Análise da Evolução e Crescimento do Setor Farmacêutico no Brasil / Analysis of the Evolution and Growth of the Pharmaceutical Sector in Brazil

Paulo Cézar da Silva Souza, Antoniel dos Santos Gomes Filho

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo geral identificar as estratégias utilizadas pelo setor farmacêutico para alavancar suas vendas e potencializar o setor. Especificamente visou identificar as principais estratégias de gestão comercial que auxiliem no crescimento do setor, apontar as vantagens oferecidas mediante as estratégias estabelecidas, além de apresentar os resultados obtidos através da pesquisa. O estudo consistiu de uma pesquisa bibliográfica sobre o conceito da evolução do setor farmacêutico, posteriormente apresentadas às informações e descritas de maneira que viesse a contribuir para uma apresentação eficiente e clara em relação aos resultados. Diante do exposto, considera-se que o setor farmacêutico é fundamental para a sociedade, destacando a responsabilidade que empresas e profissionais dessa área precisam obter para funcionarem e trabalharem no mercado diante do enorme crescimento do setor. Também se destaca o grande investimento que é necessário para alavancar esse setor, mediante compra de produtos, equipamentos, além da capacitação dos profissionais.


Texto completo:

PDF

Referências


CAPPI, Priscila Pansani. Participação dos Medicamentos Genéricos no Mercado Farmacêutico Brasileiro. Monografia em Economia. Orientador: Prof. Dr. Fernando Sarti. Campinas (SP): UNICAMP/IE, 2007.

CIVANER, M. Sale strategies of pharmaceutical companies in a “pharmerging” country: The problems will not improve if the gaps remain. Health Policy, 106 225-232, 2012.

DAS, A. Pharmaceutical industry and the market: The case of Prozac and other Antidepressants. Asian Journal of Psychiatry, 4 14–18 (2011).

DAVID, P. A. Path dependence, its critics, and the quest for ‘historical economics’. 2000.

DIAS, J.P.S. A Farmácia e a História: Uma introdução à História da Farmácia, da Farmacologia e da Terapêutica, 2005.

FRANÇOSO, M. S. A Indústria Farmacêutica nos países emergentes: um estudo comparativo sobre a trajetória de desenvolvimento do setor na Índia e no Brasil. Monografia Ciências Econômicas, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filhos (UNESP), campus Araraquara 2011.

FONTES, O. L. Farmácia Homeopática, Teoria e Prática. 1 ed., Manole, 2006.

INSTITUTO BRASIELIRO DE EXECUTIVO DE VAREJO E MERCADO DE CONSUMO. Ranking IBEVAR: 120 maiores empresas do varejo brasileiro. São Paulo – IBEVAR, 2014.

Kobayashi R, Frias MAE, Leite M.M.J. Characteristics of papers on professional Nursing education in Brazil. Rev Esc Enferm. 2010 mar; 35 (1):45-54.

LOPES, José Antonio. Estudo sobre a reação de preço dos medicamentos líderes de mercado à introdução de concorrentes genéricos e similares. Dissertação apresentada à Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getulio Vargas, como requisito para obtenção do título de Mestre. Orientador: Prof. Dr. Claudio Lucinda. São Paulo: FGV, 2009.

MACHADO, A.D.C.V.; MESQUITA, J.M.C. Estudo sobre a imagem dos medicamentos de referência, dos medicamentos similares e dos medicamentos genéricos perante os consumidores finais. In: XV Simpósio de Administração da Produção, Logística e Operações Internacionais, 2012, Belo Horizonte, Anais eletrônicos...Belo Horizonte: SIMPOI, 2012. Disponível em: http://www.simpoi.fgvsp.br/arquivo/2012/artigos/E2012_T00356_PCN75496.pdf .Acesso em 20 de Set. 2019.

MIRANDA, S.E. et al. Disponibilidade do setor público e preços no setor privado: um perfil de medicamentos genéricos em diferentes regiões do Brasil. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v.25, n.10, p. 2147-2158, out. 2009.

NISHIJIMA, Marislei. Análise Econômica dos Medicamentos Genéricos no Brasil. Tese apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de São Paulo, como parte dos requisitos para obtenção do título de Doutor em Economia. São Paulo: USP, 2003.

PRODANOV, Cleber Cristiano; DE FREITAS, Ernani Cesar. Metodologia do trabalho científico: Métodos e Técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed., Rio Grande do Sul, Universidade Feevale, 2013.

Setor farmacêutico tem crescimento de 12,86% e expectativas positivas. Revista EXAME. São Paulo: Ed. Abril. 20 fev. 2018. Disponível em: < https://exame.abril.com.br/negocios/dino/setor-farmaceutico-tem-crescimento-de-1286-e-expectativas-positivas/>. Acesso em: 15 de Maio de 2019.

SILVA, Edna Lucia da; MENEZES, Estera Muszkat. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 3. ed. Florianópolis: Laboratório de Ensino a Distância (LED) da UFSC, 2000.

SOUSA, D. Farmáciasvendem R$ 25 bilhõesem 2012, dizAbrafarma.Economia.. Isto é Dinheiro. 05 fev 2013.Disponível em: http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/111253_FARMACIAS+VE. Acesso em: 29 de Abr. 2019.

Uninassau Faculdade (2019). Pesquisa aponta crescimento de 9% para o setor farmacêutico em 2019. Disponível em: https://www.uninassau.edu.br/noticias/pesquisa-aponta-crescimento-de-9-para-o-setor-farmaceutico-em-2019. Acesso em 16 de Maio de 2019.

VIEIRA, S.F.; ZUCCHI, P. Diferenças de preços entre medicamentos genéricos e de referência no Brasil. Ver. Saúde Pública, São Paulo, v.4, n.3, p. 444-449, 2006.

WaterHouse Coopers, P. O setor farmaceutico no Brasil. disponível em: https://www.pwc.com.br/pt/publicacoes/setores atividade/assets/saude/pharma-13e.pdf. Acesso em 21 de Março de 2019.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v14i49.2127

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: