Comunicação Interna e Feedback na Universidade Federal do Cariri / Internal Communication and Feedback at Universidade Federal do Cariri

Francisca Cristiane Gomes de Souza, Kátia Daniele Dutra Brito, Lílian Cavalcante Feitosa, Sabrina Suerli Lucena Melo, Gislene Farias de Oliveira

Resumo


Resumo:  A comunicação parece ser o  elemento-chave, dentre as estratégias organizacionais no sentido de se promover o comprometimento com a  entrega de produtos e serviços de qualidade. O Objetivo principal foi analisar aspectos relacionados a comunicação interna e feedback, mais especificamente durante as avaliações de desempenho de 2020 na Universidade Federal do Cariri – UFCA. Trata-se de um estudo de campo, descritivo, quantitativo, realizado com uma amostra de 42 Técnicos Administrativos e Docentes gestores de ambos os sexos, com idades variando entre 21 e 60 anos, realizado entre 10/11 a 10/12/2020. A coleta dos dados se deu a partir de um questionário, contendo questões sociodemográficas e sobre as percepções dos respondentes acerca da comunicação e feedback, no tocante a avaliação de desempenho de 2020. Os resultados demonstraram que a comunicação e o feedback, na maioria dos aspectos estudados foi satisfatória. O aspecto menos satisfatório disse respeito a não receber um feedback da chefia, antes ou após a atribuição da nota ou conceito, sobre a Avaliação de Desempenho 2020.  Com relação a  como melhorar a comunicação e o feedback na UFCA, as falas eliciaram 5 categorias: Formalizar regras; Tecnologia adequada; Reuniões de alinhamento; Capacitações e Fornecer feedbacks. Este trabalho é um importante diagnóstico que, certamente deve servir como ponto  de partida  para  políticas públicas de capacitação, relacionadas aos temas comunicação e feedback.


 


Palavras-chave


Comunicação interna; Feedback; Universidade Pública

Texto completo:

PDF

Referências


BORBA, C. P.; PERIN, M. G.; SAMPAIO, C. H.; PASQUALOTTO, C.; UGALDE, M. M. Ferramentas de comunicação em organizações não governamentais. Revista Pretexto, v. 13, n. 3, p. 44-71, 2012. Disponível em: http://www.spell.org.br/ documentos /ver/ 8590/ferramentas-de- comunicacao-em-organizacoes-nao-governamentais. Acesso em: 10 de mai/2020.

BRUNSTEIN, J., DOMENICO, S. M. R. and SILVA, V. B. S. Como a inovação ocorre no ambiente organizacional? [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2019 [viewed 22 February 2021]. Available from: https://humanas.blog.scielo.org/blog/2019/08/07/como-a-inovacao-ocorre-no-ambiente-organizacional/.

CARDOSO, O. O. Comunicação empresarial versus comunicação organizacional: novos desafios teóricos. Revista de Administração Pública, v. 40, n. 6, p. 1123-1144, 2006. Disponível em: http://www.spell.org.br/documentos/ver /50965/ comunicacao_organizacional_novos_ desafios. Acesso em: 10 de mai/2020.

CARVALHO, A. V. E NASCIMENTO, L. P. Administração de Recursos Humanos (Vol. 1). São Paulo: Pioneira, 1997.

CURRAL, L.; CHAMBEL, M. J. Processos de comunicação nas organizações. In: FERREIRA, J. M. C. et al. (Coord.). Manual de Psicossociologia das Organizações. Lisboa: McGraw Hill, 2001;2002. cap. 13. p. 405-427.

DEVESA, Laura Moura. A importância da comunicação no contexto organizacional. Instituto Politécnico de Setúbal - IPS. 2011. Escola Superior de Ciências Empresariais. Disponível em: http://dx.doi.org cielo.br/scielo.php?pid=S1679-395120110004 00007&script=sci. Acesso em: 10 de mai/2020.

DUTRA, Joel Souza. Gestão de Pessoas: modelo, processos, tendências e perspectivas. São Paulo: Atlas, 2002.

FLORÊNCIO, F. J. S. O. Comunicação em prol da tolerância [online]. SciELO em Perspectiva: Humanas, 2019 [viewed 26 February 2021]. Available from: https://humanas.blog.scielo.org/blog/2019/09/02/comunicacao-em-prol-da-tolerancia/

FREITAS, A. D. e TARCIA, R. M. L. Avaliação de indicadores para a prática de tutoria. In Anais do 20º Congresso Internacional ADEB Educação a Distância, 1-10, 2014.

GIBSON, J. L. et al. Organizações: comportamento, estrutura, processos. São Paulo: Atlas, 1981.

GOLDRATT, Eliyahu M. Síndrome do palheiro: garimpando informação num oceano de dados. 2 ed., São Paulo: Educator, 1992.

GOMES, Elisiane dos Santos; ANSELMO, Maria Elenir de Oliveira; LUNARDI FILHO, Wilson Danilo. As reuniões de equipe como elemento fundamental na organização do trabalho. Rev. bras. enferm., Brasília , v. 53, n. 3, p. 472-480, Sept. 2000.

KRÖHLING KUNSCH, Margarida M. Comunicação organizacional na era digital: contextos, percursos e possibilidades. Signo pensam. no.51 Bogotá July/Dec. 2007.

KUNSCH, Margarida. Comunicação Organizacional: conceitos e dimensões dos estudos e das práticas. 2012.

KUNSCH, M. M. K. Planejamento de relações públicas na comunicação integrada. São Paulo: Summus, 2003.

MAGALHÃES, M. L. E BORGES-ANDRADE, J. E. (2001). Auto e hetero-avaliação no diagnóstico de necessidades de treinamento. Estudos de Psicologia, 6(1), 33-50.

MARQUES, José Roberto. A importância da comunicação eficaz nas organizações, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org cielo.br/scielo.php?pid=S1679-395120110004 00007&script=sci. Acesso em: 10 de mai/2020.

MEDRANO, J. A. V. Comunicação organizacional integrada: alicerce intrínseco da economia de comunhão. 2007. 265f. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação) - Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação, Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

MISSEL, Simoni. Feedback Corporativo.Como saber se está indo bem. São Paulo: Saraiva, 2012.

MOREIRA, Jonathan Rosa; RIBEIRO, Jefferson Bruno Pereira. Avaliação dos espaços de construção de conhecimento da Escola de Tecnologia da Faculdade Projeção de Brasília. Perspect. ciênc. inf., Belo Horizonte , v. 20, n. 3, p. 22-50, Sept. 2015 .

QUINN, J. B. et al. Innovation explosion: using intellect and software to revolutionize growth strategies. New York: Free Press, 1997.

QUINN, J. B. Intelligent enterprises. New York: Free Press, 1992.

ROCHA, Maria Miriene Silva e LUZ, Cláudia Noleto Maciel. A Importância da Comunicação nas Organizações. Revista Multidebates, v.4, n.3, Palmas-TO, agosto de 2020. Issn: 2594-4568.

SCROFERNEKER, C. M. A. Trajetórias teórico-conceituais da comunicação organizacional. FAMECOS, Porto Alegre, n. 31, p. 47-53, dez. 2006.

SHUTE, V. J. Focus on Formative Feedback. ETS Research Reports, 2007.

TUBBS, S. L.; MOSS, S. Human communication: principles and contexts. 9. ed. Boston: McGraw-Hill, 2003.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v15i55.3027

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Francisca Cristiane Gomes de Souza, Kátia Daniele Dutra Brito, Lílian Cavalcante Feitosa, Sabrina Suerli Lucena Melo, Gislene Farias de Oliveira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: