Saúde Mental na Prática

Yana Camila Brasil Marques

Resumo


A Saúde Mental no Brasil ainda é um tema cheio de estigmas pela sociedade brasileira. Apesar de haver a luta anti - manicomial há 30 (trinta) anos, ainda existem muitos preconceitos da população, da família de clientes em sofrimento psíquicos e até mesmo destes indivíduos que não tem seus direitos e suas autonomias respeitadas. O presente trabalho foi desenvolvido durante o primeiro estágio curricular do 3º ano do Curso Técnico em Enfermagem de uma Escola Estadual de Educação Profissional no interior do Estado do Ceará na área de Saúde Mental. O objetivo é de divulgar as atividades realizadas durante o estágio em Saúde Mental no CAPS II de um município do interior do Ceará. No decorrer no estágio, foram desenvolvidas atividades de ludoterapia, musicoterapia, como: a Sala de Espera Animada – SEA, a Calçada Amiga – CAMI (idealizadas/inspiradas no método de trabalho do médico americano Patch Adams) e atividades que desenvolvessem a humanização dos alunos no serviço e nos atendimentos para com os usuários do serviço.

 

 


Palavras-chave


Saúde Mental; Enfermagem; Ludoterapia; Humanização; Estágio.

Texto completo:

PDF

Referências


AMARANTE, P. Loucos pela vida: a trajetória da Reforma Psiquiátrica no Brasil. Rio de Janeiro (RJ): Fiocruz; 1995.

BACKES, Marli Terezinha Stein. et al, Apoio à decisão do paciente submetido à cirurgia. Revista Nursing. Nº 70.p. 43. 2004.

CALOMÉ, Isabel Cristina dos Santos. Et al. O idoso sob a ótica de um grupo de Agentes Comunitários de Saúde - (ACSs) Revista Nursing. Nº 67. p. 24. 2003.

FINDLAY, Eleide Abril Gordon et al. Guia para a Elaboração de Projetos de Pesquisa. 1º ed. Joinvelle-SC: UNIVILLE. Atualizada. 2006. p.20.

FREYRE, K. (2004). Era uma vez: Laboratório de Sonhos. Recife: Editora Universidade de Pernambuco. UPE.

HILDEBRAND, Gilberto. Interação e Desenvolvimento Social. In: II Encontro de Extensão - UDESC. 2007. Disponível em: . Acesso em: 10 de Outubro 2017.

HILDEBRAND, Gilberto. Interação e Desenvolvimento Social. In: II Encontro deExtensão - UDESC. 2007. Disponível em:

. Acesso em: 10 de Outubro 2017.

KESSLER, Marciane; et al. A Educação em Saúde como Instrumento para Prevenção de Doenças Cardiovasculares na População Masculina. Relato de Experiência.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Maria Andrade. Metodologia do Trabalho Cientifico. 6º ed. São Paulo - SP. Atlas. 2002. p. 15 - 32.

OLIVEIRA, Alice, G.B; ALESSI, Neiry P. O trabalho de enfermagem em saúde mental: contradições e potencialidades atuais. Rev Latino-am Enfermagem 2003 maio-junho; 11(3):333-40

RICHARDSON, R. J. et al. Pesquisa Social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 1999.

SEVERINO, A. J. Metodologia do Trabalho Científico. 23. ed. rev. e atual. São Paulo: Cortez, 2007.

SILVA, Kely V.L.G; MONTEIRO, Ana R.M. A família em saúde mental: subsídios para o cuidado clínico de enfermagem. Rev Esc Enferm USP 2011;45(5):1237-42

SIMÕES, ALA; RODRIGUES, FR; TAVARES, DMS; RODRIGUES, LR. Humanização na Saúde: Enfoque na atenção primária. Texto Contexto Enferm. 2007; 16(3):439-44.

ROTELLI, F; LEONARDIS, O; MAURI, D; RISIO C. Desinstitucionalização, uma outra via. A Reforma Psiquiátrica Italiana no contexto da Europa Ocidental e dos “Países Avançados”.São Paulo (SP): Hucitec; 1990.

VAITSMAN, Jeni; ANDRADE, Gabriela Rivieres Borges de. Satisfação e Responsividade: Formas de Medir a Qualidade e a Humanização de Assistência à Saúde. Ciência & Saúde Coletiva, 10(3): 599 – 613, 2005

VILLELA,S.C; SCATENA,M.C.M. A enfermagem e o cuidar na área de saúde mental. Rev Bras Enferm. 2004;57(6):738-41

ZERBETTO, Sonia Regina; PEREIRA, Maria Alice Ornellas. O Trabalho do profissional de nível médio de enfermagem nos novos dispositivos de atenção em saúde mental. Ver Latino am-Enfermagem 2005 janeiro-fevereiro; 13 (1):112-7 – www.eerp.usp.br/rlae

YAMAZAKI, Sérgio Choiti; YAMAZAKI, Regiani Magalhães de Oliveira. Sobre ouso de metodologias alternativas para ensino-aprendizagem de ciências. In:

Educação e Diversidade na Sociedade Contemporânea. Ed. COELHO, N. 2006. Disponível em: .




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v12i40.1052

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: