Cuidados de Enfermagem ao Paciente acometido por Acidente Vascular Cerebral: Revisão Integrativa / Nursing Care for Patients caused by Cerebral Vascular Accidents: Integration Review

Manoel Renan de Sousa Carvalho, Nádia Maria Santos Spíndola Miranda, Verbena Rodrigues Lustosa, Bárbara Gomes Santos Silva, Vitória Eduarda Silva Rodrigues, Francisco Gerlai Lima de Oliveira, José de Siqueira Amorim Júnior, Rosana Serejo dos Santos, Júnior Ribeiro de Sousa

Resumo


O acidente Vascular Cerebral é apontado como uma das doenças mais incapacitante, pois cerca de 70% das pessoas que são acometidas pela patologia não conseguem retomar as suas atividades diárias e aproximadamente 50% dos indivíduos ficam dependentes de outras pessoas. O estudo objetivou-se em analisar e descrever quais as principais intervenções de enfermagem ao paciente acometido por AVC. O estudo trata-se de uma revisão integrativa onde a busca dos artigos ocorreu no mês de agosto de 2018, foram utilizados os descritores acidente vascular cerebral, assistência ao paciente e enfermagem, cruzados com o operador booleano AND, nas bibliotecas virtuais BVS e SciELO, na PUBMED foram utilizados os descritores cadastrados no Medical Subject Headings (MesH): “Stroke” AND “Patient Care” AND “Nursing”. As buscas resultaram num total de 3723 em todas as bases de dados, onde após os critérios de inclusão e exclusão foram selecionados 09 artigos para compor o estudo. As intervenções da equipe de Enfermagem devem ser direcionadas aos cuidados assistenciais ao paciente envolvendo ações que variam desde uma avaliação do indivíduo, como a realização de atividades direcionadas ao treinamento da fala, marcha, avaliação do hábito miccional, avaliação da higiene oral e assistência direcionada ao posicionamento correto do paciente, além da avaliação dos riscos de quedas e prevenção de um novo AVC. Diante disso, é necessário que o enfermeiro esteja apto a desenvolver um plano de cuidados voltado para a reabilitação do paciente, sendo necessária a integração de uma equipe multidisciplinar, promovendo assim, um cuidado humanizado e integral.

 

 


Palavras-chave


Acidente Vascular Cerebral, Assistência ao Paciente, Enfermagem

Texto completo:

PDF

Referências


BARCELOS, D.G. et al. Atuação do Enfermeiro em pacientes vítimas do Acidente Vascular Encefálico Hemorrágico na Unidade de Terapia Intensiva. Persp. Online: biol. & saúde. Campos dos Goytacazes, v.22, n.6, p.41-53, 2016. Disponível em: < https://doi.org/10.25242/886862220161097>.

BONELLI et al.. Stroke: importance of knowledge for caregivers after discharge. CuidArte enfermagem. v. 8, n. 1, p. 16-23, jan.-jun., 2014. Disponível em: < http://dx.doi.org/1.1590/S0102-311X2011001100004>.

CAVALCANTE, T. F. et al. Intervenções de enfermagem aos pacientes com acidente vascular encefálico: uma revisão integrativa de literatura. Rev. Esc. Enferm. USP, São Paulo, v.45, n.6, p.1495-1500, dez/jan., 2011. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342011000600031>.

CAVALCANTE, T.F. et al. Intervenções de enfermagem ao paciente com acidente Cerebrovascular em reabilitação. Rev enferm UFPE on line., Recife, v.12, n.5, p.1430-1436, maio., 2018. Disponível em < https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/viewFile/230533/28905>.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5 ed. São Paulo: Atlas, 2010. 184p.

KORPERSHOEK, C. et al. Self- efficacy and its influence on recovery of patients with stroke: a systematic review. J adv nurs. v. 69, n. 9, p. 1876-94, 2011. Disponível em:

LIMA, A. G. T.; PETRIBÚ, K. Acidente vascular encefálico: revisão sistemática sobre qualidade de vida e sobrecarga de cuidadores. Revista Brasileira de Neurologia e Psiquiatria. v. 20, n. 3, p.253-266, Set/Dez., 2016. Disponível em: < https://rbnp.emnuvens.com.br/rbnp/article/download/168/107>.

LOPES, M. C. L. et al. Convivencia familiar com a dependência decorrente do acidente vascular encefálico em hipertensos. Semina: Ciências Biológicas e da Saúde, Londrina, v. 35, n. 1, p. 75-86, jan./jun. 2014. Disponível: .

MENDES, K. D. S.; SILVEIRA, R. C. C. P.; GALVAO, C. M. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto contexto - enferm. v.17, n.4, p.758-764, 2008. Disponível em .

NUNES, D. L. S.; FONTES, W. S.; LIMA, M. A. Cuidado de Enfermagem ao Paciente Vítima de Acidente Vascular Encefálico. R bras ci Saúde. v. 21, n. 1, p.87-96, 2017. Disponível em: < https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2017v21n1.24003>.

PEREIRA, R. A. et al. Burden on caregivers of elderly victims of cerebrovascular accident. Rev. esc. enferm. USP. v. 47, n.1, p.185-192, 2013. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342013000100023>.

ROLIM, C. L. R. C.; MARTINS, M. Qualidade do cuidado ao acidente vascular cerebral isquêmico no SUS. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 27 n.11 p. 2106-2116, nov., 2011. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2011001100004>.

SILVA, J. K. et al. A vida após o acidente vascular cerebral na perspectiva dos sobreviventes. Rev. Eletr. Enf. v. 18, e1148, 2016. Disponível em:.

SOUZA, R.C.S; ARCURI, E.A.M. Estratégias de comunicação da Equipe de Enfermagem na afasia decorrente de acidente vascular encefálico. Rev Esc Enferm USP, v.48, n.2, p.292-298, 2014. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v48n2/0080-6234-reeusp-48-02-292.pdf>.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v13i44.1600

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: