Relatos de Experiência: Libras na Escola, Despertando Uma Nova Língua E Promovendo a Inclusão / Experience Reports: Libras at School, Awakening a New Language and Promoting Inclusion

Mayara de Sousa Leite, Aline Cássia Silva Araújo

Resumo


Resumo: “Relatos de experiência: LIBRAS na escola, despertando uma nova língua e promovendo a inclusão” se constitui um artigo científico motivado por experiências de estágio vivenciadas em uma instituição privada de ensino, localizada na cidade de Salgueiro – PE, onde se observou que a inserção da LIBRAS no cotidiano escolar poderia auxiliar na promoção da inclusão de um aluno com deficiência auditiva. Assim, o artigo aborda as experiências vivenciadas e tem como objetivo apresentar a importância da inserção da LIBRAS enquanto parte do componente curricular nas escolas, de modo a promover a inclusão do indivíduo com deficiência auditiva. Dentre os pontos estudados, aborda-se a conceituação de deficiência, a conceituação de deficiência auditiva, um aprofundamento sobre LIBRAS e sua relevância no processo de inclusão e, por fim, a importância da LIBRAS na escola desde a Educação Infantil. Essa inserção se constitui importante tanto para promover a inclusão dos alunos com deficiência auditiva que adentram a escola quanto para estimular práticas inclusivas nos demais estudantes, nos mais diversos espaços em que estiverem. O estudo é movido por um problema da pesquisa que visa verificar se a inserção da LIBRAS nas escolas desde a Educação Infantil promove a inclusão do indivíduo com deficiência auditiva. Ao fim das pesquisas observa-se que a LIBRAS de fato tem um papel fundamental no processo de inclusão desses alunos, se caracterizando como uma forma de promover a socialização, o desenvolvimento psicomotor e possibilitar a inserção desse indivíduo na comunidade surda. A metodologia de estudo se constitui uma pesquisa bibliográfica, qualitativa e descritiva que tem dentre os autores pesquisados Alves e Frassetto (2018), Diniz (2007), Marques, Barroco e Silva (2013) e Mendonça et al. (2018).


Palavras-chave


Deficiência. Deficiência auditiva. Educação Infantil. Inclusão. LIBRAS.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Elisabete Gonçalves; FRASSETTO, Silvana Soriano. Libras e o desenvolvimento de pessoas surdas. Revista Aletheia, Canoas, n. 46, p. 211-221, abril de 2015. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/aletheia/n46/n46a17.pdf. Acesso em: 22 out. 2020.

AMPUDIA, Ricardo. O que é deficiência auditiva? 2011. In: Nova Escola. Disponível em: https://novaescola.org.br/conteudo/273/o-que-e-deficiencia-auditiva. Acesso em: 20 out. 2020.

BRASIL, Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais, Libras, e dá outras providências. Brasília – DF, abril de 2002. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/l10436.htm. Acesso em: 22 out. 2020.

______, Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência. Brasília – DF, julho de 2015. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm. Acesso em: 20 out. 2020.

DINIZ, Débora. O que é deficiência. São Paulo, SP: Ed. Brasiliense, 2007.

DIZEU, Liliane Correia Toscano de Brito; CAPORALI, Sueli Aparecida. A Língua de Sinais Constituindo o Surdo como Sujeito. Educação & Sociedade. Campinas, v. 26, n. 91, p. 583-597, 2005.

MARQUES, Hivi de Castro Ruiz; BARROCO, Sonia Mari Shima; SILVA, Tânia dos Santos Alvarez da. O ensino da Língua Brasileira de Sinais na Educação Infantil para crianças ouvintes e surdas: considerações com base na psicologia histórico-cultural. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 9, n. 14, p. 503-518, Out-Dez, 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbee/v19n4/v19n4a03.pdf. Acesso em: 22 out. 2020.

MENDONÇA, Lorena Medeiros de, et al. A importância da LIBRAS como componente curricular na educação básica. Educação: Saberes e Prática, v. 7, n. 1, 2018. Disponível em: http://revistas.icesp.br/index.php/SaberesPratica/article/viewFile/342/238. Acesso em: 19 out. 2020.

NEGRELLI, Maria Elisabete Dumont; MARCON, Sonia Silva. Família e Criança Surda. Revista Ciência, Cuidado & Saúde, Maringá, v. 5, n. 1, p. 98-107, Jan-Abril, 2006. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/CiencCuidSaude/article/view/5146/3332. Acesso em: 22 out. 2020.

SASSAKI, Romeu Kazumi. Nomenclatura na área de surdez, 2002. Disponível em: https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/saude/arquivos/deficiencia/Nomenclatura_na_area_da_surdez.pdf. Acesso em: 20 out. 2020.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v14i53.2843

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Mayara de Sousa Leite, Aline Cássia Silva Araújo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: