Reflexões sobre Cuidado e Aconselhamento de Profissionais de Saúde e Enfermeiros Em HIV/AIDS nos Centros de Testagem e Aconselhamento: Revisão Integrativa

Samara Maria de Jesus Veras, Kerllane Rafaella Freire do Nascimento Santos, Claudia Daniele Barros Leite-Salgueiro, Silvana Cavalcanti dos Santos, Claudia Fabiane Gomes Gonçalves, Ana Carla Silva Alexandre, Valdirene Pereira da Silva Carvalho

Resumo


Objetivo: Evidenciar o perfil dos trabalhos publicados em âmbito nacional, no período de 2000 a 2017 sobre aconselhamento do Enfermeiro em HIV. Método: Revisão integrativa com o levantamento a partir do Portal da Biblioteca Virtual de Saúde, direcionando para periódicos indexados nas bases SciELO e LILACS. Resultados: Os resultados foram apresentados em uma tabela com a distribuição dos artigos e descrição de indicadores: ano de publicação, título, autor(es), nível de evidência científica, área de atuação dos pesquisadores e objetivos. Conclusão: Os autores encontraram ampla discussão na literatura, principalmente com enfoque na qualidade do aconselhamento prestados aos usuários, todavia, houve limitações quanto as publicações em relação a prática do cuidado em enfermagem as pessoas vivendo com HIV/AIDS atendidas no Centro de Testagem e Aconselhamento. O aconselhamento possui um papel importante no contexto da epidemia da AIDS no Brasil.


Palavras-chave


HIV; AIDS; aconselhamento; enfermagem; cuidado.

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, A. et al. Aconselhamento em doenças sexualmente transmissíveis na atenção primária: percepção e prática profissional. Acta Paulista de enfermagem. v. 28, n. 6. 2015.

BRASIL. Ministério da Saúde (MS). Secretaria de Vigilância em Saúde. Programa Nacional de DST e Aids. Boletim Epidemiológico – AIDS e DST. Brasília, 2011.

BRASIL. Ministério da Saúde (MS). Secretaria de Vigilância em Saúde. Programa Nacional de DST e Aids. Centros de Testagem e Aconselhamento do Brasil - Desafios para a equidade e o acesso. Brasília, 2008.

BRASIL. Senado Federal. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, 1988.

BRASIL. Ministério da Saúde. Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais. Diretrizes para organização e funcionamento dos CTA do Brasil. Brasília, 2010.

BRASIL. Ministério da Saúde (MS). Secretaria de Vigilância em Saúde. Coordenação Nacional de DST/AIDS. Recomendações para a profilaxia da transmissão vertical do HIV e terapia antiretroviral em gestantes. Brasília, 2004.

BRASIL. Ministério da Saúde (MS). Coordenação Nacional de DST e AIDS. Aconselhamento em DST, HIV e AIDS: diretrizes e procedimentos básicos. Brasília, 2000.

BRITO, T. P. et al. Avaliação da auto-estima em portadores de HIV/Aids do município de Alfenas. Revista Gaúcha de Enfermagem, Minas Gerais, v. 30, n. 2, p. 190. 2009.

CARVALHO, D. et al. Teoria fundamentada nos dados-aspectos conceituais e operacionais: metodologia possível de ser aplicada na pesquisa em enfermagem. Revista latino-americana de Enfermagem, v.17, n. 4, 2009.

FORMOZO, G; OLIVEIRA, D. C. Auto-proteção profissional e cuidado de enfermagem ao paciente soropositivo ao HIV: duas facetas de uma representação. Acta Paulista Enfermagem, v. 22, n.4, p. 292-8, 2009.

GALINDO, W. C. M.; FRANCISCO, A. L.; RIOS, L. F.. A instrução e a relação como modos de aconselhamento em HIV/Aids. Temas em Psicologia, v. 21, n. 3, p. 989-1004, 2013.

GALINDO, W. C. M.; FRANCISCO, A. L.; RIOS, L. F. Subjetividade no aconselhamento em HIV/Aids. Revista Psicologia Política, v. 13, n. 26, p. 129-145, 2013.

GALINDO, W. C. M.; FRANCISCO, N. L.; RIOS, L. F. Reflexões sobre o trabalho de aconselhamento em HIV/AIDS. Temas em Psicologia, v. 23, n. 4, p. 815-829, 2015.

GARCIA, S; SOUZ, F. M. Vulnerabilidades ao HIV/aids no contexto Brasileiro: Iniquidades de gênero, raça e geração. Saúde Social. São Paulo, v. 19, p. 9-20, 2010.

GOMES, A. M. T. et al. As facetas do convívio com HIV: formas e relações sociais e representações sociais da aids para pessoas soropositivas hospitalizadas. Escola Anna Nery, v.16, n. 1. p. 111-120, 2012.

GRANEIRO, A. et al. Voluntary counseling and testing (VCT) services and their contribution to access to HIV diagnosis in Brazil. Caderno de Saúde Pública, 2009.

.

HAAG, C. B.; GONÇALVES, T. R.; BARCELLOS, N. T. Gestão e processos dec trabalho nos Centros de Testagem e Aconselhamento de Porto Alegre-RS na perspectiva dec seus aconselhadores. Physis: Revista de Saúde Coletiva, v. 23, n. 3, 2013.

HIRDES, A. KANTORSKI, L. P. Sistematização do cuidado em enfermagem psiquiátrica. Texto contexto em enfermagem, Florianópolis, v.9, n.2, p.104-105. 2000.

LINS, A. L. F. P et al. Necessidades de qualificação da equipe de enfermagem para a assistência aos clientes portadores do HIV e da AIDS. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 34, n. 3, p. 288-293, 2000.

MENDES, K. D. S.; SILVEIRA, R. C. C. P.; GALVÃO, C. M. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & Contexto Enfermagem, v.17, n.4, p.58-64, 2008.

MENDES, E.V. O cuidado das condições cronicas na atenção primária à saúde: o imperativo da consolidação da estratégia da saúde da família. 2012. 132f. Dissertação (Pós –Graduação em Enfermagem) - Organização Pan Americana da Saúde, 2012.

MIRANDA, K. C. L. et al. Reflexões sobre o aconselhamento em HIV/AIDS em uma perspectiva freireana. Revista brasileira de enfermagem, v. 61, n. 6, p. 899-903, 2008.

MOHER, D. et al. Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses: The PRISMA Statement, 2009. Acesso em: 23 de julho de 2017. Disponível em: http://prisma-statement.org/PRISMAStatement/FlowDiagram.aspx.

MOREIRA, W. C et al. Ações educativas do enfermeiro na promoção da saúde sexual e reprodutiva do adolescente. Revista Interdisciplinar, v. 8, n. 3, p. 213-220, 2015.

PUPO. L, R. Aconselhamento em DST/Aids: uma análise crítica de sua origem histórica e conceitual e de sua fundamentação teórica. 2007. Dissertação - Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, São Paulo.

SILVA, L. M. S. et al. Integralidade em saúde: avaliando a articulação e a coresponsabilidade entre o Programa Saúde da Família e um serviço de referência em HIV/aids. Epidemiologia e Serviço de Saúde, Brasília, v.14, n.2, p. 97-104, 2005.

SOUZA, V.; CZERESNIA, D. Considerações sobre os discursos do aconselhamento nos centros de testagem anti-HIV. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, v. 11, n. 23, p. 531-548, 2007.

SOUZA, V.; CZERESNIA, D.; NATIVIDADE, C. Aconselhamento na prevenção do HIV: olhar dos usuários de um centro de testagem. Caderno de saúde pública, v. 24, n. 7, p. 1536-1544, 2008.

TONNERA, L. J; MEIRELLES, B. S. Potencialidades e fragilidades da rede de cuidado da pessoa com HIV/AIDS. Revista Brasileira de Enfermagem, p. 438-444, 2015

UNAIDS. Tratamento 2015. ONUSIDA, 2015. Acesso em: 10 de outubro de 2017. Disponível em: http://unaids.org.br/wp-content/uploads/2016/03/Tratamento-2015.pdf.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v12i40.1123

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: