Controle Interno como Ferramenta Essencial contra Erros e Fraudes nas Entidades

Ingli Helen Nogueira, Maria Erilúcia Cruz Macêdo

Resumo


Diante da globalização, as entidades sentiram a carência em aprimorar seus procedimentos internos usados na produção de bens ou serviços e na proteção dos seus ativos com o desígnio de se sobreviver na presença do mercado competitivo. O sistema de controle interno é uma ferramenta de suma importância para o desenvolvimento das organizações, pois atuante no auxílio à gestão assim como na proteção do patrimônio da entidade. Os distintos subsistemas do controle interno agem em cada departamento para especificar a visão do comportamento da entidade como de sua totalidade. Este estudo teve como propósito reconhecer o desenvolvimento organizacional através da utilização do sistemas de controles interno hábeis. A metodologia utilizada foi bibliográfica, onde através do referencial teórico. Diante das pesquisas observou-se que há um déficit de desempenho nos controles internos, carecendo de melhorias, em alguns aspectos, como por exemplo, na segregação de funções, incremento de treinamento para os colaboradores e no controle de seus ativos. Sendo perceptível que, controles internos eficientes contribuem diretamente para uma excelente prática das atividades diárias da entidade e impulsiona o desenvolvimento da mesma.


Palavras-chave


Controles internos, Ferramenta, Desenvolvimento Organizacional.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Marcelo Cavalcanti. Auditoria: Um curso moderno e completo. 6 ed. São Paulo.Atlas, 2007.

BERMUDO, Roberto Vera, Vertamatti. Controladoria estratégica e seus desdobramentos comportamentais: a SOX como apoio à geração de valor organizacional. São Paulo: Atlas, 2016.

CREPALDI, Silvio Aparecido. Contabilidade Gerencial: teoria e prática - 4 ed.São Paulo: Atlas,2007

FIGUEIREDO, Sandra; CAGGIANO, Paulo Cesar. Controladoria, teoria e prática. São Paulo: Atlas, 2004.

FRANCO, Hilário; MARRA, Ernesto. Auditoria contábil. 4 ed. São Paulo: Atlas,2001

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 200

MORANTE, Fauzi Timaco Jorge,Antonio Salvador. Controladoria: análise financeira, planejamento e controle orçamentário. São Paulo :Atlas, 2008.

NASCIMENTO, Auster Moreira, REGINATO Luciane. Controladoria Instrumento de apoio ao processo decisório -- 2. ed. -- São Paulo: Atlas, 2015.

NASCIMENTO, Auster Moreira, REGINATO Luciane; SOUZA, Marcos Antônio. Planejamento Operacional In: Controladoria: um enfoque na eficácia organizacional. São Paulo: Atlas, 2007.

NBC, Normas brasileiras de contabilidade. NBC T.11.1.4.1. Normas de auditoria independente das demonstrações contábeis. Portal de contabilidade: Brasília, 17 de dezembro de 1997. Disponível em: . Acesso em 14 de outubro de 2018.

PADOVEZE, Clóvis Luís. Controladoria Estratégica e Operacional. 3ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2012

PADOVEZE, Clóvis Luís. Controladoria Estratégica e Operacional. São Paulo: Thomson,2003.

PADOVEZE, Clóvis Luís. Curso Básico Gerencial De Custos – 2 ed São Paulo: Thomson,2006.

PELEIAS, Ivam Ricardo. Controladoria: gestão eficaz utilizando padrões. São Paulo, Saraiva, 2002

SÁ, A. L. de. Curso de Auditoria. 10. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

SCHMIDT, Paulo José Luiz dos Santos, Marco Antônio dos Santos Martins.Manual de controladoria– São Paulo: Atlas, 2014.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v13i43.1458

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: