A Organização Política dos Trabalhadoras/es do SUAS no Âmbito da Proteção Social Básica de Iguatu-CE

Rita de Cássia Clares de Lima, Antoniel dos Santos Gomes Filho

Resumo


A pesquisa reflete o acúmulo de observações quanto a organização política das/os trabalhadoras/es do Sistema Único de Assistência Social e suas principais lutas em defesa da Política Municipal de Assistência Social entre 2015 e 2017. Teve como objetivo analisar o processo de organização política das/os trabalhadoras/es no âmbito do SUAS em Iguatu-CE, com foco na Proteção Social Básica - PSB. A realização da pesquisa deu-se através da aplicação de questionário junto às equipes de nível médio e superior dos Centros de Referências de Assistência Social – CRAS, e uma entrevista semiestruturada com 01 representante do Fórum Municipal de Trabalhadoras/es do SUAS de Iguatu – FMTSUAS.


Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMIDES, Maria Beatriz Abramides; DURIGUETTO, Maria Lúcia. (Orgs.). Movimentos Sociais e serviço social: uma relação necessária. São Paulo: Cortez, 2014.

BRASIL, Constituição da República Federativa do Brasil. Capítulo II – Da Seguridade Social, Título VII – Da Ordem Social, 1988.

________, Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Política Nacional de Assistência Social. Brasília, DF: SNAS/MDS, 2004.

________, Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Norma Operacional Básica do Sistema Único de Assistência Social (NOB/SUAS). Brasília, DF: SNAS/MDS, 2005.

________, Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Norma Operacional Básica de Recursos Humanos dos SUAS (NOB/RH/SUAS). Brasília, DF: SNAS/MDS, 2011.

________, Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais. Brasília, DF: MDS/SNAS, 2009.

________, Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome. Orientações Técnicas: Centro de Referência de Assistência Social – CRAS. Brasília, DF: MDS, 2009.

________, Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome. Lei Orgânica da Assistência Social . Brasília, DF: MDS, 2011.

CAREGNATO, R.C.A.; Mutti, R. pesquisa qualitativa: análise de discurso versus análise de conteúdo. Texto Contexto Enferm, Florianópolis, 2006 Out-Dez; 15(4): 679-84. Disponível em: . Acesso em: 12 Nov. 2017.

CISNE, Mirla. A “feminização” da Assistência Social: apontamentos históricos para uma análise de gênero. III Jornada Internacional de Políticas Públicas São Luís – MA, 2007. Disponível em: . Acesso em: 14 Out. 2017.

COUTO, Berenice Rojas. et al. O Sistema Único de Assistência Social no Brasil: uma realidade em movimento. São Paulo: Cortez, 2010.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GONDIM, Linda Maria de Pontes. O projeto de pesquisa no contexto do processo de construção do conhecimento. Pesquisa em Ciências Sociais: o projeto da dissertação de mestrado. Fortaleza: Eufc, 1999.

IAMAMOTO, Marilda Vilela: O Serviço Social na contemporaneidade: trabalho e formação profissional /Marilda Vilela Imamamoto. 20. Ed. – São Paulo, Cortez, 2011

________. Relações Sociais e Serviço Social no Brasil: esboço de uma interpretação histórico-metodológica. 25. ed. -2008.

MARCONI, M. A .; LAKATOS, E.M. Metodologia Científica. São Paulo: Atlas. 2000.

MARICATO, Ermínia. Cidades Rebeldes: Passe Livre e as manifestações que tomaram as ruas do Brasil. 1 ed. – São Paulo: Boitempo: Carta Maior, 2013.

MARX, Karl. Manifesto do Partido Comunista. 1. Ed – São Paulo: Expressão Popular, 2008.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14 ed.- Hucitec Editora, 2014.

________. Pesquisa Social: Teoria, método e criatividade. Petropólis: Vozes, 1994.

ROCHA, Flávia Rebecca Fernandes. A unidade contraditória da assistência e da previdência social: uma análise política da execução orçamentárias no governo Lula – Fortaleza: EDUECE, 2016.

SANTOS, Josiane Soares: Neoconservadorismo pós-moderno e serviço social brasileiro. São Paulo: Cortez, 2007.

SILVA, Luciana Sátiro. Ética e Serviço Social: a percepção das assistentes sociais sobre suas práticas profissionais nos Centros de Referências de Assistência Social de Fortaleza- CE. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Serviço Social, Trabalho e Questão Social) – Universidade Estadual do Ceará, Centro de Estudos Sociais Aplicados, Fortaleza, 2014.

SILVA, Mossicléia Mendes da. Projeto ético-político e assistência social: um estudo do cotidiano de trabalho dos (as) assistentes sociais do Centro Sul/Vale do Salgado-CE. Dissertação (Mestrado) Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Faculdade de Serviço Social, 2013.




DOI: https://doi.org/10.14295/idonline.v12i40.1042

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Id on Line (ISSN: 1981-1179) é indexada nas seguintes bases de dados: