A Produção acadêmica sobre Consórcio Intermunicipal de Saúde realizada no Brasil de 1990 a 2017: Uma Análise Bibliométrica / The Academic production on Intermunicipal Consortium of Health carried out in Brazil from 1990 to 2017: A Bibliometric Analysis

Jorge Luiz dos Santos Silva, Clovis Luis Padoveze, José Erasmo Silva

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar teses e dissertações que tratam sobre Consórcio Intermunicipal de Saúde, publicadas nos programas de pós-graduação no Brasil, no período de 1990 a 2017, tendo como base a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). Assim, foi realizado um estudo bibliométrico baseado na lei de Bradford, apoiado metodologicamente em uma pesquisa descritiva com abordagem quantitativa. Levantou-se as publicações por programa de pós-graduação e instituição de ensino superior por estado e região do Brasil, bem como o gênero dos autores e as principais metodologias e técnicas de pesquisas utilizadas nos trabalhos. Dentre os resultados encontrados foram 8 teses e 20 dissertações defendidas em programas de pós-graduação reconhecidos CAPES. Com o estudo pode se verificar que há carência de aprofundamento nos estudos, portanto um campo de pesquisa a ser explorado. E, nesta perspectiva contribuindo para a evolução do conhecimento científico.


Palavras-chave


Consórcio de Saúde; Saúde Pública; Produção Acadêmica.

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, Silvâni Maria Sehnem do. BLATT, Carine Raquel. CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL PARA A AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS: impacto no desabastecimento e no custo. Revista de Saúde Pública, vol. 45, núm. 4, agosto, 2011, pp. 789-801. Universidade de São Paulo. São Paulo, Brasil.

ARAÚJO, C.A. Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em Questão. Porto Alegre, v. 12, n. 1, 2006. Disponível em: http://www.redalyc.org/html/4656/465645954002/. Acesso em: 5 Set 2017.

BATISTA, Sinoel et. al. O papel dos prefeitos e das prefeitas na criação e na gestão dos consórcios públicos. Guia dos Consórcios Públicos - Caderno; v. 1. 1. ed. Brasília, DF: Caixa Econômica Federal, 2011.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. São Paulo: Atlas, 1988.

BRASIL. Lei n. 8.080. Brasília: Ministério da Saúde, 1990.

BRASIL. Lei n. 8.142. Brasília: Ministério da Saúde, 1990a.

BRASIL. Lei nº 11.107 de 6 de abril de 2005. Dispõe sobre as normas gerais para a União, Estados e os Municípios contratarem consórcios públicos para a realização de objetivos de interesse comum e dá outras providências. Brasília, 6 de abril de 2005.

BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Assistência de Média e Alta Complexidade no SUS / Conselho Nacional de Secretários de Saúde. – Brasília: CONASS, 2007.

CAVALCANTE. Rejane. Consórcios Públicos. Secretaria de Planejamento Gestão e do Estado do Ceará. CE. 2015. Disponível em: Acesso em 09 Set 2017.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002. Apostila.

FREITAS, Bruna Rodrigues de. Estruturas, estratégias e consolidação dos consórcios intermunicipais da saúde da Zona da Mata de Minas Gerais. Dissertação de mestrado em Administração - Universidade Federal de Viçosa. Viçosa, MG, 2014.

FREITAS, B. R e OLIVEIRA, A. R. Avaliação dos consórcios intermunicipais de saúde da zona da mata mineira: uma análise sob a ótica dos gestores de saúde. HOLOS, Ano 31, Vol. 3. Disponível em: http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/download/2701/1115. Acesso: 26 Ago 2017.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

LIMA, Ana Paula Gil de. Os Consórcios Intermunicipais de Saúde e o Sistema Único de Saúde. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v.16, n. 4, p.985-996, out-dez 2000. Disponível em < http://www.scielo.br/pdf/csp/v16n4/3602.pdf>. Acesso em: 21 Set. 2017.

MORETTI, S. L. A.; CAMPANARIO, M. A. A Produção Intelectual Brasileira em Responsabilidade Social Empresarial – RSE sob a Ótica da Bibliometria. Revista de Administração Contemporânea, v. 13, edição especial, p. 68-86, 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rac/v17n3/a07v17n3. Acesso em: 12 Set 2017.

NEVES, Luiz Antônio da Silva. Consórcio intermunicipal de saúde da região de Penápolis (SP): elementos da cooperação política. Dissertação de mestrado em Saúde Pública Politicas Publicas e Saúde. Escola Nacional de Saúde Pública – Fundação Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, 2001.

NEVES, Luiz Antonio; RIBEIRO, José Mendes. Consórcios de saúde: estudo de caso exitoso. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 22 (10): 2207-2217, out, 2006.

PEIXE, Blênio Cezar Severo; FILHO, Celso da Rosa; PASSOS, Gabriela de Abreu. GOVERNANÇA PÚBLICA E ACCOUNTABILITY: Uma Análise Bibliométrica das Publicações Científicas Nacionais e Internacionais. XVI Congresso USP de Controladoria e Contabilidade. São Paulo, 2016. Disponível em: http://www.congressousp.fipecafi.org/anais/artigos162016/124.pdf. Acesso em: 25 Set 2017.

PIZZANI, Luciana; et al. Um estudo bibliométrico da produção científica: a interface entre a educação especial e a fonoaudiologia nas bases de dados da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). Distúrb Comun, São Paulo, 20(2): 205-218, agosto, 2008

POLIT, D. F.; BECK, C. T.; HUNGLER, B. P. Fundamentos de pesquisa em enfermagem: métodos, avaliação e utilização. Trad. de Ana Thorell. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2004.

PRATES, Angelo. Os consórcios intermunicipais no Brasil: aspectos legais e modelos de consorciamento. Revista Científica Semana Acadêmica. Fortaleza, ano MMXV, nº. 000073, 01/10/2015. Disponível em: http://semanaacademica.org.br/artigo/os-consorcios-intermunicipais-no-brasil-aspectos-legais-e-modelos-de-consorciamento. Acesso em: 15 Set. 2017.

QUEVEDO-SILVA, F., ALMEIDA SANTOS, E., BRANDãO, M., VILS, L.. Estudo Bibliométrico: Orientações sobre sua Aplicação. Revista Brasileira de Marketing e-ISSN:2177-5184, 15, jun. 2016. Disponível em: http://www.revistabrasileiramarketing.org/ojs-2.2.4/index.php/remark/article/view/3274. Acesso em: 24 Set. 2017.

RIBEIRO, Henrique César Melo. Análise das pesquisas sobre auditoria publicadas em periódicos brasileiros. Advances in Scientific and Applied Accounting. São Paulo, v.8, n.1, p. 088 - 112, Jan. / Abr. de 2015. Disponível em: http://asaa.anpcont.org.br/index.php/asaa/article/view/210. Acesso em: 15 Out 2017.

ROCHA, Ana Virginia Figueiredo. Consórcios Intermunicipais: complemento para a municipalização da Saúde no Brasil. Dissertação de mestrado em Economia. Universidade Federal da Bahia. Salvador: 2004.

TEIXEIRA, Luciana da Silva; MENEGUIN, Fernando – Os consórcios intermunicipais aumentam a eficiência no setor público? 2006. Disponível em http://www.brasil-economia-governo.org.br. Acesso em: 10 Set 2017.

ROCHA, Carlos Vasconcelos. Cooperação intergovernamental na área da saúde: uma abordagem dos Consórcios Intermunicipais em dois estados brasileiros. Trabalho preparado para apresentação no XII Congresso da Brazilian Studies Association – BRASA: Londres, 20 a 23 de agosto de 2014. http://www.brasa.org/wordpress/Documents/BRASA_XII/Proceedings/Carlos%20Vasconcelos%20Rocha%20-%20Coopera%C3%A7%C3%A3o%20intergovernamental%20na%20%C3%A1rea%20da%20sa%C3%BAde.pdf. Acesso: 15 Set 2017.

RUDIO, F. V. Introdução ao projeto de pesquisa científica. Petrópolis: Vozes, 1986.

SANT’ANA, Meire Luci Schwartz; CONSTANTINO, Patrícia. Os consórcios intermunicipais como um dos caminhos para a descentralização do SUS. PerspectivasOnLine. v. 3, n. 10, 2009. www.seer.perspectivasonline.com.br/index.php/revista_antiga/article/viewFile/363/274. Acesso em: 20 Ago. 2017.

SANTOS, Lenir. Consórcio administrativo intermunicipal: aspectos gerais, suas especificidades em relação ao Sistema Único de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde; 2000.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v13i46.1880

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: