O Construtivismo na Educação

Arlete Modesto Macedo Fernandes, Gisanne de Oliveira Marinho, Miriam Delmondes Batista, Gislene Farias de Oliveira

Resumo


Busca-se analisar a linha pedagógica do Construtivismo na educação, por meio de uma série de reflexões que envolvem desde seu conceito e críticas até a forma como o tema tem sido abordado e utilizado pelos professores das escolas públicas brasileiras. Outrossim, serão discutidas as práticas pedagógicas atualmente utilizadas, apontando uma possível postura que os professores devem assumir frente ao hodierno desafio da alfabetização da população. Para alcançar o referido objetivo, utilizará de pesquisa bibliográfica, baseadas principalmente em autores como SAVIANI (2004), OLIVEIRA (2008), POZO (1994), dentre outros que abordam o tema. Como resultado, a pesquisa revela que apesar das diversas críticas contra o Construtivismo, esse movimento trouxe muitas contribuições aos professores, principalmente porque com o estudo e aplicação de seus conceitos, a educação brasileira foi capaz de trilhar novos caminhos no sentido de superar o analfabetismo que tem acometido as crianças em idade escolar.


Palavras-chave


Alfabetização. Tradicionalismo. Construtivismo. Educador

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL; Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiros e quarto ciclos: apresentação dos temas transversais. Brasília: MEC/SEF, 1998.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996. Disponível em:<:http://pt.wikipedia.org/wiki/Socioconstrutivismo>.Acessada em 01 de agosto de 2016

KRAMER, Sonia. Alfabetização leitura e escrita: formação de professores em curso. São Paulo: Ática, 2010.

OLIVEIRA, Joao Batista Araújo e. Programa Alfa e Beta: ABC do Alfabetizador: 7 ed. Rio de Janeiro, 2008.

PÉREZ GÓMEZ, A. I. As Funções Sociais da Escola: da reprodução à reconstrução crítica do conhecimento e da experiência. In GIMENO SACRISTÁN, J.; PÉREZ GÓMEZ, A. I. Compreender e Transformar o Ensino. 4 ed. Porto Alegre: ArtMed, 1998.

PISTRAK. Fundamentos da escola do trabalho. Tradução Daniel Aarão Reis Filho. 4ª. Ed. São Paulo: Editora Expressão Popular Ltda., 2005.

POZO, Juan Ignacio. Teorias cognitivas del aprendizaje. 3 ed. Madrid: Morata, 1994.

RAMOS, Jeannette F. P. Ramos, MAIA, Gilberto B., CHAVES, Sâmara Almeida. Trabalho docente alienado. 2007.

ROMANELLI, Otaiza de Oliveira. História da educação no Brasil. 24ª ed. Petrópolis: Vozes, 2000.

SAVIANI, Dermeval. Educação: do senso comum à consciência filosófica. 15ª. Ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2004.

VYGOTSKI, L. S. Teoria e método em Psicologia. São Paulo: Martins Fontes, 1996.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v12i40.1049

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: