Fatores Associados a não Adesão ao Tratamento da Hipertensão Arterial Sistêmica em Clientes Idosos / Factors Associated with Non-Adherence to the Treatment of Systemic Arterial Hypertension in Elderly

Edglê Alves Ferreira, Deboráh Cristina Silva Queiroz Alves, Francisco José Braga Parnaíba, Neiza Davi da Silva, Suyanne Cavalcante Barreto, Ana Clara Santos Rodrigues, Joab Gomes da Silva Sousa, Samilânia Almeida Marcelino

Resumo


Objetivou-se investigar os fatores determinantes à não adesão dos usuários idosos hipertensos quanto ao tratamento da hipertensão arterial sistêmica. Tratou-se de um estudo qualitativo, exploratório com abordagem descritiva. A coleta de dados ocorreu em agosto de 2017 através de um grupo focal com clientes idosos hipertensos que não aderiam ao tratamento da hipertensão arterial sistêmica. Foi visto a falta ou inexistência de medicamentos anti-hipertensivos na unidade de saúde, juntamente com o descuido do próprio cliente, configuram-se como os principais fatores que estavam diretamente relacionados a não adesão ao tratamento da hipertensão arterial sistêmica. Nesse sentido, há necessidade de ações de promoção da saúde que levem a prevenção e a busca destes clientes na para orientações e acompanhamento na Estratégia Saúde da Família, levando estes a um direcionamento adequado na redução e complicações decorrentes.

 

 

 

 


Palavras-chave


Tratamento. Hipertensão Arterial Sistêmica. Idosos

Texto completo:

PDF PDF

Referências


BRITO, E. S. de; PANTARATTO, R. F. R.; COSTA, L. R. L. G. da. A hipertensão arterial sistêmica como fator de risco ao Acidente Vascular Encefálico (AVE). J Heal th Sci Inst. Araçatuba. V. 29. N. 4. P. 265-268. 2011.

ANDRADE, D. O. de.; SANTOS, S. P. O.; MATIN, J. F. V. Inflamação, disfunção endotelial e eventos agudos na hipertensão arterial. Rev. Bras. Hipertens, São Paulo, v. 21, n. 3, p. 134-139. 2014.

RAMOS, F. de. F. A.; MAIA, J. de. A.; Tratamento da hipertensão arterial entre usuários idosos assistidos pela enfermagem numa unidade básica de saúde da família. Rebes, Pombal, v. 3, n. 2, p. 9-16, abr-jun., 2013.

GIROTTO, E.; ANDRADE, S. M. de A.; CABRERA, M. A. S.; MATSUO, T. Adesão ao tratamento farmacológico e não farmacológico e fatores associados na atenção primária da hipertensão arterial. Ciência & Saúde Coletiva, Londrina, v. 18, n. 6, p. 1763-1772. 2013.

SCALA, L. C. N. Epidemiologia da hipertensão arterial no Brasil: prevalência. Revista Hipertensão. Cuiabá. V17 n3 P.138-155. 2015.

NOGUEIRA, I. C.; SANTOS, Z. M. de. S. A.; ALVERNE, D. G. B. M.; MARTINS, A. B. T.; MAGALHÃES. Efeitos do exercício físico no controle da hipertensão arterial em idosos: uma revisão sistemática. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol, Rio de Janeiro, v. 15, n. 3, p. 587-601, 2012.

ALVES, B. A.; CALIXTO, A. A. T. F.; Aspectos determinantes da adesão ao tratamento de hipertensão e diabetes em Uma Unidade Básica de Saúde do interior paulista. J Health. Campinas. 30. 3. p. 255-260. 2012.

RESSEL, L.; BECK, C. L. C.; GUALDA, D. M. R.; HOFFMANN, I. C.; SILVA, R. M. da; SEHNEM, G. D. O uso do grupo focal em pesquisa qualitativa. Texto Contexto Enfermagem. Florianópolis, v. 17, n. 4, p. 779-786, out-dez. 2008.

AGNOL, C. M. D.; TRENCH, M. H. Grupos focais como estratégia metodológica em pesquisas na enfermagem. Revista Gaúcha de Enfermagem. Porto Alegre, v. 20, n. 1, p. 5-25, jan. 1999.

BARBOUR, R. Grupos focais. Porto Alegre: Artmed, 2009.

CAMPOS, R. O. Pesquisa qualitativa em políticas, planejamento e gestão em saúde coletiva. Pesquisa qualitativa em saúde: múltiplos olhares. Campinas: Editora Unicamp, 2005.

LEFEVRE, F.; LEFEVRE, A. M. C. Discurso do sujeito coletivo que fala representações sociais e intervenções comunicativas. Texto Contexto Enferm. Florianópolis. v 23, n. 2, Abr-Jun, 2014.

SANTOS, F. P. dos A.; NERY, A. A.; MATUMOTO, S. A produção do cuidado a usuárias com hipertensão arterial e as tecnologias em saúde. Rev Esc Enferm USP. São Paulo. v. 47, n. 1, p. 107-114, 2013.

LIMA, A. de S.; GAIA, E. de S. M.; FERREIRA. M. A. A importância do programa Hiperdia em uma Unidade de Saúde da Família do município de Serra Talhada – PE, para adesão dos hipertensos e diabéticos ao tratamento medicamentoso e dietético. Saúde Coletiva em Debate. Serra Talhada. V.2 n.1. p.9-19. 2012.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v13i44.1660

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: