O Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade

Catarina Fernandes Macêdo Bezerra, Maria Valéria Leimig Telles, Maria Iaponira Fernandes Macêdo Bezerra, Samuel de Oliveira Ribeiro, Noyla Denise Alencar de Sá

Resumo


O transtorno do déficit de atenção e/ou hiperatividade (TDAH) é uma doença de alta prevalência em crianças em idade escolar. Erroneamente entendido anteriormente como um diagnóstico de baixa morbidade, o TDAH é reconhecido atualmente como uma condição importante, não só pelo forte impacto funcional e social como também pela alta prevalência de comorbidades psiquiátricas. O TDAH é um distúrbio neurofisiológico, com sinais de falta de atenção e impulsividade não adequadas ao nível de desenvolvimento, prejudiciais a aprendizagem e com impacto na qualidade de vida dessas crianças. Não existe marcador biológico para o TDAH, seu diagnóstico é clínico, baseado em entrevista com o paciente, pais, professores e pessoas que lidam com o portador. O objetivo visa ressaltar os aspectos mais importantes da avaliação do TDAH, consultando a bibliografia mais pertinente para avaliação deste transtorno. O presente estudo busca uma revisão atual dos principais aspectos do histórico, epidemiologia, neurobiologia, quadro clínico, comorbidades, diagnóstico, evolução e tratamento do transtorno.


Palavras-chave


Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade – TDAH. Criança. Adolescente

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v8i23.288

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: