Relato de Experiência: Intervenção Multiprofissional sobre Seletividade Alimentar no Transtorno do Espectro Autista

Tayná Magagnin, Stephane Catharine Zavadil, Rafael Zaneripe de Souza Nunes, Letícia Evelyn Fernandes Neves, Jucieli da Silva Rabelo

Resumo


Este estudo busca falar da importância da abordagem multiprofissional na seletividade alimentar em crianças que apresentam TEA. Trata-se de um estudo descritivo relatando a experiência de Residentes Multiprofissionais. Esta ação foi realizada numa Instituição de Autistas. A amostra é composta por 15 crianças com idades entre 6 a 12 anos. Elaboraram-se práticas interativas que se constituíram em uma abordagem multiprofissional. As práticas foram intervenções musicais, que foram porta de entrada para outras ações e auxiliadoras na construção de vínculo. As músicas tinham conteúdos relacionados à variedade alimentar, e por meio de dinâmicas visuais, olfativas, táteis e motoras, os alimentos eram apresentados às crianças. Finalmente, as atividades foram direcionadas a apresentação dos alimentos a partir de práticas pedagógicas e da degustação. Recomenda-se que as atividades propostas no estudo sejam utilizadas no meio familiar, escolar e pela equipe de saúde, fazendo parte da rotina dessas crianças.


Palavras-chave


Transtorno do Espectro Autista; Saúde Pública; Conduta alimentar;

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, A.; GUSMÃO, M., A. Importância da fisioterapia motora no acompanhamento de crianças autistas. Revista Eletrônica Atualiza Saúde. Salvador, v. 3, n. 3, p. 76-83, jan. /jun. 2016.

Barron-Linnankoski, S., Reinvall, O., Lahervuori, A., Voutilainen, A., Lahti-Nuuttila, P., & Korkman, M. (2014). Neurocognitive performance of children with higher functioning Autism Spectrum disorders on the NEPSY-II. Child Neuropsychology, 21(1), 55–77. doi:10.1080/09297049.2013.873781.

Ben-Sasson, A., Hen, L., Fluss, R., Cermak, S. A., Engel-Yeger, B., & Gal, E. (2008). A meta-analysis of sensory modulation symptoms in individuals with autism spectrum disorders. Journal of Autism and Developmental Disorders, 39(1), 1–11. doi:10.1007/s10803-008-0593-3.

BOSA, C. Atenção compartilhada e identificação precoce do autismo. Psicologia, Reflexão e Crítica, v. 15, n. 1, p. 77-88, 2002.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 793, de 24 de abril de 2012. Institui a Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência no âmbito do Sistema Único de Saúde. 2012ªP.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas.Diretrizes de Atenção à Reabilitação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Brasília: Ministério da Saúde, 2014. 39 p.

CAZORLA GONZÁLEZ, J. J; CORNELLÁ I CANALS, J. Las posibilidades de la fisioterapia en el tratamiento multidisciplinar del autismo. Pediatría atención primaria. v.16, p.37-46, 2014.

Cermak SA, Curtin C, Bandini LG. Food selectivity and sensory sensitivity in children with autism spectrum disorders. Journal of the American Dietetic Association. 2010;110(2):238-246. doi:10.1016/j.jada.2009.10.032.

Dowell, L. R., Mahone, E. M., & Mostofsky, S. H. (2009). Associations of postural knowledge and basic motor skill with dyspraxia in autism: Implication for abnormalities in distributed connectivity and motor learning. Neuropsychology, 23(5), 563–570. doi:10.1037/a0015640.

Dziuk, M. A., Larson, J. C. G., Apostu, A., Mahone, E. M., Denckla, M. B., & Mostofsky, S. H. (2007). Dyspraxia in autism: association with motor, social, and communicative deficits. Developmental Medicine and Child Neurology, 49(10), 734–739. doi:10.1111/j.1469-8749.2007.00734.x.

FRANZOI, Mariana André Honorato et al . Intervenção Musical Como Estratégia De Cuidado De Enfermagem A Crianças Com Transtorno Do Espectro Do Autismo Em Um Centro De Atenção Psicossocial. Texto contexto - enferm., Florianópolis , v. 25, n. 1, e1020015, 2016.

FREIRE, H. B. Equoterapia teoria e técnica: uma experiência com crianças autistas. São Paulo: Vetor, 1999.

FREIRE, Marina Horta; PARIZZI, Maria Betânia. As relações dos efeitos terapêuticos da Musicoterapia Improvisacional e o desenvolvimento musical de crianças com autismo. Revista Nupeart, V. 14, p. 46-55, 2015.

GABRIELLE KOPKO. Ministério da Saúde. SUS oferece linha de cuidado à pessoa com Transtorno do Espectro do Autismo. 2017. Disponível em: < http://www.blog.saude.gov.br/ntu1ap >. Acesso em: 02 abr. 2017.

GREEN, Dido et al. Impairment in movement skills of children with autistic spectrum disorders. Developmental Medicine & Child Neurology, v. 51, n. 4, p.311-316, abr. 2009. Wiley. http://dx.doi.org/10.1111/j.1469-8749.2008.03242.x.

GREENSPAN, Stanley; WIEDER, Serena. DIR®/Floortime™ Model. The International Council on Developmental and Learning Disorders, 2008.

JOHNSON, Cynthia R. et al. Behavioral Parent Training to Address Feeding Problems in Children with Autism Spectrum Disorder: A Pilot Trial. Journal Of Developmental And Physical Disabilities, v. 27, n. 5, p.591-607, 31 maio 2015. Springer Nature. http://dx.doi.org/10.1007/s10882-015-9437-1.

Kang, V., Wagner, G. C., & Ming, X. (2014). Gastrointestinal dysfunction in children with autism spectrum disorders. Autism Research, 7(4), 501–506. doi:10.1002/aur.1386.

KUSCHNER, Emily S. et al. The BUFFET Program: Development of a Cognitive Behavioral Treatment for Selective Eating in Youth with Autism Spectrum Disorder. Clinical Child And Family Psychology Review, v. 20, n. 4, p.403-421, 22 maio 2017. Springer Nature. http://dx.doi.org/10.1007/s10567-017-0236-3.

Lane, A. E., Geraghty, M. E., Young, G. S., & Rostorfer, J. L. (2014). Problem eating behaviors in autism spectrum disorder are associated with suboptimal daily nutrient intake and taste/smell sensitivity. Infant, Child, and Adolescent Nutrition, 6, 172–180.

Lane, A. E., Young, R. L., Baker, A. E. Z., & Angley, M. T. (2009). Sensory processing subtypes in autism: Association with adaptive behavior. Journal of Autism and Developmental Disorders, 40(1), 112–122. doi:10.1007/s10803-009-0840-2.

McElhanon, B. O., McCracken, C., Karpen, S., & Sharp, W. G. (2014). Gastrointestinal symptoms in autism spectrum disorder: A meta-analysis. Pediatrics, 133(5), 872–883. doi:10.1542/peds. 2013-3995.

SAMPAIO, Renato Tocantins; LOUREIRO, Cybelle Maria Veiga; GOMES, Cristiano Mauro Assis. A Musicoterapia e o Transtorno do Espectro do Autismo: uma abordagem informada pelas neurociências para a prática clínica. Per musi, Belo Horizonte , n. 32, p. 137-170, Dec. 2015 .

SEGURA, D.C.; NASCIMENTO, F.C.; KLEIN, D. Estudo do Conhecimento Clínico dos Profissionais da Fisioterapia no Trabalho de Crianças Autistas. Arquivos de Ciência da Saúde Unipar, v.15, p.159-165, 2011.

Sharp, W., Burrell, T. L., Jaquess, D. L. (2014). The autism meal plan: A parent-training curriculum to manage eating aversions and low intake among children with autism. Autism, 18(6), 712–722.

Sobhana Ranjan, Jennifer A Nasser; Nutritional Status of Individuals with Autism Spectrum Disorders: Do We Know Enough?, Advances in Nutrition, Volume 6, Issue 4, 1 July 2015, Pages 397–407, https://doi.org/10.3945/an.114.007914.

Suarez, M. A. (2012). Sensory processing in children with autism spectrum disorders and impact on functioning. Pediatric Clinics of North America, 59(1), 203–214.

TOMÉ, M. C.; Educação Física como auxiliar no desenvolvimento cognitivo e corporal de autistas. Movimento e Percepção. São Paulo, v. 8, n. 11, p. 231 -248, Julho/Dezembro, 2007.

Yang Y, Tian J, Yang B. Targeting gut microbiome: a novel and potential therapy for autism. Life Sci 2018;194:111–19.

Zobel-Lachiusa, J., Andrianopoulos, M. V., Mailloux, Z., & Cermak, S. A. (2015). Sensory differences and mealtime behavior in children with autism. The American Journal of Occupational Therapy, 69(5), 6905185050.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v13i43.1333

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: