Controle Social do Sistema Único de Saúde Brasileiro: Desafios e Potencialidades da Gestão Pública / Social Control of the Brazilian Unified Health System: Challenges and Potentialities of Public Management

Dalila Castro Reis, Fernanda Rodrigues da Silva Vasconcelos

Resumo


A temática abordada no presente artigo versa sobre “Gestão Pública”, uma vez que o foco da pesquisa adentra no campo da administração pública do SUS. Observando e analisando se o modelo de gestão pública aplicado ao sistema único de saúde, permite de fato, a participação do cidadão nas questões públicas. Nesse sentido, o objetivo desse trabalho de cunho acadêmico, gira em torno de analisar a administração pública do SUS, e a participação da população na instituição de politicas públicas, junto aos gestores administrativos. O que poderá proporcionar melhorias no atendimento do SUS ao cidadão. Quanto à metodologia, é necessário evidenciar que todo esse trabalho foi desenvolvido com base na pesquisa qualitativa sob viés descritivo e com ênfase na revisão de literatura. Assim, é possível mencionar que em meio a este estudo de pesquisa utilizou-se a técnica de coleta de informações a partir das leituras desenvolvidas.


Palavras-chave


Gestão Pública; SUS; Controle Social.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBARELLO, Cristiane Botezini. O papel do administrador na gestão pública. Revista de Administração, Frederico Westphalen, RS, v. 5, n. 9, p. 49-71, 2013).

DALLARI, Dalmo Abreu. Sociedade, Estado e direito: caminhada brasileira rumo ao século XXI. In: MOTA, C. G. (org.) Viagem incompleta – a experiência brasileira (1500-2000): a grande transação. São Paulo, vol.1, p.243: SENAC, 2000.

DENHARDT, Robert B. Teorias da administração pública. Tradução técnica e glossário de Francisco Gabriel Heidemann. São Paulo: Cengage Learning, 2012.

FIGUEREDO, Renato José Alex de; MORETTO NETO, Luíz; BERNARDINI, Isadora de Souza. Gestão Pública do SUS e a Cidadania Deliberativa. São Paulo, vol. 5. ,p.19 190-191, 2013. Disponível em: http://gsp.cursoscad.ufsc.br/wp/wp-content/uploads/2013/03/Anais-GSP-Volume-5-Artigo-9.pdf Acesso em: 07 de fev. de 2019.

MENDES, Heloisa Wey Berti. De Almeida, E. S. (2005). Regionalização da assistência à saúde: equidade e integralidade na perspectiva de gestores. O Mundo da Saúde. São Paulo, ano 29 v. 29 n. 1, p. 26-34, jan./mar., 2005. Disponível em: < http://www.saocamilo-sp.br/pdf/mundo_saude/28/03_Regionazacao.pdf >. Acesso em: 22 jun. 2014.

MENEZES, Juliana Souza Bravo. Saúde, participação e controle social: uma reflexão em torno de limites e desafios do Conselho Nacional de Saúde na atualidade. 2010. 194f. Dissertação (Mestrado) – Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Rio de Janeiro, v.37, n.96 ,p.139-147, 2010.

MEZOMO, Juliana Cantareli. Gestão da qualidade na saúde: princípios básicos. Manole Barueri, São Paulo; v.18, n.1,p.24, 2001.

MORETTO NETO, Luís. Gestão Pública. Departamento de Ciências da Administração/CSE/UFSC: Editora Fundação Boiteux, Florianópolis, v.1, p. 14 2012.

NOGUEIRA, Marco Aurélio. Um Estado para a Sociedade Civil: temas éticos e políticos da gestão democrática. São Paulo: Cortez, 2004.

OLIVEIRA, Milca Lopes. Controle social e gestão participativa em saúde pública: a experiência de conselhos gestores de unidades de saúde do município de Campo Grande/MS – 1994/2002. 2003. Tese (Doutorado em Saúde Pública) – Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.

PAULA, Ana Paula a Paes de. Administração pública brasileira entre o gerencialíssimo e a gestão social. RAE – Revista de Administração de Empresas, São Paulo: Fundação Getúlio Vargas, v. 45, n. 1, p. 28-49, 2005. Disponível em: . Acesso em: 15 de jan. de 2019.

ROCHA, Ricardo Luis de Azevedo da. Uma proposta de uso de tecnologia adaptativa para simulação de redes neurais em um dispositivo computacional. In: IX Encuentro Chileno de Computación 2001, Punta Arenas. Proceedings of the Encuentro Chileno de Computación. Punta Arenas: Universidad de Magallanes, v. CD-ROM, p. 1-9, 2001.

TENÓRIO, Fernando Guilherme. Cidadania e desenvolvimento local: critérios de análise. FVG Editora, Rio de Janeiro, v.1, p.22, 2012.

VANDERLEI, Maria Iêda Gomes; ALMEIDA, Maria Cecília Puntel de. A concepção e prática dos gestores e gerentes da estratégia de saúde da família. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 12, n. 2, p. 443-453, mar./abr. 2007




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v13i45.1781

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: