Utilização de Modelos Didáticos como Instrumento Pedagógico de Aprendizagem em Citologia / Use of Didactic Models as a Pedagogical Instrument for learning in Citology

Tatiano Gomes da Silva, Lorena Lôbo Brito Morbeck

Resumo


Com o advento das novas tecnologias da informação e comunicação, o ensino das ciências biológicas nas escolas brasileiras tornou-se algo mais acessível e praticável aos diversos setores das sociedades. Entretanto, a falta de disponibilização de tecnologias e metodologias alternativas ao ensino da biologia dificulta a prática pedagógica e consequentemente o ensino-aprendizagem. Diante disso, o presente artigo tem como objetivo verificar a importância do uso de modelos didáticos nas aulas de citologia através de uma revisão bibliográfica com base em artigos publicados em revistas científicas de cunho educacional, com o intuito de verificar se houve ou não mudanças no processo de ensino e aprendizagem da citologia resultando em uma maior compreensão dos conteúdos por meio de modelos didáticos nas salas de aula. Nesse aspecto, o uso de modelos didáticos em sala de aula torna-se fundamental no desenvolvimento de novas metodologias, que tem por finalidade atuar como facilitadores no ensino de citologia.


Palavras-chave


Citologia; Ensino; Instrumentos pedagógicos.

Texto completo:

PDF

Referências


AUSUBEL, D. P. A aprendizagem significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Moraes, 1982.

CASTOLDI, Rafael; POLINARSKI, Celso Aparecido. A utilização de recursos didático-pedagógicos na motivação da aprendizagem. I simpósio Internacional de Ensino e Tecnologia, p. 684-692, 2009.

CASTRO, Bruna Jamila; CAROZA, Priscila. Contribuições de um jogo didático para o processo de ensino e aprendizagem de Química no Ensino Fundamental segundo o contexto da Aprendizagem Significativa. Revista electrónica de investigación en educación en ciencias, v. 6, n. 2, 2015.

CAVALCANTE, Dannuza Dias; SILVA, AFA da. Modelos didáticos de professores: concepções de ensino-aprendizagem e experimentação. XIV Encontro Nacional de Ensino de Química, 2008.

CARVALHO, Simone Bueno de Oliveira; DUARTE, Lucia Rondelo; GUERRERO, José Manoel Amadio. Parceria ensino e serviço em unidade básica de saúde como cenário de ensino-aprendizagem. Trabalho, Educação e Saúde, v. 13, n. 1, p. 123-144, 2015.

DANTAS, Adriana Pricilla Jales; DANTAS, Thais Aparecida Vitoriano; FARIAS, Mércia Inara Rodrigues; SILVA, Rogério Pereira; COSTA, Núbia Pereira. Importância do uso de modelos didáticos no ensino de citologia. In: Congresso Nacional de Educação. 2016.

DELLA, Lourdes Aparecida Justina; FERLA, Marcio Ricardo. A utilização de modelos didáticos no ensino de genética-exemplo de representação de compactação do DNA eucarioto. Arquivos do Museu Dinâmico Interdisciplinar, v. 10, n. 2, p. 35-40, 2013.

DUSO, Leandro. O uso de modelos no ensino de biologia. Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino, v. 16, p. 432-441, 2012.UNICAMP - Campinas – 2012.

FIALHO, Nadia Hage; SANTOS, Maria Cristina Elyote Marques; VIVAS, Maria Izabel Quadros. Equidade e coesão social na perspectiva da educação e desenvolvimento científico e tecnológico. Poiésis-Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação, v. 5, p. 184-200, 2012.

FRANÇA, João Pedro Rodrigues; SOVIERZOSKI, Hilda Helena. Uso de modelo didático como ferramenta de ensino em Citologia. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, v. 11, n. 2, 2018.

GOMES, Mariana de Souza; DIAS, Marcia Adelino da Silva; MARQUES, Janaina Benício. Construção de modelos didáticos no ensino de citologia: uma realidade em escola pública de zona rural. In: II CONAPESC – Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências. 2017.

GONZAGA, Patrícia da Cunha; SANTOS, Conceição de Maria Ribeiro; SOUSA, Francisca Maria da Cunha; COSTA, Maria Lemos. A Prática de Ensino de Biologia em Escolas Públicas: Perspectivas na Visão de Alunos e Professores. XVI ENDIPE – Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino – UNICAMP – Campinas – 2012, 10 p.

GRECA, Ileana Maria; MOREIRA, Marco Antonio. Além da detecção de modelos mentais dos estudantes: uma proposta representacional integradora. Investigações em ensino de ciências. Porto Alegre. Vol. 7, n. 1 (jan./mar. 2002), p. 31-53, 2002.

GUIMARÃES, Gislene Margaret Avelar; ECHEVÉRRIA, Agustina Rosa; MOARES, Itamar José. Modelos didáticos no discurso de professores de ciências. Investigações em Ensino de Ciências – V11(3), pp.303-322, 2006.

JUSTINA, Lourdes Aparecida Della; FERLA, Marcio Ricardo. A utilização de modelos didáticos no ensino de Genética – Exemplo de representação de compactação do DNA eucarioto. Arq Mudi. v. 10, n. 2, p. 35-40, 2006.

KIEREPKA, Janice Silvana Novakowski; GULLICH, RIC; HERMEL, EES. O ensino de biologia celular por meio da confecção de modelos didáticos. III CIECITEC, 2015.

KRASILCHICK, M. Prática de Ensino de Ciências. São Paulo: EPU/Edusp, 2004.

LABURÚ, Carlos Eduardo; ARRUDA, Sérgio de Mello; NARDI, Roberto. Pluralismo metodológico no ensino de ciências. Ciência & Educação (Bauru), p. 247-260, 2003.

LINHARES, Iraci; TASCHETTO, Onildes Maria. A citologia no ensino fundamental. O professor PDE e os desafios da escola pública paranaense. 1ed. Curitiba: SEED, v. 1, p. 1-25, 2011.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Editora Atlas, 1992. 4a ed. p.43 e 44.

MENDONÇA, C. O.; SANTOS, MWO dos. Modelos didáticos para o ensino de ciências e biologia: aparelho reprodutor feminino da fecundação a nidação. V Colóquio internacional. São Cristovão, 2011.

MERCADO, Luís Paulo Leopoldo; FREITAS, Maria Auxiliadora Silva. Avaliação de materiais didáticos para educação online dos cursos da uab: perspectiva analítica e reconstrutiva. Revista e-Curriculum, São Paulo, n.11 v.02 ago.2013, ISSN: 1809-3876.

MORAIS, Gabriella Helloyde; MARQUES, Regina Célia Pereira. A importância do uso de modelos didáticos no ensino de citologia. In: IV CONEDU – Congresso Nacional de Educação. 2017.

ORLANDO, T. C., Lima, A. R., da Silva, A. M., Fuzissaki, C. N., Ramos, C. L., Machado, D., ... & Barbosa, V. C. Planejamento, montagem e aplicação de modelos didáticos para abordagem de Biologia Celular e Molecular no Ensino Médio por graduandos de Ciências Biológicas. Revista de Ensino de Bioquímica, v. 7, n. 1, p. 1-17, 2009.

PARDAL, Priscila Campos; SCHIMIGUEL, Juliano; NIERO, ELO. Recurso lúdico em Biologia Celular utilizado como fixador de conteúdo e como método de avaliação. Experiências em Ensino de Ciências, v. 8, n. 3, p. 129-146, 2013.

PAVIANI, Neires Maria Soldatelli. FONTANA, Niura Maria. Oficinas pedagógicas: relato de uma experiência. Conjectura, v. 14, n. 2, 2009.

PEDRANCINI, Vanessa Daiana. Ensino e aprendizagem de Biologia no ensino médio e a apropriação do saber científico e biotecnológico. Revista Electrónica de Enseñanza de las ciencias, v. 6, n. 2, p. 299-309, 2007.

PEDROSO, Carla Vargas. Jogos didáticos no ensino de biologia: uma proposta metodológica baseada em módulo didático. In: Congresso Nacional de Educação. 2009. p. 3182-3190.

PIETROCOLA, Maurício. Construção e realidade: o papel do conhecimento físico no entendimento do mundo. Ensino de Física: conteúdo, metodologia e epistemologia numa concepção integradora. Florianópolis: UFSC, p. 9-32, 2001.

SANTOS, Diana Borges; SOUSA, Melissa; INFANTE-MALACHIAS, Maria Elena. Utilização do modelo didático analógico em aulas de ciências: uma aproximação à prática docente. In: VIII Congresso Nacional de Educação – EDUCERE, 2008.

SANTOS, Joquebede Barbosa; MONTES, Guilherme Augusto. A construção de materiais didáticos no ensino fundamental: citologia em destaque. In: Anais CEPE – III Congresso de Ensino, Pesquisa e Extensão da UEG – Inovação e Inclusão Social e Direitos. 19 a 21 de outubro de 2016. Pirenópolis – Goiás.

SEPEL, Lenira MN; LORETO, Elgion LS. Estrutura do DNA em origami–possibilidades didáticas. Rev. Genética da Escola, v. 1, p. 3-5, 2007.

SILVA, Artemisa Amorim; DA SILVA, Raimunda Trajano; FREITAS, Silvia Regina Sampaio. Utilização de modelo didático como metodologia complementar ao ensino da anatomia celular. Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota), v. 6, n. 3, p. 17-21, 2016.

SILVA, Francivania Santos Santana da; MORAIS, Leile Jane Oliveira; CUNHA, Iane Paula Rego. Dificuldades dos professores de Biologia em ministrar aulas práticas em escolas públicas e privadas do município de Imperatriz (MA). Revista Uni, v. 1, n. 1, p. 135-149, 2011.

SILVA, Graciele Braga; RODRIGUES, Ayrton Batista; FREITAS, Silvia Regina Sampaio. O ensino do tecido hematopoiético pela ótica da modelização: uma abordagem factível. Cadernos de Educação, v. 16, n. 32, p. 123-134, 2017.

SILVA, Artemisa Amorim; DA SILVA FILHA, Raimunda Trajano; FREITAS, Silvia Regina Sampaio. Utilização de modelo didático como metodologia complementar ao ensino da anatomia celular. Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota), v. 6, n. 3, p. 17-21, 2016.

SOUZA, D. C.; ANDRADE, G. L. P.; NASCIMENTO JÚNIOR, A. F. Produção de material didático-pedagógico alternativo para o ensino do conceito pirâmide ecológica: um subsídio a educação científica e ambiental. Fórum Ambiental da Alta Paulista, v. 4, n. 2008, p. 97-130, 2008.

SOUZA, Edilaine Morais; MESSEDER, Jorge Cardoso. Citologia em sala de aula: um modelo celular pensado para todos. In: Anais XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – XI ENPEC- Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC –3 a 6 de julho de 2017.

SOUZA, Renato de Freitas; SANTOS, Ingrend Taynane de Oliveira; BEZERRA, Danielly de Souza; SOARES, Anderson Maciel; SILVA, Henrique Miguel de Lima. Confecção e utilização de material didático voltado para o ensino de citologia por meio de oficinas pedagógicas. In: Anais IV CONEDU – Congresso Nacional de Educação. 2017.

TESSARO, Josiane Patrícia; JORDÃO, Ana Paula Martinez. Discutindo a importância dos jogos e atividades em sala de aula. Psicologia. com. pt, o portal dos psicólogos, v. 2, n. 08, 2007.

JÚNIOR, Airton José Vinholi; PRINCIVAL, Guilherme Cunha. Modelos didáticos e mapas conceituais: biologia celular e as interfaces com a informática em cursos técnicos do IFMS. HOLOS, v. 2, p. 110-122, 2014.

VOLPATO, Gildo. Jogo e brinquedo: reflexões a partir da teoria crítica. Educação & Sociedade, v. 23, n. 81, 2002.

ZOMPERO, Andréia de Freitas; LABURÚ, Carlos Eduardo. As atividades de investigação no Ensino de Ciências na perspectiva da teoria da Aprendizagem Significativa. Revista electrónica de investigación en educación en ciencias, v. 5, n. 2, p. 12-19, 2010.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v13i45.1732

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: