Violência contra a Mulher à Partir das Teorias de Gênero / Violence against Women from the Gender Theories perspective

Robério Gomes dos Santos, Jéssica Gomes Moreira, Antônia Leyce Gonçalves da Fonseca, Antoniel dos Santos Gomes Filho, Miguel Melo Ifadireó

Resumo


A violência contra a mulher é um fato social cada vez mais presente em nosso cotidiano, ocasionando inúmeros danos às mulheres, principalmente, danos físicos e psicológicos. Por ano, milhares de mulheres são agredidas no Brasil, muitas delas acabam até morrendo (NEVUSP). Observa-se que há um componente de gênero imerso nesta problemática. O presente artigo tem como objetivo analisar como as construções históricas e sociais sobre o gênero influenciam na violência contra as mulheres. A metodologia utilizada foi à pesquisa bibliográfica de livros e artigos diversos sobre a temática da violência contra mulher e o gênero, com abordagem qualitativa. Diante da pesquisa podem-se tecer as seguintes considerações: (01) as construções histórias e sociais sobre o gênero influenciam a violência contra mulher; (02) com as reivindicações dos movimentos feministas, foi possibilitado a mulher conquistar o direito ao voto, de poder trabalhar fora de casa, ter independência financeira, e a criação da Delegacia da Mulher; e, (03) a Lei Maria da Penha garante proteção jurídica específica para as mulheres, coibindo a violência doméstica e familiar contra as mulheres, através de medidas de prevenção e repressão a violência contra as mesmas.

Palavras-chave


Violência contra a mulher. Teorias de Gênero. Lei Maria da Penha.

Texto completo:

PDF

Referências


BANDEIRA, Lourdes Maria. Violência de gênero: a construção de um campo teórico e de investigação. 2014. Disponível em:< http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922014000200008>. Acesso em: 01 de Outubro de 2018.

BRASIL. Lei 11.340, de 07 de Agosto de 2006. 2006. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/lei/l11340.htm>. Acesso em: 20 de Setembro de 2018.

CACIQUE, Letícia Casique; FUREGATO, Antonia Regina Ferreira. Violência contra mulheres: Reflexões Teóricas. 2006. Disponível em: . Acesso em: 13 de Setembro de 2018.

CARVALHO, Carina Suelen de; FERREIRA, Débora Nayara; SANTOS, Moara Karla Rodrigues dos. Analisando a Lei Maria da Penha: a violência sexual contra a mulher cometida por seu companheiro. 2010. Disponível em: . Acesso em: 24 de Setembro de 2018.

CHAUÍ, Marilena. Convite à Filosofia. São Paulo: Ática, 2015.

CUNHA, Bárbara Madruga da. Violência contra a mulher, direito e patriarcado: perspectivas de combate à violência de gênero. 2014. Disponível em: < http://www.direito.ufpr.br/portal/wp-content/uploads/2014/12/Artigo-B%C3%A1rbara-Cunha-classificado-em-7%C2%BA-lugar.pdf> . Acesso em: 25 de Setembro de 2018.

FLICK, U. Desenho da pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Artmed, 2009.

FONSECA, Denise Holanda da; RIBEIRO, Cristiane Galvão; LEAL, Noêmia Soares Barbosa. Violência doméstica contra a mulher: realidades e representações sociais. 2012. Disponível em: . Acesso em 23 de Setembro de 2018.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2017. 2017 . Disponível em: < http://www.forumseguranca.org.br/publicacoes/11o-anuario-brasileiro-de-seguranca-publica/>. Acesso em 16 de Setembro de 2018.

GAMSON, J. As sexualidades, a teoria queer e a pesquisa qualitativa. In: DENZIN, N. K.; LINCOLN, Y. S. O planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens. Porto Alegre: Artmed, 2006.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

GOMES et al .Compreendendo a violência doméstica a partir das categorias gênero e geração. 2007. Disponível em: . Acesso em: 17 de Setembro de 2018.

GOMES FILHO, A.S.;SANTOS, C.E.;SILVA, L. M. Sexo, Gênero, Sexualidade: Via(da)gens em Conceitos. Id: on Line Revista Multidisciplinar e de Psicologia, Janeiro de 2017, vol. 10, n.33, supl.2 p.20-36. ISSN:1981-1179.

.

MENDES, Francilda Alcantara; MENDES, Francisco Thiago da Silva. Da Amélia à Maria da Penha. IN: MELO, Miguel Ângelo Silva de; GOMES FILHO, Antoniel dos Santos; LOBO, Cecília Érika D’Almeida (Organizadores). Saberes e Dizeres no Cariri Cearense. Curitiba: CRV, 2016.

NÚCLEO DE ESTUDOS DA VIOLENCIA DA USP. Monitor da Violência: levantamento sobre assassinatos de mulheres em 2017. 2018. Disponível em: . Acesso em 20 de Setembro de 2018.

OLIVEIRA, Janete Fêlix de; MACÊDO, Moema Alves; FERREIRA, Ivacildo Costa. A Violência Intrafamiliar contra a mulher: sofrimento e enfrentamento. IN: MELO, Miguel Ângelo Silva de; GOMES FILHO, Antoniel dos Santos; LOBO, Cecília Érika D Almeida (Organizadores). Saberes e Dizeres no Cariri Cearense. Curitiba: CRV, 2016.

PEDRO, Joana Maria; GROSSI, Miriam Pillar. "Rimando amor e dor: reflexões sobre a violência no vínculo afetivo-conjugal". In: PEDRO, Joana Maria; GROSSI, Miriam Pillar (Org.). Masculino, feminino, plural: gênero na interdisciplinaridade. Florianópolis: Editora Mulheres, 2006.

PEDRO; Claudia Bragança; GUEDES, Olegna de Souza. As conquistas do movimento feminista como expressão do protagonismo social das mulheres. 2010. Disponível em: . Acesso em: 27 de Setembro de 2018.

ROCHA, Luís Fernando. A violência contra a mulher e a Lei “Maria da Penha”: alguns apontamentos. 2009. Disponível em: < http://seer.assis.unesp.br/index.php/psicologia/article/view/957>. Acesso em: 25 de Setembro de 2018.

SAFFIOTI, Heleieth I. B. O Poder do Macho. São Paulo: Moderna, 1987.

SANTOS, Cecília Macdowell; IZUMINO, Wânia Pasinato. Violência contra as Mulheres e violência de Gênero: Notas sobre Estudos Feministas no Brasil. 2005. Disponível em: < http://eial.tau.ac.il/index.php/eial/article/view/482>. Acesso em: 17 de Setembro de 2018.

SANTOS, Ana Paula Coelho Abreu dos; WITECK, Guilherme. Violência doméstica e familiar contra a mulher. 2016. Disponível em: < http://online.unisc.br/acadnet/anais/index.php/sidspp/article/view/15858>. Acesso em: 13 de Outubro de 2018.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v13i44.1476

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Robério Gomes dos Santos, Jéssica Gomes Moreira, Antônia Leyce Gonçalves da Fonseca, Antoniel dos Santos Gomes Filho, Miguel Melo Ifadireó

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A ID on line. Revista de psicologia (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: