L-Triptofano, ômega 3, magnésio e vitaminas do complexo B na diminuição dos sintomas de ansiedade

Eduarda Aparecida Franco de Andrade, Lina Cláudia Sant'Anna, Natalie de Castro Almeida, Ivonilce Venturi, Libardone José Ribeiro Brustulim, Wagner Ozório D’Almeida

Resumo


O objetivo deste trabalho foi investigar o potencial ansiolítico do L-triptofano, ômega 3, magnésio e das vitaminas do complexo B em estudantes universitárias com ansiedade. O estudo teve caráter experimental clínico, randomizado, de abordagem quali-quantitativa e foi composto por 16 estudantes que foram divididas em dois grupos, o grupo controle (GC) que recebeu o tratamento e o grupo placebo (GP) que recebeu apenas ômega 3. Para avaliar o nível de ansiedade aplicou-se a escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HAD) antes e dias antes do término do tratamento de 35 dias com os nutrientes já citados. Os resultados mostraram que antes do tratamento 100% das acadêmicas do GC apresentaram provável quadro de ansiedade e após o tratamento 57% (p< 0,05) foram classificadas com improvável ansiedade e 43% com possível ansiedade. Em relação ao GP observou-se que antes do tratamento nenhuma das estudantes foi classificada com improvável ansiedade e após o tratamento 57% (p<0,05) foram classificadas nessa categoria. A suplementação com L- triptofano, ômega 3, magnésio e vitaminas do complexo B se mostrou eficaz contra os sintomas da ansiedade, assim como o uso do ômega 3 no GP.


Palavras-chave


ansiedade, substâncias bioativas, L-triptofano, ômega 3, magnésio, vitaminas do complexo B.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, R.V et al. Atuação dos Neurotransmissores na Depressão. Revista Brasileira das Ciências Farmacêuticas v.1, nº.1, Jan/Mar 2003. Disponível em < http://www.saudeemovimento.com.br/revista/artigos/cienciafarmaceuticas/v1n1a6.pdf > Acesso em: 16 Mar.2017.

BARBALHO, S. M. et al. Papel dos ácidos graxos ômega 3 na resolução dos processos inflamatórios., Ribeirão Preto, p.234-240, 2011. Anual. Disponível em

< http://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/47365/51102 > acesso em 13 Mar 2017.

BARBOSA, K.B.F et al. Ácidos graxos das séries ômega 3 e 6 e suas implicações na saúde humana. Nutrire. Revista da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição, São Paulo, v. 32, n. 2, p.129-145, 2007.

BAZA, Farida El et al. Magnesium supplementation in children with attention deficit hyperactivity disorder. Egyptian Journal Of Medical Human Genetics, v. 17, n. 1, p.63-70, jan. 2016. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.ejmhg.2015.05.008.

BITO, Tomohiro et al. Vitamin B 12 deficiency results in severe oxidative stress, leading to memory retention impairment in Caenorhabditis elegans. Redox Biology, v. 11, p.21-29, abr. 2017. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.redox.2016.10.013.

BRASIL, Nações Unidas no Brasil. Depressão afeta mais de 300 milhões de pessoas e é doença que mais incapacita pacientes, diz OMS. 2017. Disponível em:

. Acesso em: 21 abr. 2017.

CORDIOLI, A.V. et al., DSM-5. 5 ed. Porto Alegre: Artemed, 2014.

CORTES, M. L. et al. Uso de terapêutica com ácidos graxos ômega-3 em pacientes com dor crônica e sintomas ansiosos e depressivos. Revista Dor, São Paulo, v. 14, n. 1, p.48-51, 2013. Bimestral. Disponível em < http://dx.doi.org/10.1590/S1806-00132013000100012 > Acesso em 14 Mar 2017.

DALGALARRONDO, P. Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2008.

DIAS, E. V; SARTORI, C. R. Compreendendo o Efeito Placebo. Revista Ciências em

Saúde, São Paulo, v. 5, n. 4, p.1-12, dez. 2015. Disponível em

/index.php/rcsfmit_zero/article/viewFile/399/275> Acesso em 21 Set 2017.

DOUGLAS, C. R. Fisiologia aplicada a nutrição. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.

ELBAZ, Farida; ZAHRA, Sally; HANAFY, Hussien. Magnesium, zinc and copper estimation in children with attention deficit hyperactivity disorder (ADHD). Egyptian Journal Of Medical Human Genetics, v. 18, n. 2, p.153-163, abr. 2017. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.ejmhg.2016.04.009.

ELTONY, Sohair A.. Histological study on the protective role of vitamin B complex on the cerebellum of diabetic rat. Tissue And Cell, [s.l.], v. 48, n. 4, p.283-296, ago. 2016. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.tice.2016.06.009.

GIBNEY, M. J. (Ed.);VORSTER, H. H. (Edit.);KOK, F. J. Introdução à nutrição humana. Rio de Janeiro, Guanabara, 2005.

GONZALES, Elisa et al. Omega-3 fatty acids improve behavioral coping to stress in multiparous rats. Behavioural Brain Research, v. 279, p.129-138, fev. 2015. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.bbr.2014.11.010.

GROPPER, S. S. Nutrição avançada e metabolismo humano. 5. ed. São Paulo: Cencage Learning, 2011.

GUYTON, A. C. Fisiologia Humana. 6 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011. I.KAPLAN, Harold; SADOCK, Benjamin J.; GREB, Jack A.. Compêndio de psiquiatria: ciências do comportamento e psiquiatria clínica. 7. ed. Porto Alegre: Artmed, 1997.

HELKIS, H; GATTAZ, W. F. Algumas recomendações para estudos com placebo. Revista Brasileira de Psiquiatria, São Paulo, v. 22, n. 4, p.1-5, dez. 2000. Disponível em < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-44462000000400001> Acesso em 20 Set 2017.

KIECOLT-GLASER, Janice K. et al. Omega-3 supplementation lowers inflammation and anxiety in medical students: A randomized controlled trial. Brain, Behavior, And Immunity, v. 25, n. 8, p.1725-1734, nov. 2011. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.bbi.2011.07.229.

LIRA, C. R. G. et al. Nutracêuticos: aspectos sobre segurança, controle de qualidade e legislação. Revista Brasileira de Farmácia, Florianópolis - SC, v. 90, n. 1, p.45-49, 05 mar. 2009. Disponível em acesso em 04 Jul 2017.

MAHAN, L. K.; ESCOTT-STUMP, S.; RAYMOND, J. L. Krause: alimentos, nutrição e dietoterapia. 13. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

MARANGON, A. F. C.; ZANELLO, D. R. de P. Efeitos do L- Triptofano sobre ansiedade, compulsão e escolha alimentar. 2012. 27 f. TCC (Graduação) - Curso de Nutrição, Centro Tecnológico, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2012. Cap. 1. Disponível em < http://repositorio.uniceub.br/handle/235/7287 > Acesso em: 14 Mar 2017.

MARTINS, A. C. C. L. Determinação de Precursores da Serotonina – Triptofano e 5- hidroxitriptofano – em Café por CLAE-par IÔNICO. 2008. 98 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ciências dos Alimentos, Centro Tecnológico, Faculdade de Farmácia da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2008.

MIKKELSEN, Kathleen et al. Cognitive decline: A vitamin B perspective. Maturitas, v. 93, p.108-113, nov. 2016. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.maturitas.2016.08.001.

OLIVEIRA, S. J. R. de. Sono, melatonina e exercício físico. 2016. 96 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ciências Farmacêuticas, Faculdade das Ciências da Saúde, Universidade Fernando Pessoa, Porto, 2016. Disponível em . Acesso em 18 Abr 2017.

ORDAK, Michal et al. Magnesium in schizophrenia. Pharmacological Reports, v. 69, n. 5, p.929-934, out. 2017. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.pharep.2017.03.022.

PALERMO, J. R. Bioquímica da nutrição. São Paulo, Atheneu, 2008.

PENTEADO, M. V. C. Vitaminas: Aspectos nutricionais, bioquímicos, clínicos e analíticos. São Paulo, Manole, 2003.

PINTO, J. F. Nutracêuticos e alimentos funcionais. Portugal, LIDEL, 2010.

RAJIZADEH, Afsaneh et al. Effect of magnesium supplementation on depression status in depressed patients with magnesium deficiency: A randomized, double-blind, placebo-controlled trial. Nutrition, [s.l.], v. 35, p.56-60, mar. 2017. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.nut.2016.10.014.

ROWLAND, L. P.; PEDLEY, T. A. Tratado de Neurologia. 12. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.

SARTORI, S.b. et al. Magnesium deficiency induces anxiety and HPA axis dysregulation: Modulation by therapeutic drug treatment. Neuropharmacology, v. 62, n. 1, p.304-312, jan. 2012. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.neuropharm.2011.07.027

STEENBERGEN, Laura et al. Tryptophan supplementation modulates social behavior: A review. Neuroscience & Biobehavioral Reviews, v. 64, p.346-358, maio 2016. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.neubiorev.2016.02.022.

SCHULTZ, D.; SCHULTZ, S. E. Teorias da Personalidade. 2. ed. Rio de Janeiro: Cencage Learning, 2014.

SEZINI, A. M.; GIL, C. S. G. do C. Nutrientes e Depressão. Revista da Faculdade União de Goyazes, Trindade-go, v. 8, n. 1, p.39-57, 2014. Anual. Disponível em < http://www.fug.edu.br/revista/index.php/VitaetSanitas/article/view/29 > Acesso em 13 Mar 2017.

SOUSA, B. S. de. Investigação do potencial ansiolítico de magnésio e Vitamina B6 em uma única administração em humanos. 2013. 73 f. TCC (Graduação) - Curso de Nutrição, Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal da Paraíba - Ufpb, João Pessoa, 2013.

SOUZA, A. C. S. de et al. Riboflavina: uma vitamina multifuncional. Química Nova, Campinas - SP, v. 28, n. 5, p.887-891, abr. 2005.

Disponível em:

acesso em: 18 Abr 2017.

VAZ, D. S. S. et al. A importância do ômega 3 para a saúde humana: um estudo de revisão. Revista UNINGÁ Review, Apucarana, Paraná, Brasil, v. 20, n. 2, p.48-54,

Bimestral. Disponível em < http://www.mastereditora.com.br/periodico/20141103_154429.pdf > Acesso em 12 Mar 2017.

VEDOVATO, K. et al. O eixo intestino-cérebro e o papel da serotonina. Arquivos de Ciências de Saúde da Unipar, Umuarama, v. 18, n. 1, p.33-42, abr. 2014. Disponível em: . Acesso em 18 Abr 2017.

VITOR, R. F.; PINHÃO, S. Terapêuticas Nutricionais na promoção da estabilidade emocional e desenvolvimento cognitivo. Cadernos de Investigação Aplicada, Campo Grande, p.55-74, nov. 2014. Disponível em:

. Acesso em 20 Abr 2017.

WAITZBERG, D. L. Ômega 3: o que existe de concreto. Researchgate, São Paulo, v. 1, n.

, p.1-37, 08 jul. 2015. Disponível em

acesso em 17 Abr 2017.

ZANELLO, D. R. de P. Efeitos do L-triptofano sobre ansiedade, compulsão e escolha alimentar. 2012. 27 f. TCC (Graduação) - Curso de Nutrição, Centro Universitário de Brasília - Uniceub, Faculdades das Ciências da Educação e Saúde -faces, Brasília, 2012.

Disponível em:

Acesso em: 17 Abr 2017.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v12i40.1165

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: