O Ensino Médio Numa Perspectiva de Formação Profissionalizante / Middle School in a Vocational Perspective

Ana Lúcia Bizerril de Brito, Gilmar Antônio de Oliveira, Angelita Silva de Almeida, Maria da Conceição Pereira Ferreira Alves

Resumo


Este artigo tem por objetivo analisar a formação profissionalizante integrada ao Ensino Médio. Em termos metodológicos, este estudo desenvolveu-se seguindo um caminho bibliográfico, descritivo e exploratório. Depois de reunida a bibliografia pertinente à temática e aos objetivos propostos, constatou-se que a busca pelo ensino profissionalizante é fomentada principalmente pela busca de uma melhor qualidade de vida, seja ela socialmente quanto economicamente, uma vez que, este tipo de formação, influi melhores oportunidades de emprego, além do desenvolvimento de habilidades específicas as quais influenciaram o desenvolvimento profissional, social, educacional e por consequência, econômico dos alunos.

 


Palavras-chave


Ensino, Formação, Habilidades, Social

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, A, L; SHIROMA, E, O; COAN, M. AS POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA: sucessivas reformas para atendem a quem? Boletim Técnico do SENAC – A Revista da Educação Profissional. Rio de Janeiro, v. 38, n°2, maio/agosto 2012.

BARRADAS, Anésia Maria da Silva. "Fábrica PIPMO": Uma discussão sobre política de treinamento de mão-de-obra no período 1963-82. Dissertação de Mestrado: Rio de Janeiro, Fundação Getúlio Vargas ─ Instituto de Estudos Avançados em Educação/Departamento de Administração de Sistemas Educacionais, 1986.

BRASIL. Lei 5.682, de 11 de agosto de 1971. Fixa Diretrizes e Bases para o ensino do 1º e 2º graus.

________. Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

________. Constituição dos Estados Unidos do Brasil de 10 de novembro de 1937.

_________. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília. 1988.

________. Parecer CNE/CEB nº 39/2004 a. Aplicação do Decreto nº 5.154/2004 na Educação Profissional Técnica de nível médio e no Ensino Médio.

CNI. Confederação Nacional da Indústria. SENAI é referência mundial em educação profissional. São Paulo, 05 de abril 2013.

CARNEIRO, M, A. LDB fácil: leitura crítico – compreensiva: artigo a artigo. 8 ed, Petrópolis, RJ, 2002.

CUNHA, Luiz A. O ensino profissional na irradiação do industrialismo. São Paulo. Ed. UNESP, 2000.

FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria. Ensino médio: ciência, cultura e trabalho. Brasília: MEC/ SEMTEC, 2004.

GANDIN, Danili; GANDIN, Luís Armando. Temas para um projeto políticopedagógico. Petrópolis, RJ: Vozes, 1999.

GÓMEZ, A. I. Pérez. As funções sociais da escola: da reprodução à reconstrução crítica do conhecimento e da experiência. In: SACRISTÁN, J. Gimeno; GÓMEZ, A. I. Pérez. Compreender e transformar o ensino. 4ª ed. Porto Alegre: ArtMed, 1998.

GIORGI, Maria Cristina; ALMEIDA, Fábio Sampaio de. Ensino profissional no Brasil: diálogos com a Ditadura Militar. Revista OPISIS, Catalão-GO, v. 14, n. 1, p. 262-281 - jan./jun. 2014.

OLIVEIRA, R; OLIVEIRA M de; MAIO, E, R. EDUCAÇÃO ESCOLAR: uma necessidade a partir das mudanças nas relações de trabalho. In: XI HISTEDBR, 2013.

PARO, Vitor Henrique. Administração escolar: introdução crítica. 3ª ed. São Paulo, SP: Cortez, 1998.

RODRIGUES, José. FORMAR HOMENS QUE O BRASIL NECESSITA, EIS A TAREFA DA EDUCAÇÃO: o pensamento pedagógico empresarial na Era Vargas. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n.26, p.160 –182 jun. 2007.

SCARPARI, D de O. A FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA: O Ensino Médio deve formar para a vida ou para o mercado de trabalho?. Monografia apresentada à Diretoria de Pós-graduação da Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC, para a obtenção do título de especialista em Didática e Metodologia do Ensino Superior. 2003, 53f.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v13i46.1909

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: