Tratamento Restaurador Atraumático em Odontopediatria: Revisão de Literatura / Atraumatic Restore Treatment in PediatDentistry: Literature Review

Mariana Cruz de Azevedo, Ana Clara de Sá Pinto

Resumo


Resumo: A cárie dentária é uma doença com alta prevalência mundial, sendo considerada um problema de saúde pública, com terapias de tratamento bastante diversificadas. O Tratamento Restaurador Atraumático é muito vantajoso frente à outras terapias para lesões cariosas, por se tratar de uma técnica simples, de baixo custo e efetiva.  Objetivo: Abordar, por meio de uma revisão de literatura, aspectos sobre a utilização da técnica do Tratamento Restaurador Atraumático em Odontopediatria. Metodologia: A pesquisa bibliográfica foi realizada via online, utilizando a ferramenta de busca Google e outras três bases de dado eletrônicas Pubmed e Lilacs.  A estratégia de busca incluiu as seguintes palavras-chave: “Pediatric Dentistry AND Atraumatic Restorative Treatment”. Foram incluídos artigos em português, inglês e espanhol, sem restrição de data da publicação. Foram excluídas cartas ao editor e editoriais. Considerações finais: O Tratamento Restaurador Atraumático é um componente da Odontologia de Mínima Intervenção de amplo alcance social, que atua na prevenção da cárie dentária e na paralisação da sua progressão. Trata-se de uma proposta alternativa efetiva para o tratamento e controle da doença cárie, principalmente em ambientes onde o tratamento convencional torna-se inviável, devido à falta de infraestrutura necessária e de recursos econômicos. Esta abordagem de mínima intervenção é especialmente importante em Odontopediatria, uma vez que há redução do tempo de atendimento clínico, o que gera menores níveis de ansiedade e menos dor em crianças, exercendo um impacto positivo na qualidade de vida das crianças e suas famílias.

 


Palavras-chave


Odontopediatria; Cárie Dentária; Tratamento Dentário Restaurador sem Trauma

Texto completo:

PDF

Referências


AL-HALABI, M.; SALAMI, A.; ALNUAIMI, E.; KOWASH, M.; HUESSEIN, E. Assessment of paediatric dental guidelines and caries management alternatives in the post COVID-19 period. A critical review and clinical recommendations. Eur Arch Paediatr Dent, v.1, n.2, p.1-14, 2020. Disponível em: . Acesso em: 09/10/2020.

DE AMORIM, R.G.; LEAL, S.C.; FRENCKEN, J.E. Survival of atraumatic restorative treatment (ART) sealants and restorations: a meta-analysis. Clin Oral Investig, v.16, n.2, p.429-441, 2012. Disponível em: < https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/21274581/>. Acesso em: 10/07/2020.

ERSIN, N.; CANDAN, U.; AYKUT, A.; ONÇAG, O.; ERONAT, C.; KOSE, T. A clinical evaluation of resin-based composite and glass ionomer cement restorations placed in primary teeth using the ARTapproach – results at 24 months. Am Dent Assoc, v.137, n.11, p.1529-1536, 2006. Disponível em: < https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/17082278/>. Acesso em: 10/07/2020.

FEJERSKOV, O.; KIDD, E. Cárie dentária: a doença e seu tratamento clínico. São Paulo: Santos; 2005.

FERNANDES, E.T.P. Evolução da cárie dentária da infância à adolescência: um estudo de acompanhamento. [Tese]. Faculdade de Odontologia – UFMG, 2010. Disponível em: < https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/ZMRO-8DVHZK/1/tese_doutorado_elaine_t_pitanga_fernandes.pdf>. Acesso em: 20/10/2020.

FREIRE, M.C.M.; REIS, S.C.G.B.; FIGUEIREDO, N.; PERES, K.G.; MOREIRA, R.S.; ANTUNES, J.L.F. Determinantes individuais e contextuais da cárie em crianças brasileira de 12 anos em 2010. Rev Saúde Públ, v.47, supl.3, p.40-49, 2013. Disponível em: < https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102013000900040&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 29/10/2020.

FRENCKEN, J.E.; SONGPAISAN, Y.; PHANTUMVANIT, P.; PILOT, T. An atraumatic restorative treatment (ART) technique: evaluation after one year. Int Dent J., v.44, n.5, p.460-464, 1994. Disponível em: < https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/7814116/>. Acesso em: 20/05/2020.

FRENCKEN, J.E.; PETERS, M.C.; MANTON, D.J.; LEAL, S.C.; GORDAN, V.V.; EDEN, E. Minimal intervention dentistry for managing dental caries – a review. Int Dent J, v.62, n.5, p.223-243, 2012. Disponível em: < https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/23106836/>. Acesso em: 16/08/2020.

FRENCKEN, J.E. The state-of-the-art of ART sealants. Dent. Update, v.41, n.2, p.119-124, 2014. Disponível em: < https://www.researchgate.net/publication/262022750_The_state-of-the-art_of_ART_sealants>. Acesso em: 10/04/2020.

FRENCKEN, J.E. Atraumatic restorative treatment and minimal intervention dentistry. British Dental Journal, v.223, n.3, p.183-189, 2017. Disponível em: < https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28798450/>. Acesso em: 10/05/2020.

KUHNISCH, J.; DIETZ, W.; STOSSER, L.; HICKEL, R.; HEINRICH-WELTZIEN, R. Effects of dental probing on occlusal surfaces-a scanning electron microscopy evaluation. Caries Res., v.41, n.1, p.43-48, 2007. Disponível em: < https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/17167258/>. Acesso em: 20/10/2020.

LADEWIG, N.M. Eficácia do ART e do tratamento convencional com resina composta sob isolamento absoluto em molares decíduos: estudo clínico randomizado e revisão sistemática com metanálise. [Tese]. Universidade de São Paulo, 2019.

LEAL, S.; BONIFACIO, C.; RAGGIO, D.; FRENCKEN, J. Atraumatic Restorative Treatment: Restorative Component. Monogr Oral Sci. Basel, v.27, n.2, p.92-102, 2018. Disponível em: < https://www.karger.com/Article/Abstract/487836>. Acesso em: 20/05/2020.

LIMA, D.C.; SALIBA, N.A.; MOIMAZ, S.A.A. Tratamento restaurador atraumático e sua utilização em saúde pública. Rev. Gau. Odontol, v.56, n.1, p75-79, 2008. Disponível em: < https://www.revodontolunesp.com.br/article/588017dd7f8c9d0a098b494d>. Acesso em: 10/06/2020.

LIMA, A.S.; SÁ, H.C.; RODRIGUES, L.D.; MENDES, T.A.D. Efetividade do tratamento restaurador atraumático como uma estratégia de saúde pública. JOAC, v.5, n.1, p.17-19, 2019. Disponível em: < http://publicacoesacademicas.unicatolicaquixada.edu.br/index. php/joac/article/viewFile/3711/3226>. Acesso em: 05/06/2020.

LOSSO, E.M.M.; TAVARES, E.M.; SILVA, J.Y.B.; URBAN, C.A. Severe early childhood caries: na integral approach. J Ped, v.85, n.4, p.295-300, 2009. Disponível em: < https://www.scielo.br/pdf/jped/v85n4/v85n4a05.pdf>. Acesso em: 09/05/2020.

LOESCHE, W. Role of Streptococcus mutans in human dental decay. Microbiol Rev, v.50, n.4, p.353-380, 1986. Disponível em: < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/ pmc/articles/PMC373078/>. Acesso em: 20/10/2020.

MALTZ, M.; OLIVEIRA, E.; FONTANELLA, V.; BIANCHI, R. A clinical, microbiologic, and radiographic study of deep caries lesions after incomplete caries removal. Quintessence Int, v.33, n.2, p151-159, 2002. Disponível em: < https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/11890029/>. Acesso em: 20/10/2020.

MARTINS FILHO, P.R.; SANTOS, V.T.G.; TAVARES, C.S.S.; MELO, E.G.M.; NASCIMENTO JR, E.M.; SANTOS, V.S. Recommendations for a safety dental care management during SARS-CoV-2 pandemic. Revista Pernambucana de Salud Publica, v.44, n.1, p.1-4, 2020. Disponível em: < https://scielosp.org/pdf/rpsp/2020.v44/e51/en>. Acesso em: 10/09/2020.

MASSARA, M.L.A.; IMPARATO, J.C.P.; WAMBIER, D.S.; NORONHA, J.C.; RAGGIO, D.P.; BONECKER, M. Tratamento restaurador atraumático modificado (ARTm). Pesq Bras Odontoped Clin Integr, v.12, n.3, p.303-306, 2012. Disponível em: < https://core.ac.uk/download/pdf/230856283.pdf>. Acesso em: 05/08/2020.

MENDES, G.A.M.; CARVALHO, J.G.; BOGIAN, L.C.; MACIEL, A.L.M.; EL ZAYEK, P.S.L.; FONSECA, L.A. Desenvolvendo habilidades no diagnóstico e manejo de lesões de cárie oculta em prática laboratorial no Curso de Odontologia. Cong Int Pes, Ens Exte, v.2, n.3, p.1844-1845, 2018. Disponível em: < http://anais.unievangelica.edu.br/index.php/CIPEEX/article/view/2719>. Acesso em: 05/09/2020.

MIALHE, F.L.; BOSQUIROLI, V.; SILVA, J.O. Conhecimento e utilização de métodos de detecção de lesões cariosas por cirurgiões-dentistas. Varia Scientia, v.5, n.10, p.23-33, 2005. Disponível em: < http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-38882013000400005>. Acesso em: 20/10/2020.

MICKENAUTSCH, S. FRENCKEN, J. E., VAN´T HOTF, M. A. Atraumatic Restorative Treatment and dental anxiety in outpatients attending public oral health clinics in South Africa. J. Public Health Dent., v.67, p.179-194, 2007. Disponível em: < http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72722013000100008>. Acesso em: 29/10/2020.

MONNERAT, A.F.; SOUZA, M.I.C.; MONNERAT, A.B.L. Tratamento restaurador atraumático. Uma técnica que podemos confiar? Rev Bras Odontol, v.70, n.1, p.33-36, 2013. Disponível em: < http://revodonto.bvsalud.org/pdf/rbo/v70n1/a08v70n1.pdf>. Acesso em: 06/04/2020.

MONICO, M.; TOSTES, M. Tratamento Restaurador Simplificado para

atendimento infantil e ART. J Bras Odontopediatr Odontol Bebê, v.1, n.4, p.9-16, 1998. Disponível em: < http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RS/article/view/75>. Acesso: 20/10/2020.

NAVARRO, M.F.L.; LEAL, S.C.; MOLINA, G.F.; VILLENA, R.S. Tratamento restaurador atraumático: atualidades e perspectivas. Rev. Assoc. Paul. Cir Dent., v.69, n.3, p.289-301, 2015. Disponível em: < http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-52762015000200013>. Acesso em: 10/04/2020.

OLEGÁRIO, I.C.; PACHECO, A.L.B.; ARAÚJO, M.P.; LADEWIG, N.M.; BONIFÁCIO, C.C.; IMPARATO, J.C.P. Low-cost GICs reduce survival rate in occlusal ART restorations in primary molars after one year: A RCT. J Dentistry, v.57, p.45-50, 2017. Disponível em: < https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/27956016/>. Acesso em: 20/07/2020.

PETERSEN, P.E. The World oral health report 2003: continuos improvement of oral health in the 21st century- the approach of the WHO Global Oral Health Programme. Community Dent Oral Epidemiol, v.31, suppl. 1, p.3-23, 2003. Disponível em: . Acesso em: 20/10/2020.

RAMOS, F.J.G; WEINNTRAUB, J.A.; GANSKY, A.S.; HOOVER, C.I.; FEATHERSTONE, J.D.B. Bacterial, behavioral and environmental factors associated with early childhood caries. J Clin Pediatr Dent., v.26, n.2, p.165-173, 2002. Disponível em; < https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/11878278/>. Acesso em: 20/10/2020.

SILVA, R. P., MENEGHIM, M. C., CORRER, A. B. Variations in caries diagnosis and treatment recommendations and their impacts on the costs of oral health care. Community Dental Health, v.29, n.1, p.25-28, 2012. Disponível em: < https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/22482245/>. Acesso em: 20/10/2020.

SILVA, D.D.F.; FIGUEIREDO, M.C. Atraumatic restorative treatment—ART in early childhood caries in babies: 4 years of randomized clinical trial. Clinical Oral Investigations, v.23, n.10, p.3721-3729, 2019. Disponível em: < https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30666480/>. Acesso em: 04/08/2020.

SOUZA, M.C.A.; SILVA, M.A.M.; BELLO, R.F.; XAVIER, C.A.A. Tratamento restaurador atraumático (TRA) e promoção da saúde bucal em escolares: relato de experiência. Rev. Saúde, v.7, n.1, p.11-17, 2016. Disponível em: < http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RS/article/view/75>. Acesso em: 03/04/2020.

SOUZA, R.C.C; COSTA, P.S.; COSTA, L.R. Precauções e Recomendações sobre Sedação Odontológica durante a Pandemia de COVID-19. Disponível em: < http://cro-df.org.br/pdf/artigocorona.pdf>. Acesso em: 08/06/2020.

VAN BOCHOVE, J.A.; VAN AMEROGEN, W.E. The influence of restorative treatment approaches and use of local analgesia, on the children's discomfort. Eur Arch Paediatr Dent, v.7, n.1, p.11-16, 2006. Disponível em: < https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/17140522/>. Acesso em: 08/06/2020.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v14i53.2841

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: