Sustentabilidade na Estratégia como Vantagem Competitiva para as Organizações

Josivania Lima Gomes, Adriana Vigolvino Medeiros

Resumo


A responsabilidade socioambiental das organizações é um tema bastante estudado na contemporaneidade e de grande relevância para a sociedade. O consumo exacerbado impacta o meio ambiente devido a uma maior utilização de recursos por parte das empresas para atender as demandas do mercado. Assim, é necessário que as organizações alinhem seus processos produtivos a métodos que sejam menos agressivos à natureza. O objetivo deste artigo é analisar se organizações prestadoras de serviço de utilidade pública, ao trabalhar com responsabilidade social nos processos de gestão estratégica, melhoram sua imagem junto aos consumidores e se estes fatores agregam valor à organização. Foi realizado um estudo de caso em duas empresas, através de entrevista aplicado aos gestores e questionários direcionados aos clientes das empresas. Verificou-se que, embora uma parcela do público pesquisado tenha conhecimento das ações desempenhadas por parte das organizações, falta às empresas pesquisadas melhor alinhamento dos seus propósitos sociais aos processos de planejamento estratégico.

 



Palavras-chave


Responsabilidade socioambiental. Gestão estratégica. Competitividade

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, M. A. M.; GOSLING, M.; JORDÃO, R. V. D.: Responsabilidade social de siderúrgicas mineiras e a percepção de suas comunidades de entorno. Produção. v. 23, n. 4, p. 793-805, out./dez. 2013. Disponível em: . Acesso em: 14 set.2016.

BARNEY, Jay B.; HESTERLY, Willian S. Administração Estratégica e Vantagem Competitiva: Conceitos e Casos. 3 ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2011.

BORGER, Fernanda Gabriela. Responsabilidade corporativa: a dimensão ética, social e ambiental na gestão das organizações. In: VILELA JUNIOR, Alcir; DEMAJOROVIC, Jacques. (org.). Modelos e ferramentas de gestão ambiental: Desafios e perspectivas para as organizações. São Paulo: Senac, 2006.

COSTA, Eliezer Arantes da. Gestão Estratégica: da empresa que temos a empresa que queremos. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2007.

CERTO, Samuel C.; PETER, J. Paul; MARCONDES, Reynaldo Cavalheiro; CESAR, Ana Maria Roux. Administração estratégica: planejamento e implantação da estratégia. 2. Ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005.

CERVO, Amado Luíz; BERVIAN, Pedro Alcino. Metodologia Científica. 5 ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2002.

CHIAVENATO, Idalberto; SAPIRO, Arão. Planejamento estratégico: Fundamentos e aplicações. 2 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

CONFENAR. Sustentabilidade na prática. Rev. Confenar. 29. Ed. a. 5.jul. 2009.

DUARTE, Cristiane de Oliveira Silva; TORRES, Juliana de Queiroz Ribeiro. Responsabilidade Social das Empresas: A contribuição das universidades. 4 ed. São Paulo: Peirópolis: Instituto Ethos, 2005.

ETHOS. 2013. Disponível em: . Acesso em: 16 ago. 2014.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

HARRISON, Jeffrey S. Administração estratégica de recursos e relacionamentos. Porto Alegre: Bookman, 2005.

HITT, Michael A.; IRELAND, R. Duane; HOSKISSON, Robert E. Administração Estratégica: Competitividade e Globalização. 2. Ed. São Paulo: Centage Learning, 2008.

LIMA, Maria José de Oliveira. As empresas familiares da cidade de Franca: Um estudo sob a visão do serviço social. São Paulo: cultura acadêmica, 2009.

LUDWING, Antonio Carlos Will. Fundamentos e Prática de Metodologia Científica. 2 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

MELO NETO, F. P. de; FROES, C. Gestão da Responsabilidade Social Corporativa: O Caso Brasileiro. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2001.

NASCIMENTO, Luis Felipe; LEMOS, Ângela Denise Da Cunha; MELLO, Maria Celina Abreu de. Gestão Socioambiental Estratégica. Porto Alegre: Bookman, 2008.

SCHOLL, C. A.; HOURNEAUX JR. F.; GALLELI, B. Sustentabilidade organizacional: aplicação de índice composto em uma empresa do setor químico. Gest. Prod., São Carlos, v. 22, n. 4, p. 695-710, 2015. Disponível em: . Acesso em: 14 nov.2016.

TACHIZAWA, Takeshy. Gestão Ambiental e Responsabilidade Social Corporativa. 3 ed. Revista e ampliada. São Paulo: Atlas, 2005.

VALLE, Cyro Eyer do. Qualidade Ambiental: ISO 14000. 5ª ed. São Paulo: Editora SENAC São Paulo, 2004.

WRIGHT, Peter; KROLL, Mark J.; PARNELL, John. Administração Estratégica: Conceitos. São Paulo: Atlas, 2011.

ZARPELON, Márcio Ivanor. Gestão e Responsabilidade Social: NBR 16.001/ SA8000: Implantação e Prática. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2006.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v12i41.1230

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: