A Prática Pedagógica das Professoras da Educação Infantil: Um Estudo de Caso em classes Regulares com Crianças com a Síndrome de Down / The Pedagogical Practice of Teachers of Infant Education: A Case Study in Regular Classes with Children with Down's Syndrome

Gláucia da Conceição de Almeida, Andréa Basílio de Matos Fraga

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivo “Analisar a prática pedagógica utilizada pelas professoras do Colégio X, do bairro do Garcia da cidade de Salvador – Bahia, Brasil que trabalham com crianças com a síndrome de Down e crianças tidas como normais em uma mesma classe”. O Colégio X recebe com frequência e em quantidade elevada crianças com necessidades educacionais especiais, em particular com a síndrome de Down. Esta pesquisadora tem observado que os professores não recebem formação específica para trabalhar com as adversidades em uma mesma sala de aula. Utilizou-se uma pesquisa de abordagem qualitativa, descritiva e indutiva. Do universo a ser pesquisado extraiu-se uma amostra de 19 professoras, que representa 63% do universo. O questionário foi o instrumento utilizado para coleta de dados, composto de 10 perguntas abertas e fechadas. Concluiu-se a pesquisa com as professoras do Colégio X, que a prática pedagógica delas tem sido muito boa, que são pessoas de boa formação acadêmica, com pouco tempo no exercício da docência, pessoas jovens que vivem capacitando-se para um melhor exercício na profissão. Pode-se observar ainda que as crianças que estudam com estas professoras encontram-se num nível de desempenho muito bom, afirmando assim a competência profissional das referidas professoras.

 


 

 


Palavras-chave


Prática pedagógica; Formação de Professores; Educação inclusiva

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Promulgada em 05 de outubro de 1988. Rio de Janeiro: Degrau Cultural, 1988.

BRASIL. Declaração de Salamanca. Linha de ação sobre necessidades educativas especiais. Brasília: Corde, 1994.

BRASIL. Estatuto da Criança e do Adolescente no Brasil. Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretária de Educação Especial. O Processo de Integração Escolar dos Alunos Portadores de Necessidades Educativas Especiais no Sistema Educacional Brasileiro. Brasília: MEC/SEESP, 1995.

BRASIL. Resolução CNE/CEB 04 de 02 de outubro de 2009. Diretrizes Operacionais para o Atendimento Educacional Especializado na Educação Básica, modalidade Educação Especial. 2009.

CHALITA, Gabriel. Educação: A solução está no afeto. São Paulo: Gente, 2001.

CHINALIA, F. Relações pedagógicas no contexto inclusivo: um olhar sobre a deficiência mental. 2006. 148 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, 2006.

DECLARAÇÃO DE SALAMANCA. Necessidades Educativas Especiais – NEE In: Conferência Mundial sobre NEE: Acesso em qualidade – UNESCO. Salamanca/ Espanha: UNESCO 1994.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2001.

LEI de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: Lei n. 9.394/20.12.96. São Paulo: Saraiva 1996.

MANTOAN, M.T.E. Inclusão Escolar. O que é? Por quê? Como fazer? São Paulo: Moderna, 2003.

MENDES, E. G. Perspectivas para a construção da escola inclusiva no Brasil. In: PALHARES, Marina Silveira; MARINS, Cristina. Escola Inclusiva. São Carlos: EdUsfcar, 2002.

NÓVOA, Antonio. Formação de Professores e Profissão Docente. In: NÓVOA, Antonio (org.) Os Professores e a sua Formação. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1995.

SILVA, I. C. de A. L. e S. A construção da noção de cidadania infantil no Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. Campinas, 2006, 221 f. Dissertação (mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas.

SOUSA. S. Z. L. e PRIETO, R.G. A educação especial. In: Oliveira, R.P. e Adrião, T. (Orgs.). Organização do ensino no Brasil. São Paulo: Xamã, 2002. p.123-136.

TRIVIÑOS, A. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

TRONCOSO, Maria Victoria e Del Cerro, Maria Mercedes. Síndrome de Down: Leitura e Escrita - Cantabria, Espanha. Masson S.A. - 1998.

VALETT, Robert E. Tratamento de distúrbios da aprendizagem: manual de programas psicoeducacionais. São Paulo. EPU, Ed. Da Universidade de São Paulo, 1977.

VYGOTSKI, Lev Seminóvic. Obras Escogidas. Fundamentos de Defectología. Madrid: Visor, 1997.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v13i44.1647

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: