Síndrome Nefrótica Congênita: Relato de Caso

Noyla Denise lencar de Sá, Maria Valéria Leimig Telles, Catarina Fernandes Macêdo Bezerra, Samuel de Oliveira Ribeiro, Maria Iaponira Fernandes Macêdo Bezerra

Resumo


Desde o século dezoito, perdas exageradas de proteínas pelos rins vem sendo descritas, mesmo com o progresso dos estudos em relação a essa anomalia existem ainda muitas dúvidas sobre a etiopatogenia em relação à Síndrome Nefrótica. A proteínuria persistente indica presença de lesão glomerular, lesão esta, que progride rapidamente para Insuficiência Renal na sua fase terminal. O manuseio desta síndrome é complexo devido à perdas exageradas de proteínas. Esses pacientes não respondem a tratamentos com corticóides ou imunossupressores e o transplante renal apresenta-se como a melhor opção terapêutica nestas crianças. O objetivo deste trabalho é relatar um caso clínico de Síndrome Nefrótica Congênita diagnosticado em um hospital pediátrico público de referência na cidade de Juazeiro do Norte – CE. A metodologia utilizada foi a revisão de prontuários e a pesquisa bibliográfica nas bases de dados MEDLINE, LILACS, SciELO, BIREME e livros. A Síndrome Nefrótica Congênita é uma patologia muito rara, irreversível, que se inicia ainda intra-utero, podendo manifesta-se dentro dos 3 primeiros meses de vida e necessitando de diagnóstico precoce para prevenir possíveis complicações, melhorando a qualidade de vida dos pacientes.

Palavras-chave


Síndrome Nefrótica congênita, Síndrome Nefrótica tipo Finlandês, Síndrome Nefrótica primária .

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v8i23.291

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Noyla Denise lencar de Sá, Maria Valéria Leimig Telles, Catarina Fernandes Macêdo Bezerra, Samuel de Oliveira Ribeiro, Maria Iaponira Fernandes Macêdo Bezerra

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: