A Importância do Vínculo Profissional Atribuída por Gestante / The Importance of the Professional Relationship Assigned by Pregnant Women

Maria Clara Torres e Souza, Maria Milaneide Lima Viana, Denise Pinheiro Leite, Mara Kilvya Nunes da Silva, Fabiana Carvalho Bessa, Debora Aparecida Beneval Bento, Rosely Leyliane dos Santos

Resumo


A prenhez é uma alteração que faz parte da evolução normal do crescimento da humanidade. Os especialistas que acompanham a gestante em seu pré-natal, inclusivamente o enfermeiro(a), deverão preparar um plano de apoio à gestante, designando as ações, instruções e direcionamentos aos serviços de referência, propiciando a interdisciplinaridade das intervenções, com a abertura de vinculação entre a equipe multiprofissional e gestante, propiciando as intervenções de saúde voltadas às suas necessidades de maneira integral. A gestante necessita sentir-se amparada para ter segurança e acreditar na equipe de profissionais. O objetivo desse estudo é compreender a importância do vínculo profissional atribuída por gestante.   A pesquisa trata-se de um estudo descritivo, exploratório de cunho qualitativo que foi realizada com gestantes em acompanhamento pré-natal de uma Unidade Básica de Saúde do município da região centro-sul. Os dados coletados foram categorizados de acordo com a análise de conteúdo temática. Esse estudo é recorte de outro projeto maior, que foi aprovado pelo parecer do Comité de Ética. Espera-se que os dados fornecidos pela pesquisa, sejam relevantes para o aprimoramento profissional dos enfermeiros, pois, o seu conhecimento profissional e humano faz a diferença na vida dessas gestantes.

 



Palavras-chave


Gravidez, Enfermeiro, Percepção, Unidade Básica de Saúde

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, C.N. et al. Cuidado Pré-Natal e Cultura: Uma Interface na Atuação da Enfermagem. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem. V.19, n.2, p.265-271. Abr-Jun. 2015.

ALVES, Aline; ALBINO, Andreza Teresa; ZAMPIERI, Maria de Fatima Mota. Um Olhar das Adolescentes Sobre as Mudanças na Gravidez: Promovendo a Saúde Mental na Atenção Básica. Reme – Rev. Min. Enferm. V.15, n.4, p.545-555. Out-Dez., 2011.

ARAÚJO, S.M. et al. A Importância do Pré-Natal e a Assistência de Enfermagem. Revista Eletrônica de Ciências. V. 3, n. 2. Julho a dezembro. 2010.

BOAS, L.M.V; BRAGA, M.C.C; CHATELARD, D.S. Escuta Psicanalítica de Gestantes no Contexto Ambulatorial: Uma Experiência em Grupos de Fala. Psico. V. 44, n. 1, pp. 8-15, jan./mar. 2013.

BRASIL. Pré-natal e puerpério atenção qualificada e humanizada. Manual técnico. Ministério da Saúde. Secretaria de atenção à saúde. Departamento de ações programáticas estratégicas. 2006.

_________. Atenção ao pré-natal de baixo risco. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. – Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2012a.

_________. Quantidade de UAP no município de Iguatu. Portal da saúde. 2015. Disponível em: < http://dab.saude.gov.br/portaldab/historico_cobertura_sf.php> Acesso em 05 nov 2015, ás 13:00h.

COSTA, E.M.F. Humanização do Pré-Natal Através da Vivência em Grupos de Gestantes: um Relato de Experiência. Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual da Paraíba. Campina Grande. 2014.

DUARTE Sebastião Junior Henrique; ALMEIDA Eliane Pereira de. O Papel Do Enfermeiro Do Programa Saúde Da Família No Atendimento Pré-Natal. R. Enferm. Cent. O. Min. Jan/abr; V.4,n1,p:1029-1035. 2014.

FERREIRA JÚNIOR, A.R. et al. Percepções de Profissionais de Enfermagem Sobre a Humanização em Obstetrícia. Sanare. V.14, n.02, p.27-35, jul./dez. Sobral. 2015.

GONÇALVES, I. T. J.P. et al. Prática do Acolhimento na Assistência Pré-Natal: Limites, Potencialidades e Contribuições da Enfermagem. Rev Rene. V.14, n.3, p:620-9. 2013.

LÍBERA, B.D. et al. Avaliação da Assistência Pré-Natal na Perspectiva de Puérperas e Profissionais de Saúde. Ciência & Saúde Coletiva. V.16, n.12, p:4855-4864. 2011.

MINAYO, Maria Cecilia de Souza.; DESLANDES, Suely Ferreira; GOMES, Romeu. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 33ª. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.

MALDONADO, Maria Tereza. Psicologia da Gravidez. Editora Jaguatirica, 2013.

VIEIRA, Sônia Maria; BOCK, Lisnéia Fabiani; ZOCCHE, Denise Azambuja; PESSOTA, Camila Utz. Percepção das Puérperas Sobre a Assistência Prestada pela Equipe de Saúde no Pré-Natal. V. 20 (Esp); p. 255-262. Florianópolis, 2011




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v13i46.1941

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: