A Afetividade no Desenvolvimento Cognitivo do Aluno com Transtorno de Espectro Autista – TEA / Affectivity in the Cognitive Development of the Student with Autistic Spectrum Disorder - TEA

Carleane Maria da Silva Leite, Siebra Morais Dantas

Resumo


Resumo: O artigo é um conteúdo completo de informações que são de suma importância no que se diz respeito ao desenvolvimento cognitivo ao aluno do Transtorno do Espetro Autista em prol da atribuição da afetividade. O objetivo é proporcionar ao leitor a importância da afetividade como mecanismo facilitador de aprendizagem no processo de cognição do aluno autista. O fato é que muitos profissionais ficam apreensivos ao se depararem com tal situação, e procuram maneiras e estratégias pra realizarem seu trabalho com bons resultados, e o conteúdo em questão é um suporte de conhecimentos para quem está em sala de aula. A verdade é que a educação inclusiva hoje requer muita atenção ao receber um aluno que de certa forma já vive em seu “mundo” devido sua deficiência  e é levado ao convívio do meio em que se encontra, visto que o professor ao se deparar com essa situação procura por estratégias para um melhor aprendizado desse aluno. E como o ponto chave do assunto é a afetividade, o texto contara com uma breve explanação sobre o que é o Transtorno do Espectro Autista, sua classificação em graus, métodos de como ter uma relação proximal com o aluno autista, as fases de cognição distribuídas em seu período de tempo, assim como seu aparato dentro de sala mediante um mediador acompanhante perante Lei, decorrente de um atendimento extraclasse com um psicopedagogo, que utilizara do lúdico no processo de aprendizagem do aluno autista, entre ouros aspectos  decorrente da leitura do texto. Sua fundamentação e baseada em autores renomados como Piaget, assim como Oliveira, Mello, Meleiro e demais autores que contribuíram com seu pensamento ou fala sobre o tema em questão. Ao finalizar estão em destaques algumas explanações sobre o tema que deixara o leitor com vontade de se aprofundar mais.

 



Palavras-chave


Afetividade, Desenvolvimento, Cognitivo, Autismo

Texto completo:

PDF

Referências


BAMBERGUER, Richard. Como incentivar o hábito de leitura. Atica , 7º edição. São Paulo, 2002.

BRASIL. Lei Federal n° 12.764/2012, de 27 de Dezembro de 2012. Institui a Politica Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista. Acessado em 23/06/2020. Disponível no link: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12764.htm

DSM-V/https://carlaulliane.com/2016/os-3-graus-do-autismo/Os 3 Graus do Autismo Publicado em 25 de outubro de 2016/02 de março de 2017 por Carla Ulliane. Acesso em 31 de Março de 2020 ás 23:08h.

FERREIRO, Emilia; TEBEROSKY, Ana. Psicagenese da língua escrita. Tradude Diana Myriam lichenstein; liana di marco e mário carso Porto Alegre: Artes mudicas, 1985.

http://mundodami.com/2015/03/12/entre-minha-neta-e-minha-filha-o-que-o-autismo-nao-me-deixa-ver/ acesso em 12/08/20 .

https://psicologado.com.br/neuropsicologia/desenvolvimento-cognitivo-e-comportamental-da-crianca-natural-e-autista. Acesso em 05/04/2020, ás 15:57h.

MARTINS, Maria Helena. O que é leitura. 4º Ed. São Paulo: Brasiliense, 1984.

MELERO, M.L.. Diversas miradas: democracia Del amor. Revista interuniversitária de formacion Del Professorado, n. 74. (2012), p. 17 – 52. Zaragoza, España. Apud LIMA, Akauê.

MELLO, Ana Maria., Autismo : guia prático. 4. Ed. São Paulo: AMA; Brasília: CORDE. 2005. 103 p.;il.

MOREIRA , Marco A. Teorias de Aprendizagem. São Paulo, EPU, 1999. Apud OLIVEIRA. Maria Rafaela. FECLESC/UECE.

OLIVEIRA. Maria Rafaela. As contribuições da teoria piagetiana para o processo de ensino- aprendizagem. Artigo acadêmico. FECLESC/UECE. Página 03. Acesso em 08/04/2020 ás 14:12h.

PALANGANA, Isilda Campaner. Desenvolvimento e aprendizagem em Piaget e Vygotsky: a relevância do social. São Paulo: Summus, 3.ed- 2001.

PIAGT j. Seis estudos da psicologia. Rio de janeiro: fonense, 1985.

SILVA, Eliane Caldas da; ZUCOLOTTO, Marcele Pereira da Rosa. Percepção dos docentes sobre afetividade no ensino superior em um curso da área da saúde. Id on Line Rev.Mult. Psic.,2019, vol.13, n.44, p. 240-252.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v14i53.2838

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Carleane Maria da Silva Leite, Siebra Morais Dantas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: