesma equipe há mais de um ano, conhecendo relativamente bem os idosos vitimados por AVC aí residentes. Relatos demonstram que o vínculo existente entre os cuidadores e os idosos são consangüíneos, subsistindo uma relação afetiva, carinhosa, atenciosa, mas também de descuido em alguns momentos. As vantagens da permanência do cuidador acompanhando a reabilitação incluem cuidados físicos e psicossociais. As desvantagens compreendem aspectos culturais e psicossociais como o baixo nível de educação escolar e o isolamento e desgaste vivenciado ao assumir o cuidado do familiar. A atuação dos enfermeiros fica restrita aos cuidados físicos, bem como à educação em saúde para a realização dos mesmos. Existe uma preocupação com o fortalecimento do vínculo enfermeiro/ cuidador. Os familiares buscam ajuda junto à Equipe de Saúde da Família através da instrumentalização com orientações, medicações e ferramentas para a reabilitação da vítima de AVC. Somente a ampliação do foco de abordagem no atendimento domiciliar ao indivíduo afetado e à sua família possibilitará uma assistência pautada no holismo e a tão sonhada integralidade proposta pelo Sistema Único de Saúde – SUS.


Palavras-chave


Enfermagem, cuidadores, cerebrovascular.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v9i25.316

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: