Teoria Sociointeracionista e a Aquisição da Linguagem: Contribuições para o Desenvolvimento Humano / Socio-Interactional Theory and Language Acquisition: Contributions to Human Development

Henrique Miguel de Lima Silva, Danielli Cristina de Lima Silva, Eliana Pires de Almeida, Sayonara Abrantes de Oliveira Uchôa, Symara Abrantes Albuquerque de Oliveira Cabral

Resumo


Dentre as milhares de espécies de seres vivos existentes em nosso planeta Terra a humana é, sem dúvidas, considerada cientificamente e cognitivamente como a mais desenvolvida. Embora não tenhamos sido os primeiros a habitar o planeta, fomos, devido às modificações genéticas, ambientais e culturais, os que mais se adaptaram aos diferentes contextos ao longo da história do planeta. Ao partirmos dessa assertiva, o presente artigo propõe-se a discutir sobre as principais contribuições das teorias sociointeracionistas para o processo de aquisição da linguagem em uma perspectiva sociocultural. Acredita-se que o desenvolvimento humano se dá justamente por meio dessa capacidade de representação simbólica da linguagem para as interações cotidianas. Nosso enfoque foi de base sociointeracionista e elencou o processo de desenvolvimento humano com base na história da evolução de nossas capacidades interacionais, considerando a interface entre aspectos biológicos e sociointeracionais fundamentados em (de) Tomasello (1999, 2000, 2003, 2004), Kendon (1985, 2000) Vygotsky (1978) e Cavalcante (1994, 1999, 2011).

 


Palavras-chave


Interação, interacionismo, desenvolvimento, linguagem

Texto completo:

PDF

Referências


AGUADO, G. Dimensões perceptivas, sociais, funcionais e comunicativas do desenvolvimento da linguagem. In: CHEVRIE-MULLER, C. & NARBONA, J. (org.) A linguagem da criança: aspectos normais e patológicos. Porto Alegre: Artmed, 2005.

ÁVILA NOBREGA, P.V. Dialogia mãe-bebê: a emergência do envelope multimodal em contextos de atenção conjunta. Dissertação de mestrado. Programa de Pós-graduação em Linguística da UFPB. João Pessoa, 2010.

ÁVILA NOBREGA, P.V.; CAVALCANTE, M.C.B. Aquisição da linguagem e dialogia mãe-bebê: o envelope multimodal em foco em contextos de atenção conjunta. Revista investigações, v. 25, n.2, julho, 2012.

CAVALCANTE, M. C. B. O gesto de apontar como processo de co-construção das interações mãe-bebê. Dissertação de Mestrado, UFPE, 1994.

CAVALCANTE, M. C. B. A tese é Da voz à língua: a prosódia materna e o deslocamento do sujeito na fala dirigida a bebê. Tese de doutorado inédita. UNICAMP, 1999.

CAVALCANTE, M. C. B. O estatuto do manhês na aquisição da linguagem. DLCV: Língua, Linguística e Literatura. v.1, n.1, 2003, 147-156.

CAVALCANTE, M. C. B. NASLAVSKY, José P. N. A subjetividade nas interações mãe-bebê. In: ACIOLI, M. D.; MELO, M. F. V; COSTA, M. L. G. A linguagem e suas interfaces. Olinda: Livro Rápido, 2006.

CAVALCANTE, M. C. B. Rotinas interativas mãe-bebê: constituindo gêneros do discurso. Investigações. Recife. Pp.153-170, 2009.

CAVALCANTE, M. C. B.; NASLAVSKY, José P. N. A matriz inicial da subjetividade tendo como locus aa dialogia do/no manhês. In: CAVALCANTE, M. C. B.; FARIA, E. M. B.; LEITÃO, M. M. Aquisição da linguagem e processamento linguístico: perspectivas teóricas e aplicadas. João Pessoa: Editora da UFPB, 2011.

COSTA FILHO, A. S. dos. Desenho animado como habitus estético-televisual. In: 1º Congresso Internacional em Estudos da Criança – Infâncias Possíveis, Mundos Reais. Braga: Instituto de Estudos da Criança/ Universidade do Minho, 2008.

COSTA FILHO, José Moacir Soares da. “Olá, Pocoio!”. A constituição da atenção conjunta infantil com o desenho animado. Dissertação de mestrado. Programa de Pós-Graduação em Linguística da UFPB. João Pessoa, 2011.

DEL RÉ, A. (org). Aquisição da Linguagem: uma abordagem psicolinguística. São Paulo: Contexto, 2006.

DEL RÉ, A.; PAULA, L.; MENDONÇA, M.C. A Linguagem da Criança: um olhar bakhtiniano. São Paulo: Contexto, 2014.

DEL RÉ, A.; PAULA, L.; MENDONÇA, M.C. Explorando o Discurso da Criança. São Paulo: Contexto, 2014.

DIONISIO, A. P. Gêneros multimodais e multiletramento. In: KARWOSKI, A.M; GAYDECZKA, B.; BRITO, K.S. (Orgs.). Gêneros textuais: reflexão e ensino. 3 ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2008. p.119-132.

KAIL, M. Aquisição da Linguagem. São Paulo: Parábola, 2013.

LOCKE, J. L. Desenvolvimento da capacidade para a linguagem falada. In: FLETCHER, P. & MACWHINNEY, B. (org.) Compêndio da linguagem da criança. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997. 233-252.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1978.

TOMASELLO, M., & Todd, J. Joint attention and lexical acquisition style. First Language, n. 4, p. 197-212, 1984.

TOMASELLO, M. Joint attention as social cognition. In C. Moore & P. J. Dunham (Eds.), Joint attention: Its origins and role indevelopment (pp. 103-130). Hillsdale, N J: Lawrence Erlbaum Associates, 1995.

TOMASELLO, M. The human adaptation for culture. Annual Reviews Anthropology, n.28, p. 509-529, 1999.

TOMASELLO, M. Primate cognition: introduction to the issue. Cognitive Science, n.24, v.3, 351-361, 2000.

TOMASELLO, M. Origens culturais do conhecimento humano. São Paulo: Martins Fontes, 2003.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v14i51.2587

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: