Análise de Fatores Significativos do Clima Organizacional das Escolas Salesianas de Pernambuco / Significant factors analysis of the organizational climate of Schools Salesian of Pernambuco

Carlos Mendes de Lima Júnior, Jaime Caiceo Escudero

Resumo


O objetivo geral deste trabalho consistiu na análise do clima organizacional das escolas salesianas de Pernambuco, na percepção de seus participantes, para implantação do Programa de Qualidade das instituições salesianas de ensino. No presente estudo, pretendeu-se observar alguns fatores considerados significativos ao estudo do clima organizacional das escolas salesianas, tais como: imagem institucional, remuneração e benefícios, estrutura organizacional, organização e condições de trabalho, relacionamento interpessoal, satisfação pessoal e avaliação institucional. Trata-se de um estudo de caso das escolas salesianas de Pernambuco. A população alvo desta pesquisa constitui-se dos colaboradores e usuários das escolas salesianas, com vínculo objetivamente estabelecido. Os dados foram coletados por meio de questionários e entrevista. Conclui-se, portanto, que a melhoria do clima pode ser buscada em três frentes: reavaliação das políticas de recursos humanos; implantação de um manual de convivência; oferecimento de melhores condições físicas e materiais mais adequadas ao trabalho. Recomenda-se a implantação do Programa de Qualidade nas escolas salesianas, como meio altamente eficaz para o desenvolvimento de condições necessárias ao atendimento das expectativas pessoais, organizacionais e institucionais.

 

 


Palavras-chave


Clima organizacional, Fatores significativos, Escolas salesianas

Texto completo:

PDF

Referências


BIANCO, Enzo (1987). Educar hoje como Dom Bosco educava? São Paulo: Salesiana.

BRAIDO, Pietro (2004). Prevenir, não reprimir: o sistema educativo de Dom Bosco. São Paulo: Editora Salesiana.

CASTRO, Afonso de (2007). Presença institucional salesiana: informações e orientações para os leigos que trabalham em nossas instituições.Campo Grande: UCDB.

FLEURY, Maria Teresa L. (1993). Cultura da qualidade e mudança organizacional. Revista de administração de empresas. São Paulo, v. 33, n. 2, p. 26-34, mar./abr.

FONSECA, J. M. (1999). O Sistema Preventivo de Dom Bosco. 3. ed. Belo Horizonte: CESAP, p.62.

HOUAISS, Antônio (2009). Dicionário houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva.

PAULA, Antonio Pacheco de (2008). Manual do colaborador salesiano. Brasília: Cisbrasil-CIB, (Coleção Literatura Salesiana, v. 1).

REDE SALESIANA DE ESCOLAS (Org.) (2009). Encontro continental escolas salesiana na América. Brasília: Cisbrasil-CIB, (Coleção Literatura Salesiana, v. 4).

SCHEIN, Edgar H. (1982). Psicologia organizacional. Rio de Janeiro: Prentice-Hall.

SILVA, C. R.; GOBBI, B. C.; SIMÃO, A. A. (2005). O uso da análise de conteúdo como ferramenta para pesquisa qualitativa: descrição e aplicação do método. Organizações Rurais e Agroindustriais - Revista Eletrônica de Administração da UFLA. Lavras-MG, v. 7, n. 1, p. 70-81, jan/abr.

SOUZA, Edela L. P. de (1980). Percepção de clima conforme escalão hierárquico. Revista de administração de empresas. São Paulo, v. 20, n. 4, p. 51-56, out./nov.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v13i46.1934

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: