Resíduo Sólido: Uma Análise Gerencial da sua Destinação por Usuários da Região Metropolitana do Cariri

Desirée Santos Sampaio, Ossian Soares Landim

Resumo


Os resíduos sólidos são vistos como verdadeiros problemas quando relacionados à saúde e saneamento básico, se os habitantes não efetuarem o seu manejo corretamente acaba causando danos tanto para a natureza quanto para a população. Com a segmentação correta dos resíduos sólidos pode-se, não somente acabar com os problemas relacionados ao ecossistema como também garantir o bem-estar da população. Este artigo tem como objetivo identificar os principais destinos dos resíduos sólidos. A metodologia empregada foi de pesquisa quantitativa do tipo pesquisa de opinião, pesquisa bibliográfica e a pesquisa qualitativa e a aplicação de questionários onde foram realizadas algumas perguntas objetivas, onde houve a constatação do conhecimento de algumas pessoas a sobre o referido assunto. Foi notado que ainda existe a falta de conhecimento a respeito da sua importância.


Palavras-chave


Resíduos Sólidos. Descarte. Seletividade.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, M. Como escrever teses e monografia: um roteiro passo a passo. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

ARAÚJO, Giovanni Moraes. Normas Regulamentadoras Comentadas e Ilustradas: Legislação de Segurança e Saúde no Trabalho. 8ª ed. Rev. Ampliada, Atualizada e Ilustrada. Vol. 3 (NR 17 à NR 34).

BARSANO, Paulo Roberto; BARBOSA, Rildo Pereira, VIANA, Viviane Japiassú. Poluição ambiental e saúde pública. 1ª ed. São Paulo: Érica, 2014.

CASTILLIONI, Karen P. Reduzir, Reutilizar e Reciclar – 3 Rs da Sustentabilidade 2016. Disponível em: . Acesso em: 02 nov. 2018.

COSTA, Sandro Luiz. Gestão Integrada de Resíduos Sólidos Urbanos: Aspectos jurídico e ambientais. 1ª ed. Aracaju: Evocati, 2011.

DINÂMICA AMBIENTAL. Saiba Quais São os Principais Tipos de Descarte de Lixo Praticados no Brasil. 2017. Disponível em: . Acesso em: 02 nov. 2018.

FARIA, Caroline. Classificação e Tipos de Resíduos Sólidos 2008. Disponível em: . Acesso em: 24 out. 2018.

FURTADO, Antônio Sávio Aires. Cartilha - Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviço de Saúde - PGRSS. 2017.

FRANKENTHAL, Rafaela. Pesquisa Quantitativa e Qualitativa: Qual é a Melhor Opção? 2016. Disponível em: < https://mindminers.com/pesquisas/pesquisa-qualitativa-quantitativa>. Acesso em: 03 nov. 2018.

INSTITUTOPHD DIFERENCIAL EM PESQUISA. Pesquisa de Opinião: O que é? Como funciona? 2015. Disponível em: . Acesso em: 03 nov. 2018.

MANUAL GERENCIAMENTO INTEGRADO DE RESÍDUOS SÓLIDOS. Coleta e Transporte de Resíduos Sólidos Domiciliares. Disponível em: < http://www.resol.com.br/cartilha4/coleta/coleta_1.php>. Acesso em: 29 out. 2018.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Coleta Seletiva. Disponível em: . Acesso em: 22 de Out. 2018.

PHILIPPI JR, Arlindo; ROMÉRO, Marcelo de Andrade; BRUNA, Gilda Collet. Curso de Gestão Ambiental: Coleção Ambiental. 1º ed. Barueri, SP: Manole, 2004.

SCHNEIDER, V. E. et al. Manual de gerenciamento de resíduos sólidos de serviços de saúde. 2 ed. Caxias do Sul: Educs, 2004.

SILVA, Claudionor de Oliveira. Resíduos Sólidos: Uma Problemática do Nosso Dia. União dos Palmares: 2014.

SIGNIFICADOS. Significado de Pesquisa Qualitativa. Disponível em: . Acesso em: 03 nov. 2018.

TÉCNICO EM RADIOLÓGIA. CNEN-NE- 6.05. Disponível em: . Acesso em: 22 out. 2018.

VALLE, Cyro Eyer. Qualidade ambiental; ISO 14000. 12ª Ed. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2012.

VERDE GHAIA. Conceito e Noções Sobre Coleta Seletiva 2018. Disponível em: . Acesso em: 22 out. 2018.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v12i42.1423

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: