A Contribuição do Lúdico na Educação Infantil

Naiara Stéfane Soares Santos, Marta Callou Barros Coutinho, Maria do Socorro Cecilio Sobral

Resumo


O presente artigo tem como objetivo discutir e analisar as contribuições do lúdico na prática pedagógica dos professores da educação infantil. A metodologia utilizada foi à revisão bibliográfica, nas bases de dados da CAPES e Scielo dos últimos dez anos, em livros e publicações cientificas. Os resultados do estudo apontaram na direção de que o lúdico é  utilizado  pelos professores para auxiliar nas práticas pedagógicas  e pode ajudar a facilitar o processo de ensino-aprendizagem dos alunos, para alcançar a qualidade desejada em sala de aula. A Contribuição da pesquisa foi como reflexão sobre como as atividades lúdicas ajudam na construção do conhecimento e podem revelar diferentes tipos de sentimentos, levando  aos poucos  a criança a aceitar a existência do outro e o quanto o educador deve usar e abusar dessa ferramenta na sua prática para melhor conduzir o processo de ensino aprendizagem do estudante. 

 

 


Palavras-chave


Criança; Educação Infantil; Lúdico

Texto completo:

PDF

Referências


ÁRIES, Flilippe. História social da criança e da família. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

AZEVEDO, Heloísa Helena; SILVA, Lucia Isabel da C. Concepção de Infância e o Significado da Educação infantil. Espaços da escola. Unijuí, n.34, ano 9. Out/Dez, 1999. p.33-40.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº. 9394/96 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF. BRASIL. Referencial Nacional para a Educação Infantil. Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998, vol. 1-3.

BROUGÈRE, G. Jogo e Educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 2002.

CAPES 2015. Disponível em: https://acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/42542 Acesso em: 17 set. 2018

CERISARA, Ana Beatriz. Educar e Cuidar: por onde anda a educação infantil? Perspectiva. Florianópolis, n. especial, p. 07-10, jul./dez. 1999.

CINTRA Rosana Carla Gonçalves Gomes. Ludicidade e prática docente na educação da criança: estado da arte. Rev.Eletrônica Pesquiseduca, Santos, v. 06, n. 11, p. 84-96, jan.-jun. 2014. Acesso em: 28 set. 2018

FIRMINO, Sara Alexandra Freita. A vez das famílias: conhecendo as expectativas das famílias sobre a educação e o cuidado de seus filhos de 0 a 3 anos de idade em creche. Relatório Final PIBIC/CNPQ, Universidade Estadual de Santa Catarina, Florianópolis, 2002.

KISHIMOTO, Tizuko Morchida (Org.) Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. 3ª Ed. São Paulo: Cortez 1998.

______. Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. São Paulo: Cortês, 1999.

______. (Org.). O brincar e suas teorias. São Paulo: Pioneira, 2002.

______. (Org.). Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. 7ª Ed. São Paulo: Cortez, 2003

KRAMER, Sonia. A política do pré-escolar no Brasil: a arte do disfarce. Rio de Janeiro: Achiamé, 1992.

LANDÓ, Sônia Luci Zimmermann. A atividade lúdica em práticas de ensino com crianças da educação infantil em creche. 107 f. Dissertação (Mestrado em Educação)– Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiás, 2009. Acesso em: 10 set. 2018.

LUCKESI, Cipriano C. Educação, Ludicidade e Prevenção das Neuroses Futuras: uma Proposta Pedagógica a partir da Biossíntese. Ludopedagogia, Salvador, BA: UFBA/FACED/PPGE, v. 1, p. 9-42, 2000.

MARIANO, Sangellita Miranda Franco. Brincadeiras e jogos na educação infantil: o lúdico e o processo de constituição de sujeitos numa turma de crianças de 4 a 5 anos. 219 f. Dissertação (Mestrado em Educação)– Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG, 2009. Disponível em: Acesso em: 15 out. 2018.

OLIVEIRA, ML., org. (Im)pertinências da educação: o trabalho educativo em pesquisa [online]. São Paulo: Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2009. 193 p. ISBN 978-85-7983-022-8.Available from SciELO Books . Acesso em: 9 out. 2018

PIAGET, J. A formação do símbolo: imitação, jogo e sonho, imagem e representação. 3. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1998.

______. A construção do real na criança. 3ª ed. 5ª reimpressão. São Paulo: Ática 2003.

ROSA, F. V. , KRAVCHYCHYN Helena, VIEIRA Mauro Luis Brinquedoteca: a valorização do lúdico no cotidiano infantilda pré-escola Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC – Brasil. Barbarói. Santa Cruz do Sul, n. 33, ago./dez. 2010. Acesso em: 16 out. 2018.

SANTANA, Alexandre, NASCIMENTO P. R. A história do lúdico na educação. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/revemat/article/view/19400. Acesso em: 22 out. 2018.

SANTOS, Fatima Teresinha Oliveira dos. O lúdico e o brincar na educação infantil,

VELASCO, Calcida Gonsalves, Brincar: o despertar psicomotor, Rio de Janeiro: Sprit, 1996.

VYGOTSKY, L.S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes 1991.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v13i43.1518

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: