A Importância da Participação da Família na Educação Escolar

Sheylla Michelle Barros Ferreira, Maria do Socorro Cecílio Sobral

Resumo


O presente texto visa iniciar uma relação à cerca das interações família/escola, buscando desconstruir preconceitos que cercam os modelos de famílias na atualidade. Aponta que os papéis da família e da escola se modificaram ao longo das últimas décadas a ponto de, na atualidade, serem coautoras das decisões administrativas, pedagógicas e sociais nas unidades escolares. A relação família/escola, nos dias atuais, tem que ser levado em conta um conjunto de determinantes da nossa realidade que cada vez mais, exige o desenvolvimento da aprendizagem, competências e habilidades dos alunos, para que se relacionem com os demais integrantes da comunidade escolar e da sociedade em que estão inseridos sendo essa a justificativa para esse estudo que traz como questão verificar como está essa relação e como objetivo analisar interações família/escola.   O texto traz como resultado uma reflexão sobre a prática pedagógica, com maior intercâmbio com a família, as relações entre o envolvimento da família com a vida escolar e a aprendizagem. A família reflete os problemas da sociedade, bem como a presença ou ausência de valores nos diversos contextos, é importante que a escola mantenha relação de parceria com a família. A metodologia para desenvolver este trabalho aconteceu através da pesquisa bibliográfica, permitindo reflexões críticas e possibilitando alteração da realidade social, numa abordagem qualitativa com base na corrente teórica do materialismo dialético. Esses foram os pressupostos que nortearam o rumo da investigação sobre o papel da família no desempenho escolar das crianças. Ao realizar o projeto fez-se necessária uma análise da realidade institucional da educação, do perfil de seus alunos.

                                                 

 


Palavras-chave


Participação. Família. Educação

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Estatuto da Criança e do Adolescente – Lei nº 8069, de julho de 1990. L.IV p. 18, ART. 60.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Base da Educação (LDB), Lei nº 9394 de 1996 T. 1 Art. 1º, p. 7, T. III, Art. 5.

CORTELLA, Mário Sérgio – Educação Convivência e Ética. Cortez Editora. São Paulo, 2015.

COSTA, Antônio Carlos Gomes – Escola/família.Revista Nova Escola – Ministério da Educação – FNDE, Brasília, junho/julho – 2006.

MANTOAN, Maria Teresa. Disponível em: Acesso em 10 out. 2016.

MARCELO, Rosa Maria – Relação família – Escola – São Paulo, FTD, 2009.

MENDONÇA. I. Interações. Revista Educar para crescer. Editora Abril. Disponível em: . Acesso em: 30 out. 2016.

NOBILE, E. F. Escola e família constuindo novas relações, Revista Nova Escola- Junho / Julho, 2006, p. 32.

SAYÃO, Rosely. Ser e fazer. Folha de S. Paulo, São Paulo, 29 jul. 2014. Disponível em: . Acesso em: 30 set. 2016.

SILVA, Claudete Maria – Profª. Formação, Magistério, Fevereiro, 2007.

TIBA, Içami. Pais e Educadores de Alta Performance. Integrare Editora e Livraria Ltda., 2011.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v12i42.1452

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: