A Docência do Ensino Superior sob a Égide dos Saberes de Morrin

Francizete Correia Amaro da Silva, Marlene Menezes de Souza Teixeira, Rita Edevanira de Sá Carneiro

Resumo


O presente trabalho visa discutir a importância dos sete saberes docentes necessários para a prática pedagógica no ensino superior, tomando como referência os trabalhos de Tardif (2002), Saviani (1996), Tardif e Gauthier (1996), Pimenta (1999), Pollard e Tann (1987), Garcia (1997) e Morin, que têm procurado mostrar a importância da pedagogia para a formação, atuação e desenvolvimento dos professores. Os autores aqui indicados refletem acerca dos sete saberes necessários à Educação do Futuro, onde Edgar Morin (2004) apresenta idéias que podem contribuir para que o educador possa redefinir sua posição nas instituições de ensino superior, nas relações com os estudantes, o currículo, as disciplinas e a avaliação. A metodologia aqui utilizada parte da reflexão sobre a educação do Ensino Superior, aprofundando-se na visão de Morim que expõe sobre os sete saberes numa perspectiva ética, revelando o compromisso com uma educação integral, de qualidade e humanista. Neste contexto, conclui-se que é preciso identificar e analisar a docência universitária diante dos desafios da realidade nacional num mundo globalizado, partindo do princípio de que a docência sofre influências da realidade na qual está inserida e que, nesta se encontra, a relação Estado/Universidade/Professor. Logo, a docência do ensino superior deve estar respaldada nos eixos e saberes do filósofo Morin, que marca a construção da teoria e da prática-pedagógica.


Palavras-chave


Docência, Ensino Superior, Saberes

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v8i24.298

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: